Depois da Cabana / Liebes Kind

[rating:3}

(Disponível na Netflix em 10/2023.)

Uma mulher sequestrada, abusada, espancada constantemente, mantida em cativeiro, em uma casa hermeticamente fechada, em que não penetra um raio de luz de sol. Duas crianças trancadas ali, anos e anos sem enxergar o céu – e educados com uma rigidez inimaginável pelo pai psicopata, louco varrido, a tal ponto que, sempre que ele chega do mundo exterior, elas erguem os braços para frente, para exibir as mãos, as palmas e as costas das mãos, para provar que estão cuidadosamente limpas. Continue lendo “Depois da Cabana / Liebes Kind”

O Caso Asunta / El Caso Asunta

Nota: ★★★½

(Disponível na Netflix em 5/2024.)

A rigor, a rigor, estaria certo quem dissesse que O Caso Asunta – caprichada produção espanhola de 2024, de seis episódios – é mais um de tantos e tantos filmes e/ou séries sobre desaparecimento e/ou assassinato de crianças baseados em fatos reais. Continue lendo “O Caso Asunta / El Caso Asunta”

Ladrões de Bicicleta / Ladri di Biciclette

Nota: ★★★★

(Disponível no Amazon Prime Video e Belas Artes à La Carte.)

É impossível a gente não ficar pensando, ao revê-lo, sobre o que faz Ladrões de Bicicleta – este filme quase unanimemente incensado como uma das maiores obras-primas da História – se manter tão fresco, vívido, límpido, tocante, emocionante, depois de mais de 70 anos. Continue lendo “Ladrões de Bicicleta / Ladri di Biciclette”

Sombras de um Crime / Marlowe

Nota: ★★★½

(Disponível na Amazon Prime Video e, 9/2023.)

Marlowe, no Brasil Sombras de um Crime, produção de 2022 caprichadíssima, chocante, espantosa, fascinantemente bem cuidada, me deixou pensando em como o cinema é mágico, como o cinema é capaz de fazer as coisas mais inacreditáveis acontecerem diante de nós. Com perdão (ou sem) do autor da frase original, Marlowe é uma bela prova de que o cinema é a magia 24 quadros por segundo. Continue lendo “Sombras de um Crime / Marlowe”

Lady in the Fog ou Scotland Yard Inspector

Nota: ★★½☆

(Disponível no YouTube em 12/2023 com o título Dama no Nevoeiro.)

Está absolutamente escuro naquela rua de Londres, e o nevoeiro – o famosérrimo fog londrino – é espesso. Está tudo tão absolutamente escuro que não são apenas os dois personagens que não enxergam nada, naquelas primeiras tomadas de Lady in the Fog, produção inglesa de 1952: o espectador também mal consegue divisar alguma coisa na tela. Continue lendo “Lady in the Fog ou Scotland Yard Inspector”

Uma Confeitaria para Sarah / Love Sarah

Nota: ★★★☆

(Disponível na Netflix em 9/2023.)

Love Sarah, no Brasil Uma Confeitaria para Sarah, produção britânica de 2020, é um filme simpático, agradável, gostoso, sobre relações afetivas e, como indica o título brasileiro, sobre confeitos, doces, preciosidades para adoçar o paladar, a vida. A diretora Eliza Shroeder o dedicou a Sonja, sua mãe – e, sim, é um filme abertamente de alma feminina. Continue lendo “Uma Confeitaria para Sarah / Love Sarah”

Atlantic Crossing

Nota: ★★★½

(Disponível no Now, Films & Arts, em 8/2023.)

Seguramente nenhum evento da História da humanidade foi tão dissecado pelo cinema quanto a Segunda Guerra Mundial – e no entanto volta e meia surgem obras sobre facetas do conflito que não são amplamente conhecidas. É o caso deste Atlantic Crossing, minissérie extremamente bem cuidada em cada aspecto, em cada quesito, uma co-produção de nada menos seis países: três escandinavos, Noruega, Suécia e Dinamarca, dois dos três que lideraram a luta contra o nazismo, Estados Unidos e Reino Unido, e mais a Alemanha, o país que iniciou a guerra e invadiu praticamente toda a Europa. Continue lendo “Atlantic Crossing”

O Tempo Que Te Dou / El Tiempo Que Te Doy

Nota: ★★★☆

(Disponível na Netflix em 8/2023.)

Moça encontra rapaz, apaixonam-se, passam a morar juntos, são muito felizes por um tempo, surgem problemas, a relação se desgasta, vem a separação, a moça sofre, come o pão que o diabo amassou, mas depois – fazer o quê, né? – começa a se refazer. Continue lendo “O Tempo Que Te Dou / El Tiempo Que Te Doy”

As Nadadoras / The Swimmers

Nota: ★★★★

(Disponível na Netflix em 8/2023.)

As Nadadoras, co-produção Reino Unido-EUA de 2022, dirigido pela jovem Sally El Hosaini, é daquela categoria de filmes que são ao mesmo tempo bons e importantes. Grande cinema e também belo, necessário documento. Conta – com uma profusão de belíssimas imagens e sequências magistrais – a história de duas jovens irmãs sírias. Uma história impressionante, apaixonante, exemplar e, por mais fantástica que seja, verdadeira. Continue lendo “As Nadadoras / The Swimmers”

Romance na Itália / Viaggio in Italia

Nota: ★★★½

(Disponível no YouTube em 10/2023.)

Há alguns pontos sobre Viaggio in Italia, de 1954 – o quarto dos seis filmes de Roberto Rossellini com Ingrid Bergman, então sua mulher – que são absolutamente fascinantes, na minha opinião. O primeiro deles é que, embora realizado por um dos criadores do neo-realismo, Viaggio in Italia não é um filme neo-realista. Continue lendo “Romance na Itália / Viaggio in Italia”

Mixed by Erry

Nota: ★★★☆

(Disponível na Netflix em 7/2023.)

Gostoso, divertido e muito bem realizado, Mixed by Erry, produção italiana de 2023 com a grife Rai Cinema, conta uma daquelas histórias incríveis, fantásticas, inacreditáveis, que – a gente fica imaginando – só poderiam sair da cabeça de um escritor de imaginação insana, maluca, talvez até com a ajuda de um poderoso coquetel de alucinógenos…

… e que, no entanto, se baseia em fatos reais! Continue lendo “Mixed by Erry”

O Gabinete do Dr. Caligari / Das Cabinet des Dr. Caligari

Nota: ★★★★

(Disponível em DVD e no Looke.)

A Alemanha mal começava a sair das ruínas, destroçada, empobrecida, derrotada na Primeira Guerra Mundial e submetida a severíssimas penalidades pelo Tratado de Versalhes, quando, em 1920, o diretor Robert Wiener filmou a história criada e roteirizada por Carl Mayer & Hans Janowitz, sobre uma série de crimes em uma cidadezinha interiorana. Continue lendo “O Gabinete do Dr. Caligari / Das Cabinet des Dr. Caligari”

Fleabag

Nota: ★★★½

(Disponível na Amazon Prime Video em 7/2023.)

Fleabag, 33 anos de idade, uma calamidade ambulante, vida pessoal, afetiva, social, econômica um absoluto e total caos, ganha do pai um voucher para uma consulta com uma psicóloga. A mulher (uma participação especialíssima, apenas naquela sequência, da grande Fiona Shaw) pergunta por que ela acha que o pai sugeriu uma terapia. Continue lendo “Fleabag”