As Três Noites de Eva / The Lady Eve


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2000, com complemento em 2008: Esse Preston Sturges, que eu só vim a conhecer aos 50 anos, por causa do bendito Telecine 5, é de fato uma figura; consegue fazer um filme extraordinário – Contrastes Humanos/;Sullivan’s Travels – e ao mesmo tempo um bando de bobagens.

Bobagem é exatamente o que este filme aqui é, um absurdo desperdício dos talentos de Henry Fonda, La Stanwyck e Charles Coburn. Bobagem, screwball comedy, coisa sem pé nem cabeça, sem qualquer noção de lógica.

OK: na cena em que os dois se conhecem no navio, e ela o leva para a sua cabine, para que ele ponha um outro sapato no pé dela, Barbara Stanwyck, essa atriz fantástica, de presença fortíssima em todos os filmes em que aparece, esbanja sensualidade como poucas vezes no cinema. É tão impressionante quanto a cena das pernas dela quando ela e Fred MacMurray se encontram em Pacto de Sangue/Double Indemnity. E o Sturges consegue fazer uma cena sensual e ao mesmo tempo fazer uma gozação com a cena sensual. Barbara Stanwyck é uma atriz extraordinária, mesmo numa bobagem arretada. Mas que desperdício de talentos, meu Deus!

Vejo, em 2008, que a exigente Pauline Kael curtiu o filme, e muito: “Uma obra-prima frívola. Como Levada da Breca, As Três Noites de Eva é uma mistura de pastelão visual e verbal, de grande inventiva e escorregões. Barbara Stanwyck estica sua perna sensacional, e Henry Fonda tropeça nela. Ela é uma vigarista profissional do baralho, e ele um cientista milionário que entende mais de cobras do que de mulheres; nenhum dos dois jamais esteve tão engraçado. O filme, baseado numa história de Monckton Hoffe, e com roteiro e direção de Preston Sturges, é cheio de momentos e falas clássicos; representa um atordoante ponto alto da comédia de Sturges”.

Bem, se ela diz…

As Três Noites de Eva/The Lady Eve

De Preston Sturges, EUA, 1941.

Com Henry Fonda, Barbara Stanwyck, Charles Coburn

Roteiro Preston Sturges

Baseado em história de Monckton Hoffe

P&B, 94 min.

Um Trackback

  1. […] Travels, no Brasil Contrastes Humanos, escrito e dirigido por Preston Sturges e lançado em 1941, é um filme extraordinário, uma obra-prima. No entanto, minha impressão é de […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*