O Cliente / The Client


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995, com complemento em 2008: Muito competente adaptação do bom livro de John Grisham sobre garotinho de família muito pobre (o tal do white trash, como eles dizem lá) que presencia um crime, passa a ser perseguido pelos criminosos e, para se proteger, procura uma advogada.

O filme fica à altura do livro: não se perdeu nada.

Um ótimo elenco. Susan Sarandon está excelente como a advogada. Mary-Louise Parker, mais uma vez fazendo papel de desajustada – a mãe pobre do garoto – também está bem, assim como Tommy Lee Jones como o promotor que precisa do testemunho do menino. Mas a grande revelação é o garoto que faz o papel de Mark Sway, Brad Renfro. Ele é sensacional.

 O iMDB conta a seguinte história: na época das filmagens, John Grisham tinha o direito de aprovar os atores escolhidos para interpretar os personagens criados por ele, e especificou que nenhum ator infantil profissional de Hollywood deveria fazer o papel do garoto Mark Sway. Grisham entendia que o filme não funcionaria com um ator já conhecido por outros papéis, e pediu alguém desconhecido, de preferência da região de Memphis, onde se passa boa parte da ação, por causa do sotaque. Brad Renfro, que é do Tennessee, foi então escolhido.

 De 1995, ano do filme, até 2008, ele já trabalhou em mais de 20 filmes.

O Cliente/The Client

De Joel Schumacher, EUA, 1994.

Com Susan Sarandon, Brad Renfro, Tommy Lee Jones, Marie-Louise Parker, Anthony LaPaglia

Roteiro Akiva Goldsman e Robert Getchell

Baseado na novela de John Grisham

Música Howard Shore

Cor, 119 min.

3 Comentários para “O Cliente / The Client”

  1. Oi, Sérgio, gostei muito do filme, a atuação do garoto realmente está sensacional, muito convincente, mas a Susan Sarandon no papel da advogada, q se torna uma espécie de segunda mãe, não fica atrás, genial como sempre; sou tiete da atriz. É muito difícil um filme ficar à altura do livro, até hoje o único em q vi isso acontecer foi O Nome da Rosa, do Umberto Eco. Geralmente, qdo leio um livro, nem vejo o filme p não me decepcionar, como aconteceu recentemente com 1984 ou com Eu, o robô, coitado, em q o filme nada tinha a ver com o maravilhoso livro do Asimov.
    Mas parando com minhas digressões, O Cliente realmente é um suspensaço, mas com um enfoque muito humano, mostrando as fragilidades da advogada, q passou por um casamento e divórcio brabos, de cujos detalhes poucos sabem, q a levaram a mergulhar no álcool e em barbitúricos, ficando apenas a fama de ex-viciada, sem q as pessoas saibam suas motivações. Também o menino enfrentou uma barra pesada recentemente, de um pai alcoólatra e surrador, o q o leva a rejeitar a advogada em certo momento, por identificar as duas pessoas q deveriam protegê-lo como desequilibradas. E ele é muito corajoso, pensa em sua família, na mãe e no irmão q está com estresse pós-traumático por ter presenciado o suicídio do advogado da máfia, o tempo todo, invocando até a quinta emenda p não se comprometer rsrsrs. Enfim, um filmaço, desses q a gente não consegue despregar o olho até terminar!
    Guenia Bunchaft
    http://www.sospesquisaerorschach.com.br

  2. Assisti ontém. Realmente muito bom filme.
    O Mark Sway/Brad Renfro de fato, bombástico este menino. Ele é o destaque do filme, sem dúvida.
    Meu Deus, é uma dádiva assistir um filme com Susan Sarandon. Também gostei da Mary-Louise e do Tommy Lee Jones.
    Aliás, não sei se seria um bom filme se não fôsse com eles.
    E o menino não se intimidou de filmar com a divina Susan Sarandon.
    De curioso,fui pesquisar sôbre o Brad Renfro e o resultado foi triste.
    Ele morreu em 15 janeiro 2008 com 25 anos. A causa da morte foi dada como overdose de heroína.
    Nessa época ele estava atuando em ” The Informers ” junto com Winona Ryder , Mickey Rourke e Billy Bob Thornton .
    Em 1996 fez um papel marcante em “Sleepers” atuando ao lado de, veja só, Robert de Niro, Brad Pitt, Dustin Hoffman e Kevin Bacon.
    Na vida real o pai dele também abandonou a família quando ele era pequeno, sendo criado por sua avó.
    Em 1995 ganhou o prêmio ” The Hollywood Reporter’s Young Star Award ” e foi indicado como uma das 30 pessoas mais famosas do mundo antes dos 30 anos pela revista People.
    Tão novo. Triste.
    Um abraço !!

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *