A Ponte do Rio Kwai / The Bridge on the River Kwai


Nota: ★★★★

Resenha na coluna O Melhor do DVD, no site estadao.com.br, em 2001: Quando a televisão chegou, no início dos anos 50, o cinema americano adotou a tela larga como arma contra a concorrência. A Fox saiu na frente, comprou os direitos do sistema de lentes desenvolvido por um francês, Henri Chrétian, e batizou-o de CinemaScope, um desses nomes próprios que, de tão conhecidos, virariam substantivos comuns, tipo gilete, maizena, malufada. Continue lendo “A Ponte do Rio Kwai / The Bridge on the River Kwai”

Perdido em Marte / The Martian

zzmarte1

Nota: ★★★☆

Depois de ver Perdido em Marte/The Martian, me ocorreu que Ridley Scott é hoje assim uma espécie de Cecil B. deMille, de David Lean. O Cecil B. DeMille das superproduções O Maior Espetáculo da Terra (1952) e Os Dez Mandamentos (1956), o David Lean da segunda fase, a das superproduções, a partir de A Ponte do Rio Kwai (1957). Continue lendo “Perdido em Marte / The Martian”

Quando o Coração Floresce / Summertime

zzsummertime1

Nota: ★★★½

Sir David Lean (1908-1991), um dos maiores cineastas da História, foi homem de filmografia não muito vasta. Dirigiu apenas 16 longa-metragens, ao longo de 42 anos. Summertime, de 1955, foi o 11º, e o último de seus filmes mais intimistas. A partir daí, ele passaria a fazer superproduções, grandes épicos, gigantescos afrescos. Continue lendo “Quando o Coração Floresce / Summertime”

Os Falsários / Die Fälscher


Nota: ★★★½

Anotação em 2009: É de fato um belo filme, este Os Falsários, co-produção da Áustria e da Alemanha que ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2008 (derrotando, entre outros, Katyn, do grande Wajda). Um belo filme – denso, pesado, como necessariamente teria que ser um filme sobre judeus prisioneiros de campo de concentração nazista. Continue lendo “Os Falsários / Die Fälscher”

Passagem para a Índia / A Passsage to India

Nota: ★★★★

Quando Passagem para a Índia – o último dos 16 filmes realizados pelo mestre David Lean, em 1984 – está com 47 dos seus 163 minutos que passam bastante depressa, a protagonista da história, a jovem inglesa Adela Quested, o papel de Judy Davis, então com 29 anos, se aventura em um passeio de bicicleta. Continue lendo “Passagem para a Índia / A Passsage to India”

A General / The General

zzgeneral1

Nota: ★★★★

A General é um filmaço, uma obra de gênio. É impressionante, é um tour-de-force: são 67 minutos de filme – e em, digamos, 60 minutos é tudo acelerado, com um novo acontecimento a cada momento, uma gag atrás da outra, uma supresa atrás da outra. Nos outros 7 minutos dá para ter algum respiro – mas na imensa maior parte é sempre a mil por hora. Continue lendo “A General / The General”

Uma Longa Viagem / The Railway Man

zzman1

Nota: ★★★½

Uma Longa Viagem, no original The Railway Man, co-produção Austrália-Inglaterra-Suíça de 2013 com Colin Firth e Nicole Kidman, demora um pouquinho a dizer a que vem. Bem pouquinho: exatos 13 minutos. Não que isso seja uma coisa ruim, um demérito, de forma alguma. Ao contrário. Continue lendo “Uma Longa Viagem / The Railway Man”