Criminal: França / Criminal: France

Nota: ★★★☆

Uma jovem interrogada mais uma vez sobre como ela escapou do ataque à boate Bataclan, em Paris, onde morreu seu namorado, entre as dezenas de vítimas dos três atos terroristas simultâneos, em novembro de 2015. Uma empresária da construção civil de meia-idade suspeita de ter empurrado um operário de um prédio em construção. Um gerente de vendas suspeito do assassinato de um homossexual. Continue lendo “Criminal: França / Criminal: France”

Amor Moderno / Modern Love

Nota: ★★★★

Amor Moderno/Modern Love tem uma estrutura bastante diferente de quase todas as outras séries. Não conta uma única história, longa, que vai se desenvolvendo com o passar do tempo; nem mostra os mesmos personagens vivendo em cada episódio ou cada temporada um caso, uma história específica. Não, nada disso. Nada a ver com a estrutura de Friends ou Grey’s Anatomy ou Downtown Abbey; nem com Dexter ou Law & Order. Continue lendo “Amor Moderno / Modern Love”

Mare of Easttown

Nota: ★★★½

Mare of Eastttown, série americana da HBO de 2021, já seria ótima apenas pela interpretação de Kate Winslet, essa atriz absolutamente superlativa, em momento de especial brilho no papel da personagem- título, uma dedicada sargento-detetive de cidade pequena da Pensilvânia que parece um poderoso ímã capaz de atrair para seus ombros todos os problemas do mundo. Continue lendo “Mare of Easttown”

Criminal: Espanha / Criminal: España

Nota: ★★★☆

Os três episódios da série Criminal: Espanha são inquietantes,  perturbadores. Não sei se a intenção geral do conjunto de séries Criminal – além da espanhola, há as feitas na Alemanha, na França e no Reino Unido – é exatamente essa, mas, para mim, foi o que marcou. Continue lendo “Criminal: Espanha / Criminal: España”

O Inocente / El Inocente

Nota: ★★½☆

Para quem gosta de série com muita violência, reviravolta, mulheres sendo duramente espancadas, sexo com altas doses de sujeira, tara, violência, reviravolta, tomadas de cadáveres rasgados, decompostos, violência, reviravolta, trama artificial que nem plástico sem qualquer coisa a ver com a vida real, situações que só existem em ficção criada por escritores especialmente imaginativos, violência e reviravolta, O Inocente é a mais absoluta perfeição. Continue lendo “O Inocente / El Inocente”

Califado / Kalifat

Nota: ★★★½

Califado, série sueca lançada em 2020, é extremamente bem realizada, em todos os quesitos – e chocantemente perturbadora, apavorante. O ponto de partida é a ameaça de um atentado terrorista que está sendo preparado pelo Exército Islâmico na Suécia em 2015, mas a série é muito mais ampla do que isso. Seus principais personagens são três mulheres, algo um tanto inesperado para uma série sobre terrorismo – o que em si já é uma bela qualidade. Continue lendo “Califado / Kalifat”

Perry Mason

Nota: ★★★★

Perry Mason, esmeradíssima produção da HBO de 2020, de oito episódios, tem o gosto amargo, pesado, apavorante de um tempo e lugar tomados pela desesperança, pela pobreza – em todos os sentidos –, pelo crime, pela corrupção. Em vários pontos, assemelha-se demais a duas obras-primas: Chinatown (1974), de Roman Polanski, e Los Angeles: Cidade Proibida (1997), de Curtis Hanson. Continue lendo “Perry Mason”

Lupin / Lupin – Dans l’ombre d’Arsène

Nota: ★★★½

Lançada mundialmente pela Netflix em 8 de janeiro de 2021, a série Lupin se tornou de imediato um sucesso avassalador. Merece: tem um monte de exageros, é forçoso admitir, mas a produção é cuidadíssima, os atores estão muito bem, a trama é engenhosa, envolvente, fascinante.

Mas… Continue lendo “Lupin / Lupin – Dans l’ombre d’Arsène”

Rojst

Nota: ★★★½

Rojst – a Netflix não se deu ao trabalho de traduzir a palavra de uma única vogal – é uma série policial polonesa, e das boas. Logo no primeiro dos cinco episódios, cada um em torno de 50 minutos, há um duplo assassinato. Os corpos de um figurão e uma jovem e bela prostituta são encontrados em uma floresta, com grandes, profundos cortes no pescoço, feitos com faca grande e afiadíssima. Continue lendo “Rojst”

O Assassino de Valhalla / The Valhalla Murders / Brot

Nota: ★★★☆

Na Islândia, aquela ilha gelada no Atlântico não muito longe do Pólo Norte, com 330 mil habitantes, a média de assassinatos é menor que dois por ano. O número exato é 1,8 homicídios em média a cada ano, desde 2002. O ano mais violento, de lá para cá, foi 2002, quando aconteceram quatro assassinatos. Continue lendo “O Assassino de Valhalla / The Valhalla Murders / Brot”