Surpresas do Coração / French Kiss


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995: Delícia de filme. Uma comedinha romântica que de fato é cômica e é romântica, agradável, simpática, despretensiosa.

Meg Ryan, com aquela carinha de anjo, está maravilhosa como a americana que vive no Canadá e morre de medo de avião, mas tem que vencer o pavor para ir atrás do noivo que viajou para a França e de lá telefonou para cancelar o casamento marcado para daí a pouco. Determinada a reconquistar o noivo, ela embarca, como quem dá-se ao carrasco. (O verso de Chico cai como uma luva para a situação.)

Aí, no avião, apavorada, invertendo a canção de Cole Porter e cantando “I hate Paris” para tentar controlar o medo, tem o azar de sentar-se ao lado de um francês insuportável, com um ridículo bigodinho, que fica puxando papo (e é tudo que ela não quer), falando sem parar e tomando uma vodca atrás da outra.

O papel do francês é feito pelo americaníssimo Kevin Kline, que está em diversos filmes de Lawrence Kasdan. Ele se sai com brilhantismo na tarefa de fazer o francês chato, falando um inglês carregado de sotaque francês – e até canta, com sua própria voz, La Mer, do Charles Trenet.

 O filme tem muitos pontos em comum com O Turista Acidental, que o próprio Kasdan havia feito sete anos antes, em 1988, mas sem a amargura que permeava aquele outro filme.

Surpresas do Coração/French Kiss

De Lawrence Kasdan, EUA-Inglaterra, 1995

Com Meg Ryan, Kevin Kline, Jean Reno, Timothy Hutton

Argumento e roteiro Adam Brooks

Música James Newton Howard

Produção PolyGram

Cor, 111 min

***

Título em Portugal: O Beijo

4 Comentários para “Surpresas do Coração / French Kiss”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *