A Dez Segundos do Inferno / Ten Seconds to Hell


Nota: ★★½☆

Anotação em 2005: Sombrio, duro, desesperançado, pesado retrato da Alemanha logo após o fim da Segunda Guerra.

Alemães que tiveram problemas de disciplina durante a guerra se oferecem como voluntários para trabalhar no desarmamento de bombas que caíram sobre Berlim mas não explodiram. Não se pode imaginar atividade mais próxima da morte.  

Jeff Chandler faz o sem caráter, o que procura tirar algum prazer do resto da vida; Jack Palance, em um de seus poucos papéis como herói, faz o antigo arquiteto que mantém nobreza no caráter apesar de tudo o que enfrentou na vida. Os dois vivem na tensão absoluta de poder morrer no trabalho a qualquer momento – e, nos momentos de folga, disputam as atenções de uma bela mulher (Martine Carol).

A fotografia em preto-e-branco da capital alemã em ruínas é extraordinária. O filme foi de fato rodado na Alemanha, no auge da guerra fria.

O ótimo Robert Aldrich (1918-1983) estava no auge da forma. Já havia feito os noirs A Morte num Beijo/Kiss me Deadly, de 1955, e A Grande Chantagem/The Big Knife, também de 1955. Depois deste A Dez Segundos do Inferno, ele faria O Último Pôr-do-Sol/The Last Sunset, de 1961, um grande western com toque de tragédia grega, com Rock Hudson, Kirk Douglas e Dorothy Malone. Em seguida, faria os dois de terror com Bette Davis, O Que Terá Acontecido com Baby Jane?/Whatever Happeened to Baby Jane? (1963) e Com a Maldade na Alma/Hush… Hush, Sweet Charlotte (1964).

A Dez Segundos do Inferno/Ten Seconds to Hell

De Robert Aldrich, Inglaterra-EUA, 1959.

Com Jeff Chandler, Jack Palance, Martine Carol

Roteiro Teddi Sherman e Robert Aldrich

Baseado na novela O Fênix, de Lawrence Bachmann

Fotografia Ernest Laszlo

P&B, 93 min

Um Trackback

  1. Por 50 Anos de Filmes » Lore em 12 Janeiro 2015 às 12:05 pm

    […] grande Robert Aldrich lançou em 1959 A Dez Segundos do Inferno, um filme sombrio, duro, desesperançado sobre a Alemanha logo após o fim da guerra. Dois anos […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*