O Amigo Oculto / Hide and Seek


Nota: ★★☆☆

Anotação em 2006, com complemento em 2008: Filme de ação/suspense/terror com bom elenco e produção de primeira, que no começo até que intriga o espectador, mas depois se enrola no óbvio. A menina Dakota Fanning enfrenta um Robert De Niro, um Denzel Washington, qualquer um, de igual pra igual.

 Tem um monte de ator mirim muito bom, e é impressionante como muitos simplesmente desaparecem com o passar do tempo. Na verdade, são poucos os que se mantêm na carreira depois de atravessar a adolescência – como uma Natalie Wood, um Mickey Rooney, uma Judy Garland ou um Christian Bale. Claro que não dá para saber o que vai acontecer com essa Dakota Fanning, mas o fato é que, mesmo se ela sumir, já terá deixado uma bela carreira. A menina nasceu em 1994, e até 2008 já colecionava 13 prêmios e 13 outras indicações, em 37 filmes para o cinema ou em séries de TV, e tinha trabalhado ao lado de Tom Cruise, Robert De Niro, Denzel Washington, Sean Penn, Kevin Bacon, Kris Kristofferson. Um absurdo.

A trama é assim (e, por comodismo, uso um texto do iMDB): Depois do suicídio da sua mulher (Amy Irving), David Callaway (Robert De Niro) leva sua filha Emily (Dakota Fanning) para uma nova casa, no interior do Estado de Nova York. Emily está mentalmente perturubada, e, em vez de melhorar, começa a se afastar ainda mais do mundo ao redor dela, brincando sempre com um amigo imaginário, Charlie, de esconde-esconde – o hide and seek do título original.

Mas tudo vai mudar, e haverá reviravoltas.    

O iMDB tem uma informação interessante. O diretor John Poison fez o povo do casting entrevistar e testar diversas garotinhas para o papel de Emily, na esperança de “encontrar outra Dakota Fanning”. No final, desistiram, e contrataram a própria.  

O Amigo Oculto/Hide and Seek

De John Polson, EUA, 2005.

Com Robert De Niro, Dakota Fanning, Elisabeth Shue, Famke Janssen, Amy Irving

Roteiro Ari Schlossberg

Produção 20th Century Fox

Cor, 101 min. 

4 Comentários para “O Amigo Oculto / Hide and Seek”

  1. Não é nenhuma obra-prima mas é interessante.
    Quando for à minha locadora vou ver se há por lá.
    Um filme com ela de que gostei mesmo muito foi “I am Sam” com o Sean Penn.
    Só a banda sonora é uma delícia – Beatles!
    Embora sejam covers, mas não havia dinheiro para os originais…

  2. Sim, concordo: “I am Sam” é muito bom, a menina Dakota Fanning está ótima e a trilha é sensacional. Tenho o CD: são belos covers dos Beatles.
    Um abraço, José Luís.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.