Um Amor em Chinatown / Eat a Bowl of Tea

Nota: ★★★☆

Wayne Wang, chinês nascido em Hong Kong, em 1949, exatamente como seu contemporâneo Ang Lee, chinês nascido em Taiwan, em 1954, entremeia na carreira filmes absolutamente americanos, sem nada a ver com a China, com outros especificamente sobre a comunidade chinesa nos Estados Unidos, para onde seus pais emigraram. Continue lendo “Um Amor em Chinatown / Eat a Bowl of Tea”

O Fundo do Coração / One From the Heart

Nota: ★★★½

O Fundo do Coração/One From the Heart, de Francis Ford Coppola, é com certeza um dos filmes visualmente mais belos que já foram feitos. É também um dos filmes mais pessoais já realizados por um grande diretor americano – e impressiona demais o fato de ter sido feito logo depois de duas produções grandiosas, épicas, painéis, afrescos gigantescos, The Godfather: Part II (1974) e Apocalypse Now (1979). Continue lendo “O Fundo do Coração / One From the Heart”

Meu Amante é do Outro Mundo / Earth Girls are Easy

Nota: ★★☆☆

Se no futuro estudiosos – terráqueos ou alienígenas – quiserem pesquisar sobre as obras do cinemão comercial americano mais despudoradamente bobas, besteróicas, mais desavergonhadamente distantes de qualquer lógica ou seriedade durante os anos 1980, este filme aqui é um prato cheio. Continue lendo “Meu Amante é do Outro Mundo / Earth Girls are Easy”

No Limite da Realidade / Twilight Zone: The Movie

zzzone1

Nota: ★★★☆

Bill Connor (o papel de Vic Morrow) é um sujeito de mal com a vida. Entra num bar de cara amarrada, cenho franzido. Dois amigos dele, Larry e Ray (Doug McGrath e Charles Hallahan), o convidam para sentar à mesa deles. Bill vai logo contando que, ao contrário do que esperava, não foi promovido na firma: promoveram um judeu. Continue lendo “No Limite da Realidade / Twilight Zone: The Movie”

A Rosa Púrpura do Cairo / A Rosa Púrpura do Cairo

 

zzcairo1

Nota: ★★★★

A Rosa Púrpura do Cairo é um filme genial. Dos mais geniais que já foram feitos.

Algumas palavras e expressões vão perdendo um tanto de seu significado, de sua importância, vão se desgastando, por conta do uso indiscriminado, e “genial” é uma delas. Mas é o adjetivo o mais adequado para A Rosa Púrpura: o filme é o resultado de um lampejo de gênio, uma idéia preciosa, única, especial, genial. Continue lendo “A Rosa Púrpura do Cairo / A Rosa Púrpura do Cairo”

A Difícil Arte de Amar / Heartburn

zzheart1

Nota: ★★½☆

Heartburn, no Brasil A Difícil Arte de Amar, que Mike Nichols lançou em 1986, me impressionou por três características. Em primeiro lugar, ele revela intimidades da vida conjugal de duas personalidades famosas, a escritora, roteirista e diretora Nora Ephron e o jornalista Carl Bernstein, do caso Watergate. Continue lendo “A Difícil Arte de Amar / Heartburn”

As Bruxas de Eastwick / The Witches of Eastwick

zzeast1

Nota: ★★★☆

Ao rever As Bruxas de Eastwick em 2004, depois de ter visto na época do lançamento, em 1987, anotei poucas frases: “Eu tinha esquecido de como é bom esse filme. Me surpreendi com o quanto ele é inteligente, sarcástico, ferino. Como todos os fantásticos atores estão bem.” Continue lendo “As Bruxas de Eastwick / The Witches of Eastwick”

O Feitiço de Áquila / Ladyhawke

zzlady1

Nota: ★★★½

A ação de Ladyhawke, no Brasil O Feitiço de Áquila, se passa na Idade Média. Não se especifica a época, mas é depois das Cruzadas, algo aí entre os séculos XIII e XIV. A trilha sonora tem muito solo de guitarra elétrica – forte, bela, envolvente, pop a não mais poder, a trilha composta por Andrew Powell tem a produção de Alan Parsons, o engenheiro de som dos mais belos discos de Pink Floyd, um gênio do estúdio da Londres pós-Beatles. Continue lendo “O Feitiço de Áquila / Ladyhawke”

Fala Greta Garbo / Garbo Talks

zzgarbo1

Nota: ★★½☆

Dois anos depois da obra-prima O Veredicto/The Verdict, de 1982, o grande Sidney Lumet fez este Garbo Talks. É certamente um dos filmes menos falados, menos vistos, de sua longa e extraordinária carreira de grandes obras, lançadas entre 1957 (12 Homens e uma Sentença) e 2007 (Antes Que o Diabo Saiba que Você Está Morto). Continue lendo “Fala Greta Garbo / Garbo Talks”