A Dama de Preto / Park Row

Nota: ★★½☆

(Disponível no Dwan & Walsh Filmes do YouTube, em 12/2023.)

O cinema americano tem longa tradição de obras sobre a imprensa, de Cidadão Kane a Todos os Homens do Presidente, passando por O Homem Que Matou o Facínora, para citar só três imensos clássicos. Mas não há elogio aos jornais, aos jornalistas e ao jornalismo maior, mais derramado, mais apaixonado, mais arrebatado, mais exagerado do que Park Row, no Brasil A Dama de Preto, que Samuel Fuller escreveu, produziu (com dinheiro do próprio bolso) e dirigiu em 1952. Continue lendo “A Dama de Preto / Park Row”

Lady in the Fog ou Scotland Yard Inspector

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 12/2023 com o título Dama no Nevoeiro.)

Está absolutamente escuro naquela rua de Londres, e o nevoeiro – o famosérrimo fog londrino – é espesso. Está tudo tão absolutamente escuro que não são apenas os dois personagens que não enxergam nada, naquelas primeiras tomadas de Lady in the Fog, produção inglesa de 1952: o espectador também mal consegue divisar alguma coisa na tela. Continue lendo “Lady in the Fog ou Scotland Yard Inspector”

Clube Havana / Club Havana

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 11/2023.)

Club Havana, de 1945, é um típico filme B – de orçamento baixo, sem atores famosos e de curta duração –, categoria que Hollywood produziu às pencas nos anos 1930 e 1940, e foi dirigido por um talentoso especialista no assunto, Edgar G. Ulmer. A idéia básica é muito interessante: ao longo de uma noite, em um único ambiente, um grande nightclub de estilo latino, o espectador fica conhecendo mais de uma dúzia de pessoas – frequentadores e funcionários -, ao mesmo tempo em que assiste a vários números musicais. Continue lendo “Clube Havana / Club Havana”

Czarina / A Royal Scandal

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 10/2023.)

“Deliciosa bobagem”, sentenciou a Mary, assim que terminamos de ver A Royal Scandal, no Brasil Czarina – e não pode haver definição mais perfeita para a comédia de 1948 de Otto Preminger e Ernst Lubitsch, não necessariamente nessa ordem. Continue lendo “Czarina / A Royal Scandal”

O Eterno Feminino / Los Adioses

Nota: ★★½☆

(Disponível na Netflix em 7/2023.)

Alguém de língua ferina e gosto especial por ironia, tipo Pauline Kael, poderia dizer que este Los Adioses, no Brasil O Eterno Feminino, sobre Rosario Castellanos, tem uma boa qualidade: ele deixa o espectador bastante curioso para saber mais sobre essa escritora, poeta, diplomata e feminista mexicana, hoje seguramente bem menos conhecida do que deveria. Continue lendo “O Eterno Feminino / Los Adioses”

Um Triste Prazer / Damaged Lives

Nota: ★★½☆

(Disponível no Dwan e Walsh Filmes, no YouTube, em 7/2023.)

Damaged Lives, de 1933, no Brasil Um Triste Prazer, não é um grande filme, em nenhuma das acepções do adjetivo. Em tamanho, duração, é bem pequeno, com apenas 61 minutos. Mas, para quem gosta de cinema, de História do Cinema, é uma preciosidade. E por vários motivos. Continue lendo “Um Triste Prazer / Damaged Lives”

O Morto Desaparecido / Murder is my Beat

Nota: ★★½☆

(Disponível no Dwan e Walsh Filmes no YouTube em 7/2023.)

Típico estilo B em história sobre a suposta assassina Payton descobrindo o verdadeiro criminoso. Com essa frase, ou algo bem parecido (a tradução que fiz não é literal), o crítico Leonard Maltin matou o verbete sobre o filme Murder is My Beat, no Brasil O Morto Desaparecido, que Edgar G. Ulmer lançou em 1955. Simples assim. Continue lendo “O Morto Desaparecido / Murder is my Beat”

Fiéis / Faithfully Yours

Nota: ★★½☆

(Disponível na Neflix em 5/2023.)

