Arquivos do Rótulo: EUA-Europa: amor e ódio

Meu Tio / Mon Oncle

zzoncle1

Nota: ★★★½

O tio, o personagem, é um peça, uma figura rara, daquelas carimbadas, que a gente encontra poucas vezes na vida. Meu Tio, o filme, também. Ler Mais »

O Negociador / Whole Lotta Sole

zzsole1

Nota: ★★★☆

Whole Lotta Sole, no Brasil O Negociador, é uma comédia engraçadíssima, hilariante. Fala de temas pesados de uma forma alegre, extremamente bem humorada, livre leve solta, de quem está de bem com a vida. Ler Mais »

Walt nos Bastidores de Mary Poppins / Saving Mr. Banks

zzsaving1

Nota: ★★★½

Nos primeiros 10, 15 minutos do fascinante Saving Mr. Banks, no Brasil Walt nos Bastidores de Mary Poppins, o espectador fica se perguntando: como uma mulher tão absolutamente chata, mal-humorada, de mal com a vida, intolerável, pôde criar um personagem tão alegre, tão delicioso quanto Mary Poppins? Ler Mais »

Quando o Coração Floresce / Summertime

zzsummertime1

Nota: ★★★½

Sir David Lean (1908-1991), um dos maiores cineastas da História, foi homem de filmografia não muito vasta. Dirigiu apenas 16 longa-metragens, ao longo de 42 anos. Summertime, de 1955, foi o 11º, e o último de seus filmes mais intimistas. A partir daí, ele passaria a fazer superproduções, grandes épicos, gigantescos afrescos. Ler Mais »

A Datilógrafa / Populaire

zzdati1

Nota: ★★★☆

A Datilógrafa, no original Populaire, é um filme bem sem-vergonha – sem vergonha de ser alegre, pra cima, de ter um gosto de nostalgia, de fugir do realismo como o diabo foge da cruz. É uma absoluta delícia. Ler Mais »

Para Roma com Amor / To Rome with Love

kinopoisk.ru

Nota: ★★☆☆

Depois de mais de quatro décadas fazendo um filme por ano, e filmes que variam entre bons, ótimos e extraordinários, Woody Allen errou a mão. Para Roma com Amor é uma decepção. Ler Mais »

O Turista Acidental / The Accidental Tourist

zzturista1

Nota: ★★★★

Apenas sete anos depois de terem protagonizado algumas das mais quentes, arrebatadoras cenas de sexo do cinema americano em Corpos Ardentes/Body Heat (1981), Kathleen Turner e William Hurt se reencontram, dirigidos pelo mesmo realizador, Lawrence Kasdan. Estão frios, gélidos. Ler Mais »

A Princesa e o Plebeu / Roman Holiday

zzroman1

Nota: ★★★★

Joe Bradley e Anne formam, com toda certeza, um dos casais mais simpáticos, charmosos, encantadores da história do cinema. Ler Mais »

Quatro Casamentos e um Funeral / Four Weddings and a Funeral

zzfour1

Nota: ★★★★

Foi um baita prazer rever Quatro Casamentos e um Funeral. Que maravilha de filme, meu Deus do céu e também da terra! Ler Mais »

Quando Setembro Vier / Come September

Nota: ★★★☆

Quando Setembro Vier, no original Come September, a comedinha feita por Robert Mulligan em 1961, com o galãzão Rock Hudson, a gostosérrima Gina Lollobrigida e os garotinhos Bobby Darin e Sandra Dee, e mais estonteantes paisagens da Itália, é uma total, absoluta delícia. Ler Mais »

Charada em Veneza / The Honey Pot

Nota: ★★★☆

Uma diversão inteligente, elegante, suavemente sofisticada – e extremamente palavrosa, é verdade. Não se poderia esperar nada diferente de Joseph L. Mankiewicz, um dos mais palavrosos, literários dos realizadores americanos, se não for o mais de todos. Ler Mais »

Sete Dias com Marilyn e O Príncipe Encantado

Nota: ★★★½

Nota: ★★☆☆

Para contar como foi feito um filme fraco, bobo, menor, fizeram um filme espetacular. Ler Mais »

Paris Vive à Noite / Paris Blues

Nota: ★★★☆

Paris Vive à Noite, no original Paris Blues, é um filme riquíssimo em informações, qualidades, belezas. Não chega, ao menos na minha opinião, a ser grande filme. Mas como documento tem imenso, fantástico valor. Ler Mais »

Momento Inesquecível / Local Hero

Nota: ★★★½

Momento Inesquecível, no original Local Hero, de 1983, é uma pequena pérola. Uma ode à alegria de viver, aos pequenos prazeres da vida, uma fábula para defender a moral de que o dinheiro é pouco importante, que há muitos valores mais fundamentais, que é imbecilidade centrar a vida na busca de ganhar e juntar bens materiais. Ler Mais »

Meia-Noite em Paris / Midnight in Paris

Nota: ★★★★

Meia-Noite em Paris só poderia se passar em Paris. Não poderia ser Meia-Noite em Londres, ou em Nova York, ou em Moscou, ou em Berlim, ou em Roma, ou em Atenas, ou no Rio de Janeiro. Não apenas porque Paris é extraordinariamente bela. Londres, Roma, Berlim, Moscou, Rio também são belas cidades. Ler Mais »