A Taberna das Ilusões Perdidas / The Rat Race

Nota: ★★★☆

O tempo mexe com tudo. The Rat Race, dirigido pelo ótimo Robert Mulligan em 1960, fala das terríveis durezas que aguardam os jovens interioranos que chegam à grande metrópole. Mostra, por exemplo, o apelo à prostituição, a violência dos bandidos, golpes inesperados praticados por gente que parece decente. Continue lendo “A Taberna das Ilusões Perdidas / The Rat Race”

Professor Marston e as Mulheres Maravilhas / Professor Marston and the Wonder Women

Nota: ★★★½

Nada como vidas fascinantes para render filmes fascinantes – e as vidas dos psicólogos William e Elizabeth Marston e sua aluna, depois assistente e depois amante Olive Byrne são absolutamente extraordinárias. Continue lendo “Professor Marston e as Mulheres Maravilhas / Professor Marston and the Wonder Women”

Grand Canyon – Ansiedade de uma Geração / Grand Canyon

Nota: ★★★★

Não era para ser assim. Não era para ter tanta violência, tanta insegurança, tanto medo. Não era, de jeito nenhum, para ter tanta miséria no mundo, esse fosso entre os ricos e os pobres – esse abismo gigantesco, colossal, um Grand Canyon separando os que têm tudo sobrando e os que não têm coisa alguma. Continue lendo “Grand Canyon – Ansiedade de uma Geração / Grand Canyon”

A Livraria / The Bookshop

Nota: ★★½☆

Todas as intenções, em A Livraria/The Bookshop, co-produção Espanha-Inglaterra-Alemanha de 2017, são nobres, boas, generosas. É a história de uma jovem viúva amante das letras e dos livros que luta para abrir e manter uma livraria em uma pequenina cidade litorânea inglesa no finalzinho dos anos 1950. Continue lendo “A Livraria / The Bookshop”

Um Instante de Amor / Mal des Pierres

Nota: ½☆☆☆

Mal de Pierres, no Brasil Um Instante de Amor, foi indicado para nada menos que 8 Césars, o maior prêmio do cinema francês, inclusive nas principais categorias: melhor filme, melhor direção para Nicole Garcia, melhor atriz para Marion Cotillard, melhor roteiro adaptado para a própria Nicole Garcia e Jacques Fieschi.

Continue lendo “Um Instante de Amor / Mal des Pierres”

O Orgulho / Le Brio

Nota: ★★★★

O Orgulho, no original Le Brio (2017) é antes de tudo, para começo de conversa, um ato de coragem. Para seu quinto longa-metragem como diretor, Yvan Attal – ator consagrado, experiente – escolheu temas difíceis, polêmicos demais: o racismo na França de hoje e o politicamente correto, o dever, a obrigação de ser politicamente correto no ambiente universitário. Continue lendo “O Orgulho / Le Brio”