Um Caso Meio Incomum / Slaves of New York


Nota: ½☆☆☆

Anotação em 1997:É absolutamente impressionante que James Ivory, sempre chamado de o mais inglês dos diretores americanos, autor de belíssimas reconstituições de época, rígido defensor (embora em estilo suave) dos pequenos avanços dos costumes, rígido crítico (embora em estilo suave) das hipocrisias todas da sociedade dos ricos Wasp, autor de bons ou ótimos filmes – Uma Janela Para o Amor, The Bostonians, Maurice, Mr. & Mrs. Bridge, Retorno a Howards End e o excepcional Vestígios do Dia – tenha sido capaz de fazer tamanha merda.

É tudo errado, tudo, tudo. Começa que ele pretendeu fazer uma comédia, e o máximo que se consegue é dar um sorrisinho amarelo ao longo do filme inteiro. Tudo, tudo, tudo péssimo.

Tenho preguiça de escrever mais sobre tamanha porcaria. Leonard Maltin diz que é um filme mal orientado; “no papel da protagonista, a talentosa Bernadette Peters parece toda errada: é inteligente demais para passar a maior parte do filme sendo humilhada pelo namorado (Howard). Comprido demais e sem foco”.

         Boa, Maltin.

Um Caso Meio Incomum/Slaves of New York

De James Ivory, EUA, 1989.

Com Bernadette Peters, Adam Coleman Howard, Chris Sarandon, Mary Beth Hurt, Nick Corri, Madeleine Potter, Mercedes Ruehl, Betty Comden, Steve Buscemi, Michael Schoeffling, Tammy Grimes, Charles McCaughan, Anthony LaPaglia

Roteiro Tama Janowitz, baseado em seus contos

Cor, 124 min.

Um comentário para “Um Caso Meio Incomum / Slaves of New York”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *