Um Encontro Para Sempre / A Month by the Lake


Nota: ★★½☆

Anotação em 1996: Quase um belo filme. Inglesa de meia idade, Miss Bentley (Vanessa, com uma beleza esplendorosa aos 58 anos de idade), vai pelo 16º ano consecutivo passar as férias de abril em uma vila italiana perto do Lago Como, em 1937, às vésperas da Segunda Guerra, e pela primeira vez sem o pai, pintor, morto pouco antes.

Conhece um major inglês (Edward Fox), que a atrai, mas que só resolve ficar mais tempo porque é seduzido por uma jovem americana linda (Uma Thurman), trabalhando como governanta de família rica italiana. A inglesa tem a fotografia como hobby, e herdou do pai um bom sentido de observação. Ele pergunta se ela já foi casada, e ela responde, britanissimamente, dizendo que ele é much too inquisitive, e que havia aprendido com o seu pai que é melhor observar do que ser observada. Mas em seguida conta que teve um amor durante 14 anos; ele era casado. Quando ele enfim ficou viúvo, não havia mais ligação entre eles.

         A idade e a segurança trazida por ela ajudam Miss Bentley a enfrentar a rivalidade da jovem deslumbrante e bobinha, e isso é interessante. Mas há coisas que não funcionam direito. O fato de ela usar um garotão italiano para fazer ciúmes no major, por exemplo, não se coaduna direito com o personagem. Há momentos em que o filme resvala para uma comedinha boba tipo Quando Setembro Vier, e o diretor perde um pouco a mão. Edward Fox me pareceu muito careteiro – e só depois de ver o filme verifiquei que ele é o irmão dois anos mais velho de James Fox, este um grande ator. (Edward fez o Chacal, no Dia do Chacal, brilhante.)

A música é linda, os cenários são deslumbrantes, a fotografia e a direção de arte (todos de italianos) é brilhante. Vanessa é um monumento. É quase um belo filme.

Um Encontro Para Sempre/A Month by the Lake

De John Irvin, Inglaterra, 1995.

Com Vanessa Redgrave, Edward Fox, Uma Thurman, Alida Valli.

Bas romance de H. B. Bates

Roteiro Trevor Bentham

Fotografia Pasqualino de Santis

Música Nicola Piovani

Direção de arte Gianni Giovagnoni

Cor, 92 min.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *