Primeira Segunda de Outubro / First Monday in October


Nota: ★★★½

Anotação em 1999: Uma total surpresa, daquelas sobre as quais eu nunca tinha ouvido falar. É um elogio às instituições americanas, sim – mas tem um discurso progressista, liberal, anticensura, tão virulento e inteligente quanto o panfleto do grande Milos Forman, Larry Flynt. Continue lendo “Primeira Segunda de Outubro / First Monday in October”

Um Plano Simples / A Simple Plan


Nota: ★★★½

Anotação em 1999: Eu tinha muito medo do que seria feito do livro, que trata muito bem, e partindo de uma idéia realmente simples, da atração fatal exercida pelo dinheiro fácil, da ligação profunda entre ganância e violência, tragédia: a tragédia cai, literalmente, sobre a cabeça de um grupo de pessoas simples, comuns, na forma de US$ 4,4 milhões encontrados em um aviãozinho acidentado num bosque próximo a uma cidade gelada do Meio Oeste americano. Continue lendo “Um Plano Simples / A Simple Plan”

O Lutador / The Boxer


Nota: ★★★½

Anotação em 1999: Já na primeira metade, tive a certeza de estar diante de um filme absolutamente extraordinário, excepcional. A mistura de vida pessoal e política que ele consegue mostrar, tão forte, densa, é brilhante como poucas vezes vi. O roteiro é primoroso, alternando a saída de Danny Flynn da prisão (Daniel Day Lewis, excelente como sempre) com a vida de Maggie (Emily Watson) e seu pai, apresentado como chefe supremo do IRA, e o próprio momento histórico da Irlanda. Continue lendo “O Lutador / The Boxer”

A Fortuna de Ned / Waking Ned Devine


Nota: ★★★½

Anotação em 1999: Um filme irlandês abençoadamente bem-humorado, de bem com a vida. Um filme apegado ao coletivo, à alegria em grupo – como algumas das pérolas do cinema italiano e como o recente Ou Tudo ou Nada/The Full Monty, com o qual é comparado na caixinha do vídeo. De babar pela Irlanda, essa terra fascinante. Continue lendo “A Fortuna de Ned / Waking Ned Devine”

Crime em Palmetto / Palmetto


Nota: ★★★½

Anotação em 1999: Um brilho de filme. Tem aquele ritmo, aquela sensualidade forte e aquela agonia dos grandes noir. Embora seu parente mais próximo seja o excepcional Corpos Ardentes, de Lawrence Kasdan, descende daquela linha majestática que inclui O Destino Bate à Sua Porta/The Postman Always Rings Twice (o original, dos anos 40, com Lana Turner, muito melhor do que o remake óbvio e explícito demais do Bob Rafelson nos anos 80) e Pacto de Sangue/Double Indemnity. Continue lendo “Crime em Palmetto / Palmetto”

Casei-me com um Morto / No Man of Her Own


Nota: ★★★½

Anotação em 1999, com complemento em 2008: Uma belíssima trama. Parte de um belo achado, e vai firme nele: mulher pobre, infeliz, abandonada grávida pelo amante, conhece durante viagem de trem mulher rica, recém-casada com homem muito rico, grávida; há um acidente, a rica e o marido morrem, a pobre é tomada como a nora pelos pais que esperavam o casal para conhecer a noiva. Continue lendo “Casei-me com um Morto / No Man of Her Own”

O Crime do Século / Crime of the Century


Nota: ★★★½

Anotação em 1998, com complemento em 2008: Belo, corajoso filme. Interessante porque tem muito a ver com The Capeman, a peça e disco do Paul Simon, que há dois meses é minha grande paixão: a mídia e a Justiça americanas contra um alien, como eles chamam os imigrantes ilegais – alien, como se fosse um alienígena, um extraterrestre. Continue lendo “O Crime do Século / Crime of the Century”

Um Skinhead no Divã / Tala! Det är så mörkt


Nota: ★★★½

Anotação em 1998, com complemento em 2008: A idéia de onde se parte é brilhante, aterrorizadora – e ela torna dificílimo para a diretora sueca Suzane Osten sair do buraco que ela própria cria: um psiquiatra judeu (Simon Norrthon) atende a um garoto neonazista (Etienne Glaser), na Europa de hoje, em que tantos jovens são atraídos pelo neonazismo e agridem estrangeiros, negros, homossexuais. Continue lendo “Um Skinhead no Divã / Tala! Det är så mörkt”

Os Dois Lados da Felicidade / Double Happiness


Nota: ★★★½

Anotação em 1997: Um deslumbre. Nunca tinha ouvido falar desse filme sino-canadense; no Cinemania, ao menos até 1995, não consta. E no Videobook também não, o que significa que ainda não saiu em vídeo. A revista da Net diz que é uma produção americana – mas ele é canadense. O filme confirma a surpreendente vitalidade do cinema feito pelos chineses nestes anos 90 – sejam os da China comunista, sejam os de Hong Kong ou Taiwan. Continue lendo “Os Dois Lados da Felicidade / Double Happiness”

Pasolini – Um Delito Italiano / Pasolini: Un Delitto Italiano


Nota: ★★★½

Anotação em 1997: Um grande filme, pesadíssimo, duríssimo. Extremamente bem feito, com muito domínio técnico, grande respeito pela figura de Pier Paolo Pasolini e ódio pelos fascistas que, segundo a tese que defende, usaram mafiosos para assassinar e calar o cineasta e poeta, em 1975. Continue lendo “Pasolini – Um Delito Italiano / Pasolini: Un Delitto Italiano”