Evidências de um Crime / Cleaner


Nota: ★★★☆

Anotação em 2009: Este Evidências de um Crime é um thriller muito bom. É assim um filme com um espírito bem noir, numa aparência muito colorida, com uma câmara que parece a de um diretor de filmes publicitários. É uma mistura estranha, esquisita – mas que acaba sendo fascinante. Continue lendo “Evidências de um Crime / Cleaner”

O Crime que o Mundo Esqueceu / Everybody Wins


Nota: ★★★☆

Anotação em 2009: O Crime que o Mundo Esqueceu é um filme rico, interessantíssimo. Há momentos em que ele parece doido, confuso, perdido; parece que os personagens não batem bem, que as informações não se ajustam umas às outras, não fazem sentido. É uma impressão ilusória, passageira: no fim, tudo se encaixa perfeitamente. Continue lendo “O Crime que o Mundo Esqueceu / Everybody Wins”

Pânico nas Ruas / Panic in the Streets


Nota: ★★½☆

Anotação em 2003: A história – que ganhou um Oscar – é simples: homem chega num navio a Nova Orleans com uma doença extremamente transmissível, é morto depois de um jogo de cartas, e a polícia e o departamento sanitário, na pessoa de um esforçado médico (Richard Widmark), vão atrás dos participantes do jogo antes que a doença se espalhe como uma peste. Continue lendo “Pânico nas Ruas / Panic in the Streets”

Cidade Negra / Dark City


Nota: ★★☆☆

Anotação em 2002: Um noir com algumas coisas muito boas e outras absolutamente infantis. Uma coisa boa: a loura (Lizabeth Scott, essa moça que desapareceu completamente a partir de meados da década de 50) é exatamente o oposto da loura dos noirs de sempre: é doce, meiga, apaixonada, fidelíssima como um cão de guarda. Uma coisa absurdamente ruim: o personagem central, um homem como tradicionalmente nos noir perdido após a Segunda Guerra, de repente se encontra e fica melhor que Madre Tereza de Calcutá. Continue lendo “Cidade Negra / Dark City”

Do Lodo Brotou uma Flor / Ride the Pink Horse


Nota: ½☆☆☆

Anotação em 2001, com complemento em 2008: Bola preta. Este foi um dos piores de todos os filmes do festival de noirs que o Telecine 5, o canal de filmes clássicos, apresentou. Coisa completamente incompreensível, uma seqüência totalmente sem sentido de acontecimentos soltos, disparatados, ilógicos. Continue lendo “Do Lodo Brotou uma Flor / Ride the Pink Horse”

Alma Torturada / This Gun For Hire


Nota: ★★½☆

Anotação em 2001: O letreiro, se não me engano, traz um “introducing Alan Ladd” – embora ele tivesse feito uns 15 ou 20 papéis pequenos, quase figurações, em filmes anteriores, inclusive Cidadão Kane. Parece que foi a partir deste filme aqui, Alma Torturada, e de The Glass Key, do mesmo ano, que ele ficou conhecido. Continue lendo “Alma Torturada / This Gun For Hire”