No Caminho dos Elefantes / Elephant Walk


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2003: Uma enorme bobagem, um desperdício da beleza esplendorosa de Liz Taylor na flor da juventude, uma daquelas porcarias que os colonialistas gostam de fazer sobre o exotismo da paisagem das colônias – no caso, o Ceilão dos anos 40, hoje Sri Lanka. 

Liz faz a noiva inglesa de um fazendeiro (Peter Finch) radicado no Ceilão, onde o pai dele construiu uma mansão exatamente no local usado como caminho das manadas de elefantes; a princípio encantada com a possível aventura de viver num lugar exótico, a moça logo se cansa daquilo tudo, inclusive do marido, e se apaixona por um recém-chegado (Dana Andrews). A localização da mansão do fazendeiro indica o que irá acontecer – os elefantes vão chegar! Bela merda.

Os alfarrábios não acrescentam muito, a não ser a informação de que a primeira atriz escalada para o papel da noiva havia sido Vivien Leigh – inglesa como Liz, de olhos radiantes como Liz. Vi em algum lugar que algumas cenas chegaram a ser filmadas com Vivien Leigh, antes que ela fosse substituída por Liz. Menos um filme ruim na carreira de uma, mais um filme ruim na carreira da outra.

aliz

No Caminho dos Elefantes/Elephant Walk

De William Dieterle, EUA, 1954.

Com Elizabeth Taylor, Peter Finch, Dana Andrews

Música Franz Waxman

Cor, 103 min

*

Título em Portugal: A Senda dos Elefantes

3 Comentários