O Criminoso Não Dorme / Gunman in the Streets / Le Traqué

Nota: ★★☆☆

(Disponível no YouTube em 9/2023.)

No dia em que está sendo levado do presídio de La Santé para julgamento, o famoso gângster Eddy Roback consegue fugir, após um tiroteio violento entre bandidos amigos dele e a polícia, em plena Île de la Cité, pertinho do Palais de Justice, da Sainte-Chapelle e da Notre Dame, no coração Paris. Le Traqué, (o procurado, o rastreado), de 1950, começa com a sequência do tiroteio e da fuga, e mostra toda a grande caçada policial atrás do fugitivo. Continue lendo “O Criminoso Não Dorme / Gunman in the Streets / Le Traqué”

Rio Acima / Up the River

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no YouTube em 6/2023.)

Quase um século atrás, em 1930, apenas três anos depois que o cinema aprendeu a falar, John Ford dirigiu um filme com dois iniciantes. Eles viriam a ser grandes amigos, consumiriam juntos quantidades industriais de tabaco e uísque e se firmariam como dois dos maiores astros do cinema mundial. Mas Spencer Tracy e Humphrey Bogart jamais voltariam a contracenar, em suas longas e prestigiosas carreiras – este Rio Acima/Up the River foi o único. Continue lendo “Rio Acima / Up the River”

Maldição / House by the River

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no Cine Antiqua do YouTube em 5/2023.)

House by River, no Brasil Maldição, de 1950, foi o décimo dos 17 filmes dirigidos por Fritz Lang em sua fase americana, entre 1936 e 1956. Veio antes de Só a Mulher Peca/Clash by Night (1952), com Barbara Stanwyck e um pequeno papel para a novata Marilyn Monroe, O Diabo Feito Mulher/Rancho Notorious (1952), western com Marlene Dietrich, e Os Corruptos/The Big Heat (1953), aquela obra-prima com Glenn Ford e Gloria Grahame. Continue lendo “Maldição / House by the River”

Uma Aventura na Noite / Somewhere in the Night

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no YouTube em 2/2023.)

Joseph L. Mankiewicz é um dos maiores diretores do cinema americano. Sua obra não é das mais vastas, numerosas – são 22 títulos, lançados entre 1946 e 1972 –, mas inclui muitos grandes, excelentes filmes, como A Malvada/All About Eve (1950) e A Condessa Descalça (1954). Continue lendo “Uma Aventura na Noite / Somewhere in the Night”

As Corças / Les Biches

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no Cine Antiqua do YouTube em 7/2022.)

Les Biches, no Brasil As Corças de 1968, foi o 15º longa-metragem de Claude Chabrol. Era uma diretor prolixo: havia estrado apenas dez anos antes, em 1958, com Nas Garras do Vìcio/Le Beau Serge. E, naqueles dez anos, entre um longa e outro, ainda encontrou tempo para fazer quatro segmentos de filmes de episódio, tipo Os Sete Pecados Capitais. Continue lendo “As Corças / Les Biches”

Eu Te Amo: Uma Comédia do Divórcio / Jag älskar dig – En Skilsmässokomedi

Nota: ★☆☆☆

(Disponível na Netflix em março de 2022.)

Este troço aqui (chamar de filme é um elogio que ele não merece) serve para uma coisa: para demonstrar que na superdesenvolvida, rica, culta Suécia de Ingmar Bergman, Victor Sjöström, Bo Widerberg, Lasse Hallström, também sabem fazer porcarias. Continue lendo “Eu Te Amo: Uma Comédia do Divórcio / Jag älskar dig – En Skilsmässokomedi”

La Femme aux Bottes Rouges

[rating;1]

(Disponível no Cine Antiqua do YouTube 2/2022.)

