Arquivos do Rótulo: 1950’s

Duelo de Titãs / Last Train from Gun Hill

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nota: ★★★½

Duelo de Titãs, no original Last Train from Gun Hill, lançado por John Sturges em 1959, é um dos melhores westerns feitos nos anos 1950 e 1960. Posso estar errado, posso não ter muita companhia, mas esta é a minha opinião. Ler Mais »

Passos na Noite / Where the Sidewalk Ends

zzside1

Nota: ★★★☆

Em 1950, seis anos de Laura, aquela absoluta maravilha, o produtor e diretor Otto Preminger reuniu novamente os dois atores do filme que todo mundo aprendeu a cultuar, Dana Andrews e Gene Tierney. A bela e a fera, de novo sob a batuta do austríaco que, parece, dirigia filmes com a dureza de um general prussiano. Ler Mais »

Anjo do Mal / Pickup on South Street

zzpick1

Nota: ★★★☆

Anjo do Mal, no original Pickup on South Street, que o lendário, mítico Samuel Fuller lançou em 1953, é um filme fascinante por diversos motivos. Ler Mais »

Cúmplice das Sombras / The Prowler

zzsombras1

Nota: ★☆☆☆

The Prowler, que no Brasil ganhou o melodramático título de Cúmplice das Sombras, é a prova de que nem todo filme noir brilha. Apesar de ser dirigido por Joseph Losey, cujo assistente era ninguém menos que Robert Aldrich, e de ter entre os roteiristas (embora seu nome não apareça nos créditos) o grande Dalton Trumbo, o filme é bastante fraquinho. Ler Mais »

Sabrina

zzsaabrina1

Nota: ★★★★

Sabrina é um dos mais belos contos de fada que a imaginação humana já conseguiu criar. E é um dos filmes mais encantadores, charmosos, simpáticos, gostosos, divertidos da História do cinema, uma obra-prima que não envelhece nadinha, que encanta mais a cada nova revisão. Ler Mais »

Os Homens Preferem as Louras / Gentlemen Prefer Blondes

zzlouras1

Nota: ★★☆☆

Ver Marilyn Monroe e Jane Russell na tela é, sem dúvida alguma, um grande prazer, uma maravilha. Vê-las boa parte do tempo com as as coxas à mostra, então, é o néctar dos deuses. Agora, que Os Homens Preferem as Louras é um filme bem fraquinho, ah, lá isso também é verdade. Ler Mais »

Amor Eletrônico / Desk Set

zzdesk1

Nota: ★★★☆

Amor Eletrônico, no original Desk Set, de 1957, o oitavo dos nove filmes e a quinta das cinco comédias românticas estreladas pelo casal Spencer Tracy-Katharine Hepburn, é uma absoluta delícia. Mas é mais ainda do que isso: hoje, é uma maravilhosa peça de museu, um case sociológico, um ensaio antropológico, um exemplo de como era a cabeça das pessoas diante da chegada da informática ao local de trabalho, na segunda metade dos anos 50. Ler Mais »

O Mundo da Fantasia / There’s No Business Like Show Business

zzfantasia1

Nota: ★★½☆

O mais comum, e mais lógico, é a canção ser criada para se encaixar na trama do filme. Canções extraordinárias foram feitas, por exemplo, especificamente para a história de amor entre Tony e Maria, em West Side Story, ou para as aventuras de Sally Bowles na Berlim entre guerras, em Cabaret. Ler Mais »

Meu Tio / Mon Oncle

zzoncle1

Nota: ★★★½

O tio, o personagem, é um peça, uma figura rara, daquelas carimbadas, que a gente encontra poucas vezes na vida. Meu Tio, o filme, também. Ler Mais »

Teu Nome é Mulher / Designing Woman

zzwoman1

Nota: ★★★½

Apesar de ser de um diretor respeitado, Vincente Minnelli, e ter dois grandes nomes no elenco, Gregory Peck e Lauren Bacall, Designing Woman, no Brasil Teu Nome é Mulher, de 1957, não ganhou o status de um grande clássico, não está nos livros que reúnem os melhores filmes. Ler Mais »

Travessuras de Casados / We’re Not Married

zzcasados1

Nota: ★★½☆

Esta comedinha de 1952 parte de uma idéia deliciosa: dois anos e meio depois de se casarem diante de um juiz de paz, seis casais são informados de que o casamento não é válido. De que legalmente não são casados, como indica o título original, We’re No Married. Ler Mais »

O Pecado Mora ao Lado / The Seven Year Itch

zzseven1

Nota: ★★★½

Exatos 60 anos depois de ter sido feito – as filmagens foram entre setembro e novembro de 1954 –, e 52 anos depois que eu o vi pela primeira vez, O Pecado Mora ao Lado/The Seven Year Itch continua sendo um filme absolutamente delicioso. Tornou-se, com o tempo, um grande clássico, dos maiores que há, e tem uma das seqüências mais antológicas de toda a história do cinema. Ler Mais »

Crepúsculo dos Deuses / Sunset Boulevard

zzsunset1

Nota: ★★★★

Crepúsculo dos Deuses/Sunset Boulevard é um dos filmes mais cruelmente amargos que já foram feitos sobre a indústria cinematográfica. Na verdade, é um dos filmes mais cruelmente amargos que já foram feitos, ponto final. Ler Mais »

Alta Sociedade / High Society

zzhigh1

Nota: ★★★☆

Alta Sociedade, de 1956, tem uma das mais belas sequências da história do cinema. Na minha opinião, é claro – e a frase pode espantar muita gente. Como assim? Uma comedinha musical de Hollywood? Ler Mais »

O Homem dos Olhos Frios / The Tin Star

zztin1

Nota: ★★★½

Nunca é tarde para descobrir a maravilha que é The Tin Star, que Anthony Mann lançou em 1957, e no Brasil teve o título O Homem dos Olhos Frios. Ler Mais »