Um Ato de Esperança / The Children Act

Nota: ★★★½

(Disponível no Now em agosto de 2021)

Quando The Children Act, no Brasil Um Ato de Esperança, chega aos cinco dos seus 95 minutos de duração, Fiona Maye (o papel da maravilhosa Emma Thompson) já tomou uma das decisões mais difíceis de sua longa e respeitável carreira como juíza do Tribunal Superior da Inglaterra, a High Court de Londres. Continue lendo “Um Ato de Esperança / The Children Act”

Boy Erased: Uma Verdade Anulada / Boy Erased

Nota: ★★★½

(Disponível na Netflix em 8/2021)

Boy Erased, co-produção Austrália-EUA de 2018, não é um filme fácil de se ver. Muitíssimo ao contrário. Ver seus 115 minutos é algo extremamente doloroso, angustiante, apavorante. Continue lendo “Boy Erased: Uma Verdade Anulada / Boy Erased”

A Sombra de Stálin / Mr. Jones

Nota: ★★★½

(Disponível na Netflix em 12/2021.)

Em Katyn, de 2007, o mestre Andrzej Wajda reconstituiu, com a competência e o talento inigualáveis, um dos mais monstruosos crimes cometidos pela União Soviética chefiada por Josef Stalin: o massacre, intencional, planejado, de cerca de 12 mil oficiais poloneses, ocorrido em 1940. Neste Mr. Jones aqui, de 2019, a grande Agnieszka Holland, a  brilhante discípula de Wajda, desnuda outro dos mais monstruosos crimes do ditador-assassino: o Holodomor, o genocídio intencional, planejado, de milhões de pessoas pela fome na Ucrânia, nos anos de 1932 e 1933. Continue lendo “A Sombra de Stálin / Mr. Jones”

The Butterfly’s Dream / Kelebegin Rüyasi

Nota: ★★★☆

(Disponível na Netflix em 5/2021.)

Como é possível não gostar de um filme que é dedicado a todos os poetas esquecidos?

Kelebegin Rüyasi, ou sonho da borboleta, produção turca de 2013 exibida na Netflix com o título em inglês, The Butterfly’s Dream, se baseia na vida real de dois poetas que passaram por este planeta como cometas. Continue lendo “The Butterfly’s Dream / Kelebegin Rüyasi”

Collateral

Nota: ★★★★

Collateral, impecável minissérie inglesa de 2018, começa com um assassinato: um motoboy entrega uma pizza num apartamento no Sul de Londres e, quando chega de volta à calçada do prédio, é atingido por uma bala certeira, precisa, disparada – o espectador logo terá certeza disso – por profissional experiente. Continue lendo “Collateral”

Ethel e Ernest / Ethel & Ernest

Nota: ★★★☆

Ethel & Ernest, co-produção Inglaterra-Luxemburgo de 2016, é, como todos os belos filmes, muita coisa ao mesmo tempo. É uma simpática, terna história de amor. Como se passa ao longo de muitas décadas, é, como os filmes de Ettore Scola, um afresco, um amplo retrato da Grande História que está sempre como pano de fundo da história de seus personagens, Ethel e Ernest – o micro e o macro sendo apresentados como linhas, fios, pedaços de pano que formam um mesmo crochê, uma mesma colcha de retalhos. Continue lendo “Ethel e Ernest / Ethel & Ernest”

Judy: Muito Além do Arco-Íris / Judy

Nota: ★★★★

Belíssimo filme, grande cinema, Judy impressiona demais, emociona, mexe profundamente com o espectador por duas características, na minha opinião. Uma é o tema em si – um retrato de Judy Garland poucos meses antes de sua morte, em 1969, quando estava com apenas 47 anos. A outra é a interpretação de Renée Zellweger. Continue lendo “Judy: Muito Além do Arco-Íris / Judy”

Crimes em Délhi / Delhi Crime

Nota: ★★★★

Crimes em Délhi/Delhi Crime, série indiana de sete episódios de cerca de 50 minutos cada, feita em 2019, reconstitui, ao que tudo indica de maneira fiel, rigorosamente fiel, num estilo quase de documentário, um caso real acontecido em 2012. É um trabalho magistral, de uma qualidade absolutamente impressionante. Mas não é algo fácil de se ver, de forma alguma. Continue lendo “Crimes em Délhi / Delhi Crime”

O Cidadão Ilustre / El Ciudadano Ilustre

Nota: ★★★☆

O Cidadão Ilustre, produção argentina de 2016 com apoio da pátria-mãe Espanha, como são muitos dos filmes dos hermanos nas últimas décadas, é uma daquelas coisas que fazem o espectador rir demais – para, ao final, o riso dar lugar a um gosto terrivelmente amargo. Continue lendo “O Cidadão Ilustre / El Ciudadano Ilustre”