Calvário de Glória / Career


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2000:  No começo, até que o filme promete: vamos ver as dificuldades de um sujeito do interior que tenta a sorte no teatro em Nova York. Mas o filme desanda depressa, é longo, chato, arrastado.

Shirley MacLaine está lindinha, muito jovem, no tempo em que ela andava com a turma de Sinatra – mas isso não ajuda muito.

Dei uma olhada no Leonard Maltin, e ele tem razão: Carolyn Jones – aquela moça de cabelos negros e imensos olhos claros, que também andou como satélite da turma de Sinatra naquela época – é a melhor coisa do filme, como a ex-atriz, agora agente, solitária, amarga, mas de bom coração.

Calvário de Glória/Career

De Joseph Anthony, EUA, 1959.

Com Anthony Franciosa, Dean Martin, Shirley MacLaine, Carolyn Jones, Joan Blackman, Robert Middleton

Roteiro James Lee, baseado em sua peça.

P&B, 105 min

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*