Priscilla, a Rainha do Deserto / The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995, com complemento em 2008: Uma delícia de comédia-musical-road movie. O filme é um panfleto – alegre, debochado, descarado, prazeroso – contra todos os preconceitos e os reacionarismos comportamentais. Continue lendo “Priscilla, a Rainha do Deserto / The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert”

Wyatt Earp


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995: Qualidade Lawrence Kasdan. A história do xerife de Dodge e Tombstone (que John Ford mostrou em Paixão dos Fortes/My Darling Clementine, com Henry Fonda, e John Sturges simplificou em Sem Lei e Sem Alma/Gunfight at the O.K. Corral) aqui é contada inteira, em detalhes, em um filme de mais de três horas de duração, e uma ênfase na coisa freudiana da formação de Wyatt Earp como uma pessoa apegada à noção, passada pelo pai, de que a família é a principal coisa da vida. Continue lendo “Wyatt Earp”

Recordações e Algumas Mentiras que seus Amigos Deixaram Passar / Wrestling Ernest Hemingway


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995: Um daqueles filmes que o cinema americano começou a fazer mais a partir do final dos anos 80, os tais de que muita gente não gosta – filmes sensíveis, mais sobre sensações do que contando histórias. Continue lendo “Recordações e Algumas Mentiras que seus Amigos Deixaram Passar / Wrestling Ernest Hemingway”

Anna dos 6 aos 18 / Anna: Ot shesti do vosemnadtsati


Nota: ★★★☆

Anotação em 1995: A idéia em si já é brilhante: Nikita Mikhalkov mostra a evolução de sua filha Anna dos 6 aos 18 anos – e, paralelamente, a história da União Soviética durante esse período. Foram 13 anos, portanto, para completar o filme. Uma vez por ano, ao longo de 12 anos, ele filma a filha e lhe pergunta o que ela mais ama, o que ela mais odeia, o que ela teme. Fez uma história dos últimos anos do império soviético até sua explosão. Continue lendo “Anna dos 6 aos 18 / Anna: Ot shesti do vosemnadtsati”