A Volta para o Adeus / All the Way Home


Nota: ★★☆☆

Anotação em 2000: Um filme desconcertante, de tão mínima, minimalista que é a história. A intenção clara é comover. Nem chega a fazer pensar muito, porque é tudo tão simples, óbvio e previsível – como a própria vida, afinal.

Belas interpretações da fantástica Jean Simmons, de Robert Preston e do garotinho que faz o filhinho do casal simples, honesto, crente, que enfrenta a morte do pai em um acidente de carro, numa região rural do Sul profundo nos anos 30, coisas da vida.

Leonard Maltin foi todo superlativo com o filme – “extraordinário”, “belamente realizado, com Simmons oferecendo uma atuação de ganhar prêmio”. Steven H. Scheuer também elogia muito – “muito dele é comovente e tocante”.

A Volta para o Adeus/All the Way Home

De Alex Segal, EUA, 1963.

Com Jean Simmons, Robert Preston, Aline MacMahon, Pat Hingle

Roteiro Philip H. Heisman Jr.

Baseado na novela A Death in the Family, de James Agee, transformada em peça de teatro por Tad Mosel 

P&B, 97 min.

2 Trackbacks

  1. Por 50 Anos de Filmes » Victor/Victoria em 16 dezembro 2010 às 4:43 pm

    […] boate na hora em que Victoria faz o teste um dos artistas que se apresentam no Chez Louis, Toddy (Robert Preston), um homossexual convicto – ou bicha velha, como ele mesmo se chama. Por outro acaso, ele […]

  2. Por 50 Anos de Filmes » Quando nasceram as estrelas em 2 junho 2011 às 2:27 pm

    […] Simmons: Entre Deus e o Pecado/Elmer Gantry (1960); A Volta para o Adeus/All the Way Home (1963); Colcha de Retalhos/How to Make an American Quilt […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*