Quase toda a ação se passa em Flandres, Bélgica, no município litorâneo de Oostende, à beira do Mar do Norte, mas é uma produção dos Países Baixos; os personagens são todos holandeses, falam, é óbvio, na língua que conhecemos como holandês. Mas a epígrafe e o título do filme são em inglês. Continue lendo “Fiéis / Faithfully Yours”

Quem Ama Não Teme / Never Fear e Escravo de Si Mesmo / Beware, My Lovely

Nota: ★★½☆

(Disponíveis no YouTube em 5/2023.)

Ida Lupino é absolutamente admirável. Atriz, roteirista, produtora e diretora em uma época em que quase nenhuma mulher dirigia e produzia em Hollywood, era um vulcão, uma força da natureza, uma artista “extremamente talentosa, intensa”, como sintetizou a Baseline.  Continue lendo “Quem Ama Não Teme / Never Fear e Escravo de Si Mesmo / Beware, My Lovely”

La Violetera

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 4/2023.)

La Violetera, co-produção Espanha-Itália de 1958 muito mais espanhola que italiana, foi um extraordinário sucesso de público na Espanha da ditadura franquista e nos países da América Latina, ditatoriais ou não, inclusive o Brasil. Durante anos e anos foi um dos filmes espanhóis de maior bilheteria. Continue lendo “La Violetera”

O Pecado da Carne / Rain

[rating:2.5)

(Disponível no Cine Antiqua do YouTube em 5/2023.)

Para a maior parte das pessoas que já ouviram falar em Rain, no Brasil O Pecado da Carne, de 1932, o que mais importa é Joan Crawford. E tem tudo a ver: o filme é Joan Crawford pura, um dos primeiros papéis realmente grandes dessa atriz marcante, uma das maiores estrelas da História do cinema. Continue lendo “O Pecado da Carne / Rain”

O Rei da Noite

(Disponível na Globoplay em 3/2023.)_

A primeira história que Hector Babenco filmou foi criada por ele mesmo – e que história, Dios mio del ciel y tambien de la Tierra! Que vida a desse protagonista Tertuliano Jatobá da Silva, que O Rei da Noite (1975) nos conta desde a infância até a velhice! Amor bruto, amor cachorro, damas da noite, perfídia, loucura, feiúra horrorosa, horror feio, traição, vingança, tapa na cara, infelicidade absoluta, absoluta, absoluta. Continue lendo “O Rei da Noite”

Recordações / The Lost Moment

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 3/2023.)

Quando terminei de ver The Lost Moment, no Brasil Recordações, produção da Universal de 1947 com Robert Cummings e Susan Hayward, não sabia o que dizer, o que pensar, como avaliar. Para mim, pelo menos, ficou naquela categoria de filmes que deixam o espectador um tanto confuso, tonto, zonzo. Continue lendo “Recordações / The Lost Moment”

Traição / Treason

Nota: ★★½☆

(Disponível na Netflix em 1/2023.)

Intrigas, disputas, segredos, ameaças de chantagem e, sim, traições, dentro do MI6, o serviço de inteligência e espionagem do Reino Unido nos dias de hoje – e, como não poderia faltar, a participação de gente da CIA e da SVR, as contrapartidas americana e russa da agência britânica. Esses são os ingredientes básicos de Traição/Treason, minissérie de 5 episódios de cerca de 50 minuto cada, uma co-produção EUA-Inglaterra de 2022. Continue lendo “Traição / Treason”

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal / Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull

Nota: ★★½☆

(Disponível no Telecine/Now em junho de 2023.)

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, de 2008, o quarto filme da saga, foi o que mais juntou superlativos, nos mais variados quesitos.  Foi, disparadamente, o mais exagerado – o exagero do exagero do exagero. O que mais demorou para chegar às telas em relação ao anterior. O que custou mais caro – e o que rendeu mais dinheiro na bilheteria. O que recebeu menos indicações a prêmios. O que teve pior avaliação do público. Continue lendo “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal / Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull”