O Cidadão Ilustre / El Ciudadano Ilustre

Nota: ★★★☆

O Cidadão Ilustre, produção argentina de 2016 com apoio da pátria-mãe Espanha, como são muitos dos filmes dos hermanos nas últimas décadas, é uma daquelas coisas que fazem o espectador rir demais – para, ao final, o riso dar lugar a um gosto terrivelmente amargo. Continue lendo “O Cidadão Ilustre / El Ciudadano Ilustre”

Criminal: Reino Unido / Criminal: United Kingdom

Nota: ★★★☆

Criminal: Reino Unido tem um episódio, em especial, que já valeria todo o conjunto de séries Criminal, feitas por equipes do Reino Unido, França, Alemanha e Espanha. Tem o título de “Alex”, e Alex (interpretado, brilhantemente, por Kit Harington), está sendo interrogado porque foi acusado de estupro. Continue lendo “Criminal: Reino Unido / Criminal: United Kingdom”

Criminal: França / Criminal: France

Nota: ★★★☆

Uma jovem interrogada mais uma vez sobre como ela escapou do ataque à boate Bataclan, em Paris, onde morreu seu namorado, entre as dezenas de vítimas dos três atos terroristas simultâneos, em novembro de 2015. Uma empresária da construção civil de meia-idade suspeita de ter empurrado um operário de um prédio em construção. Um gerente de vendas suspeito do assassinato de um homossexual. Continue lendo “Criminal: França / Criminal: France”

O Caso Richard Jewell / Richard Jewell

Nota: ★★★½

Clint Eastwood, já há três décadas firme como um dos melhores realizadores do cinema, não erra a mira, e este O Caso Richard Jewell, de 2019, seu opus número 38, é uma beleza de filme, uma realização admirável, em todos os quesitos – e, além disso, uma importante obra sobre  história real absurda, inacreditável, de um terrível erro de instituição do Estado contra um cidadão. Continue lendo “O Caso Richard Jewell / Richard Jewell”

Amor Moderno / Modern Love

Nota: ★★★★

Amor Moderno/Modern Love tem uma estrutura bastante diferente de quase todas as outras séries. Não conta uma única história, longa, que vai se desenvolvendo com o passar do tempo; nem mostra os mesmos personagens vivendo em cada episódio ou cada temporada um caso, uma história específica. Não, nada disso. Nada a ver com a estrutura de Friends ou Grey’s Anatomy ou Downtown Abbey; nem com Dexter ou Law & Order. Continue lendo “Amor Moderno / Modern Love”

Criminal: Espanha / Criminal: España

Nota: ★★★☆

Os três episódios da série Criminal: Espanha são inquietantes,  perturbadores. Não sei se a intenção geral do conjunto de séries Criminal – além da espanhola, há as feitas na Alemanha, na França e no Reino Unido – é exatamente essa, mas, para mim, foi o que marcou. Continue lendo “Criminal: Espanha / Criminal: España”

A Despedida / The Farewell

Nota: ★★★½

A Despedida/The Farewell é uma beleza de filme. Um retrato extremamente sensível, e extremamente bem feito em todos os quesitos, de um drama familiar que já seria tocante, emocionante, qualquer que fosse a situação da família – mas se torna ainda mais impressionante por se tratar de uma família que se dividiu entre três diferentes países. Continue lendo “A Despedida / The Farewell”

Um Dia Perfeito / A Perfect Day

Nota: ★★★½

Por um bom tempo depois que vimos Um Dia Perfeito/A Perfect Day, produção espanhola de 2015 de Fernando León de Aranoa, fiquei pensando no título de um livro hoje pouquíssimo conhecido, Misérias e Grandezas do Nosso Futebol, e no deslumbrante verso do Caetano, “a força da grana que ergue e destrói coisas belas”. Continue lendo “Um Dia Perfeito / A Perfect Day”

Entre Facas e Segredos / Knives Out

Nota: ★★★½

Knives Out, no Brasil Entre Facas e Segredos, produção americana de 2019, ganhou 45 prêmios, fora outras 94 indicações. Entre as indicações estão duas respeitabilíssimas – ao Oscar e ao Bafta de melhor roteiro original. O filme não levou nenhum dos dois prêmios, mas a história, a trama, o roteiro – tudo da autoria de Rian Johnson, também o diretor do filme – é uma absoluta maravilha. Continue lendo “Entre Facas e Segredos / Knives Out”

Un + Une

Nota: ★★★☆

Há algum tempo não via filmes de Claude Lelouch – e Claude Lelouch, exatamente como sua personagem Anne Gauthier, faz um filme atrás do outro, um atrás do outro, sem parar, loucamente. Vi agora Un + Une, o Lelouch 2015, e é incrível: ele não mudou quase nada desde 1966! Continue lendo “Un + Une”