Arquivos do Rótulo: Nota 3.5

Carol

zzcarol1

Nota: ★★★½

Belo, sensível, sério, denso, triste, Carol (2015) não é surpresa alguma. Tem tudo, absolutamente tudo a ver com duas obras anteriores desse diretor que esbanja talento, Todd Haynes: Longe do Paraíso (2002) e Mildred Pierce (2011). Ler Mais »

Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão / A Midsummer Night’s Sex Comedy

zzsonhos1

Nota: ★★★½

A Midsummer Night’s Sex Comedy, no Brasil Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão, o primeiro dos 13 filmes de Woody Allen da Era Mia Farrow, é uma absoluta delícia, um encanto, uma comédia alegre, safada, hilariante. Ler Mais »

The Fall – A Primeira e a Segunda Temporadas

zzfall1

Nota: ★★★½

Há livros, filmes e séries sobre serial killers a dar com o pau. No entanto, mesmo em terreno tão batido, The Fall, série da TV britânica cuja primeira temporada foi lançada em 2013, inova. Ler Mais »

Almas em Fúria / The Furies

zzfuries1

Nota: ★★★½

The Furies, que Anthony Mann lançou em 1950, é um filme que mistura gêneros. A princípio, é um western – a ação se passa no Velho Oeste, mais exatamente no Novo México, em algum ponto não explicitado do final do século XIX. Ler Mais »

Morte Limpa / Good Kill

zzgood1

Nota: ★★★½

Andrew Niccol escreve e dirige filmes sérios, pesados, densos, sobre temas de importância fundamental, em geral com extrema inteligência e grande originalidade. Prova isso mais uma vez com este Good Kill, no Brasil Morte Limpa. Ler Mais »

Os Corruptos / The Big Heat

zzbig1

Nota: ★★★½

The Big Heat, de 1953, no Brasil Os Corruptos, é um grande filme, uma obra-prima. É um dos melhores filmes da fase americana do alemão Fritz Lang, um dos maiores realizadores do primeiro século do cinema. Ler Mais »

Sr. Sherlock Holmes / Mr. Holmes

zzholmes1

Nota: ★★★½

Uma das grandes tragédias que pode acontecer a uma pessoa é ela sobreviver à sua capacidade de se lembrar do passado. Qualquer pessoa. Mas, se a pessoa que perde a memória teve uma vida especialmente rica, cheia de aventuras, a tragédia é pior ainda. Ler Mais »

Pecados Antigos, Longas Sombras / La Isla Mínima

zzisla1

Nota: ★★★½

La Isla Mínima, que no Brasil ganhou o título de Pecados Antigos, Longas Sombras, o sexto longa-metragem do jovem diretor espanhol Alberto Rodríguez, impressiona desde as primeiras tomadas – belíssimas, de uma beleza estranha, rara, fascinante. Ler Mais »

O Segredo das Jóias / The Asphalt Jungle

zzsegredop1

Nota: ★★★½

O Segredo das Jóias, no original The Asphalt Jungle, de John Huston, de 1950, é um dos maiores clássicos do cinema policial, e um dos melhores e definitivos filmes sobre assalto que já foram feitos. Ler Mais »

O Marido da Cabeleireira / Le Mari de la Coiffeuse

zzmari1

Nota: ★★★½

Há uma lista grande de adjetivos que se aplicam com perfeição a O Marido da Cabeleireira, que Patrice Leconte lançou em 1990. Engraçado, divertido, gostoso – e triste. Doce. Doçamargo. Nostálgico, melancólico. Fantasioso, fantástico. Surpreendente. Lírico – e irônico. Terno – e sensual. Ler Mais »

Um Amor a Cada Esquina / She’s Funny That Way

zzfunny1

Nota: ★★★½

She’s Funny That Way, no Brasil Um Amor a Cada Esquina, é uma comédia absolutamente deliciosa, inteligente, com roteiro espetacular, e toda feita com absoluta paixão pelos filmes da Era Dourada de Hollywood. Ler Mais »

Divertida Mente / Inside Out

zzmente1

Nota: ★★★½

Divertida Mente é um daqueles filmes que partem de uma idéia sensacional, de uma sacada brilhante. Pode-se partir de uma grande idéia e se perder durante o processo de realizar o filme, o que é uma imensa pena. Mas, felizmente, não é o caso: Divertida Mente é maravilhosamente bem realizado, em todos os quesitos. Ler Mais »

Samba

zzsamba1

Nota: ★★★½

Samba é um belo filme. É rico, caloroso, comovente, emocionante, engraçado, mesmo falando de coisas feias, tristes, horrendas. Mete humanidade, esperança, alento em tema associado à pior podridão. Ler Mais »

Cake: Uma Razão para Viver / Cake

zzcake1

Nota: ★★★½

Cake não esconde nada: diz de cara a que veio. Já na primeira seqüência – violenta, brutal – explicita que vai tratar de dor crônica, e de forma aberta, virulenta. Ler Mais »

O Justiceiro / Boomerang!

zzboo1

Nota: ★★★½

Boomerang!, de 1947, foi o terceiro filme de Elia Kazan. Ele havia deixado Nova York e ido para Hollywood pouco antes, e chegou ao cinema já com imensa fama e reconhecimento como diretor de teatro na Broadway e um dos fundadores do Actors Studio. Ler Mais »