Arquivos do Rótulo: Preto-e-Branco

Ato de Violência / Act of Violence

zzato1

Nota: ½☆☆☆

Nem todo filme de grande diretor e com bons atores presta. Não é porque é noir – um dos gêneros mais adorados pelos cinéfilos mundo afora – que um filme é necessariamente bom. Ato de Violência, que Fred Zinnemann lançou em 1948, é mais uma prova dessas verdades inescapáveis. Ler Mais »

Os Corruptos / The Big Heat

zzbig1

Nota: ★★★½

The Big Heat, de 1953, no Brasil Os Corruptos, é um grande filme, uma obra-prima. É um dos melhores filmes da fase americana do alemão Fritz Lang, um dos maiores realizadores do primeiro século do cinema. Ler Mais »

A Hora Final / On the Beach

zzbeach1

Nota: ★★★☆

A Hora Final, no original On the Beach, de Stanley Kramer, é um filme importante. Merece o maior respeito. Foi um dos primeiros a mostrar o planeta após a guerra nuclear, o fim do mundo, o armagedom. Ler Mais »

O Delator / The Informer

zzdelator1

Nota: ★★☆☆

Deus e religião têm presença forte em O Delator/The Informer, o filme de 1935 de John Ford unanimemente considerado uma grande obra-prima. Não poderia ser diferente, já que é um filme passado na Irlanda, sobre acontecimentos da Irlanda, um país extremamente religioso. Ler Mais »

Atire a Primeira Pedra / Destry Rides Again

zzdestry1

Nota: ½☆☆☆

Destry Rides Again, no Brasil Atire a Primeira Pedra, de 1939, é unanimemente incensado. E, além de elogiado, é reconhecido como de importância histórica por ter reacendido o brilho da carreira de Marlene Dietrich, num período em que ela era considerada “veneno de bilheteria” e justamente no momento em que começava a Segunda Guerra Mundial, durante a qual ela trabalharia com os soldados aliados contra as tropas de seu país natal, a Alemanha. Ler Mais »

Meu Filho é Meu Rival / Come and get it

zzcome1

Nota: ★★★☆

Come and get it, lançado em 1936, tem diversas características para fazer a felicidade dos cinéfilos, em especial os que gostam dos filmes da época de ouro de Hollywood. Os créditos iniciais dizem que o filme é dirigido por Howard Hawks e William Wyler – um caso raríssimo, quase único, de obra dirigida por dois dos grandes realizadores do cinema americano. Ler Mais »

Anjo / Angel

zzangel1

Nota: ★★★★

Anjo/Angel foi, para mim, uma fantástica, maravilhosa descoberta. Este filme que Ernst Lubitsch fez em 1937 tem muito menos fama, muito menos reconhecimento do que deveria. Pelo que dá para perceber, simplesmente não foi compreendido em sua época. Ler Mais »

Ela Queria Riquezas / Rings on Her Fingers

zzrings1

Nota: ★½☆☆

O diretor, Rouben Mamoulian, é respeitável. No elenco estão o impecável Henry Fonda, a fantástica, apaixonantemente bela Gene Tierney, aos 22 aninhos de idade, mais a simpatia de Spring Byington, num papel diferente do que era o seu padrão. Produção da Fox em 1942, Hollywood da época dourada. Ler Mais »

O Segredo das Jóias / The Asphalt Jungle

zzsegredop1

Nota: ★★★½

O Segredo das Jóias, no original The Asphalt Jungle, de John Huston, de 1950, é um dos maiores clássicos do cinema policial, e um dos melhores e definitivos filmes sobre assalto que já foram feitos. Ler Mais »

Madame Bovary

zzbovary1

Nota: ★★★☆

Os franceses têm adoração por Madame Bovary. A obra de Gustave Flaubert de 1857 é um dos mais incensados romances jamais escritos na língua de Molière, Voltaire, Balzac, Dumas pai e Dumas filho, Hugo, Sartre, Camus. Ler Mais »

Como Era Verde o Meu Vale / How Green Was My Valley

zzverde1

Nota: ★★★★

O nome dele era John Ford e, bem diferentemente do que indica sua frase famosérrima, não fazia apenas westerns. Claro, fazia westerns, e fez alguns dos melhores que há. Mas fez de tudo, passou por todos os gêneros. Ler Mais »

O Justiceiro / Boomerang!

zzboo1

Nota: ★★★½

Boomerang!, de 1947, foi o terceiro filme de Elia Kazan. Ele havia deixado Nova York e ido para Hollywood pouco antes, e chegou ao cinema já com imensa fama e reconhecimento como diretor de teatro na Broadway e um dos fundadores do Actors Studio. Ler Mais »

Neblina e Sombras / Shadows and Fog

zzshadows1

Nota: ★★★½

Duas constatações ficaram me passando pela cabeça enquanto revia Neblina e Sombras (1991) e logo depois. A primeira: este talvez seja o filme mais europeu de Woody Allen. Embora inteiramente filmado num estúdio de Nova York, é mais europeu até que seus filmes produzidos na Inglaterra, França, Espanha e Itália. Ler Mais »

Mortalmente Perigosa / Gun Crazy

zzgun1

Nota: ★★½☆

Gun Crazy, produção feita fora dos grandes estúdios e lançada no iniciozinho de 1950, dirigida por Joseph H. Lewis, um realizador que privilegiava a aparência, a forma, os fogos de artifício, começa tratando de um dos temas mais sérios que pode haver: exatamente o que diz o título original, a paixão pelas armas. Ler Mais »

Até que a Morte nos Separe / The Great Man’s Lady

zzgreat1

Nota: ★½☆☆

The Great Man’s Lady, no Brasil Até que a Morte nos Separe, é mais uma comprovação de duas verdades irretorquíveis. Nem todas as produções caprichadas do período de ouro de Hollywood são bons filmes. E boas intenções não necessariamente resultam em grandes obras. Ler Mais »