Há poucas coisas mais belas de se ver no mundo do que Catherine Deneuve em 1974, aos gloriosos 29 aninhos. Da mesma forma, há poucos filmes menos arrasadoramente doidões, maluquetes, ilógicos e nonsense do que este La Femme aux Bottes Rouges que Juan Luís Buñuel perpetrou sete anos depois que seu pai, o grande mestre do anti-realismo, filmou La Deneuve em Belle de Jour. Continue lendo “La Femme aux Bottes Rouges”

A Lei do Desejo / La Ley del Deseo

Nota: ★☆☆☆

(Disponível na Netflix em 12/2021.)

A Lei do Desejo foi o sétimo longa-metragem de Pedro Almodóvar. De 1987, veio logo depois de Matador; em seguida viriam dois filmes – Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos e Ata-me – que consagrariam definitivamente o realizador como um dos mais brilhantes surgidos na segunda metade do século XX. Continue lendo “A Lei do Desejo / La Ley del Deseo”

Uma Família de Dois / Demain Tout Commence

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no Now em setembro de 2021.)

Uma Família de Dois, no original Demain Tout Commence, é a refilmagem francesa, feita em 2016, de um filme mexicano de 2013, Não Aceitamos Devoluções/No se Aceptan Devoluciones. Tem o simpaticíssimo, sempre alto astral Omar Sy no elenco, e por isso resolvemos ver. Continue lendo “Uma Família de Dois / Demain Tout Commence”

Surpresas Convencionais / The Dark Horse

Nota: ★☆☆☆

(Disponível no YouTube em 12/2021.)

Surpresas Convencionais, no original The Dark Horse, produção de estúdio pequeno de 1932, tem Bette Davis no elenco, uma Bette Davis então muito jovem e muito loura, com apenas 24 anos de idade – mas já no décimo dos 124 títulos de sua carreira gloriosa. Foi por ela que resolvi experimentar o filme pouco conhecido. Continue lendo “Surpresas Convencionais / The Dark Horse”

O Discreto Charme da Burguesia / Le Charme Discret de la Burgeoisie

Nota: ★☆☆☆

Em O Anjo Exterminador, um dos grandes clássicos da fase mexicana de Luis Buñuel, de 1962, os convidados para um grande banquete não conseguiam deixar o salão. Não conseguiam sair dali, simplesmente não conseguiam. Em O Discreto Charme da Burguesia, um de seus últimos filmes, feito em 1972, de novo na França, onde havia iniciado a carreira gloriosa, seis pessoas tentam jantar – e não conseguem. Simplesmente não conseguem. Continue lendo “O Discreto Charme da Burguesia / Le Charme Discret de la Burgeoisie”

Acossado / À Bout de Souffle

Nota: ★☆☆☆

Acossado/À Bout de Souffle, de 1960, o primeiro longa-metragem de Jean-Luc Godard, com roteiro original de François Truffaut, é um marco da nouvelle vague e, portanto, do cinema mundial. É incensado por 11 de cada 10 críticos. Está nos livros 1001 Filmes Para Ver Antes de Morrer e 501 Must-See Movies. Está na lista dos 100 Filmes Essenciais da edição especial de 2009 da revista Bravo. Continue lendo “Acossado / À Bout de Souffle”

O Signo de Vênus / Il Segno di Venere

Nota: ★☆☆☆

Há um monte de nomes importantes nos créditos iniciais de O Signo de Vênus/Il Segno de Venere, produção italiana de 1955 que no início de 2021 estava disponível na Netflix. A começar do diretor, Dini Risi, o realizador que o grande Jean Tulard chama de “o príncipe da comédia italiana”. “Não nos aborrecemos jamais com Risi”, sentenciou o crítico em seu Dicionário de Cinema – Os Diretores. Continue lendo “O Signo de Vênus / Il Segno di Venere”

Meus Dois Carinhos / Pal Joey

Nota: ★☆☆☆

Meus Dois Carinhos/Pal Joey, de 1957, reúne duas das mais lindas atrizes de Hollywood, Rita Hayworth e Kim Novak, uma das figuras mais carismáticas, lendárias, do showbusiness, Frank Sinatra, e diversas das mais belas canções da dupla Rodgers & Hart, o que significa que são das mais belas da Grande Música Americana. E é uma porcaria. Continue lendo “Meus Dois Carinhos / Pal Joey”