Arquivos do Rótulo: Nota 3

Região do Ódio / The Far Country

zzfar1

Nota: ★★★☆

No começo, e em toda a primeira metade, The Far Country, no Brasil Região de Ódio, que Anthony Mann lançou em 1955, é um western que foge da simplicidade, quase maniqueísmo, que é uma das características do gênero. Quando a ação começa, o personagem interpretado por James Stewart – e, portanto, o herói da história – acabou de matar dois homens. E os homens da lei estão atrás dele. Ler Mais »

No Limite da Realidade / Twilight Zone: The Movie

zzzone1

Nota: ★★★☆

Bill Connor (o papel de Vic Morrow) é um sujeito de mal com a vida. Entra num bar de cara amarrada, cenho franzido. Dois amigos dele, Larry e Ray (Doug McGrath e Charles Hallahan), o convidam para sentar à mesa deles. Bill vai logo contando que, ao contrário do que esperava, não foi promovido na firma: promoveram um judeu. Ler Mais »

A Lista de Adrian Messenger / The List of Adrian Messenger

zzlista1

Nota: ★★★☆

O próprio John Huston dizia não ter um estilo, um jeito específico seu de fazer filmes, já que fazia filmes de todos os estilos, todos os jeitos, todos os gêneros. É bem verdade – talvez. Ou em parte. Ler Mais »

Vida de Solteiro / Singles

zzsingles1

Nota: ★★★☆

Cada geração merece ter pelo menos um filme que fale sobre ela, seus sonhos, ideais, valores, encontros, desencontros, temores, frustrações, alegrias. Singles, no Brasil Vida de Solteiro, é o filme sobre a geração que, na época do lançamento, 1993, estava aí entre os 25 e os 30 anos. Gente nascida entre 1961 e 1965 – exatamente como os atores principais. Ler Mais »

Carvão Negro, Gelo Fino / Bai ri yan huo

zzblack1

Nota: ★★★☆

Carvão Negro, Gelo Fino fisga o espectador desde as primeiras tomadas. A rigor, a rigor, já é fascinante desde antes de vermos as primeiras tomadas – só pelo título já encanta. Ler Mais »

Frankenstein

zzfrank1

Nota: ★★★☆

Antes de a ação começar, logo após os créditos iniciais, um senhor em traje de gala abre as cortinas – como se estivesse num teatro, numa grande sala de cinema – e se dirige ao respeitável público para avisar que o que virá a seguir não é aconselhável para corações fracos. Ler Mais »

Reinado do Crime / Borderline

zzborder1

Nota: ★★★☆

Uma deliciosa surpresa este Borderline, de 1950, de que eu jamais tinha ouvido falar, não tinha qualquer tipo de referência. Como é gostoso descobrir um filme sobre o qual não sabemos absolutamente nada. Ler Mais »

Suíte Francesa / Suite Française

zzsuite1

Nota: ★★★☆

A trama de Suíte Francesa é simples, pouco mais que um fiapo de história. Não há muitos fatos marcantes, extraordinários: este é um filme que se preocupa muito mais com os detalhes do comportamento dos personagens do que com os eventos. Ler Mais »

O Homem Que Sabia Demais / The Man Who Knew Too Much

zzman1

Nota: ★★★☆

A trama, a história que se conta em O Homem Que Sabia Demais 2.0, a versão americana e colorida de 1956 do filme inglês do mesmo nome de 1934, é, na minha opinião, uma bobagem danada, uma porcaria, um troço que, a rigor, não tem sentido, não se sustenta. Mas é Alfred Hitchcock refazendo Alfred Hitchcock, no auge da criatividade e do bom humor, e tem James Stewart e Doris Day – e então é um filme delicioso de se ver e rever. Ler Mais »

Cinderella

zzcinde1

Nota: ★★★☆

Tá certo: tudo o que Kenneth Branagh faz é ótimo, e este Cinderella de 2015, caprichada, sutuosa produção da Disney com direção do inglês shakespeariano, é uma belezinha de filme. Só não dá para evitar a pergunta: precisava? Ler Mais »

O Negócio – A Primeira Temporada

zznegocio1

Nota: ★★★☆

Lá pela metade da primeira temporada de O Negócio, Magali (o papel de Michelle Batista, na foto abaixo), uma das três sócias da empresa Oceano Azul, que estava naquele momento enfrentando um revés, sai-se com o seguinte: – “Nossa profissão é assim mesmo: às vezes a gente tá por cima, às vezes tá por baixo”. Ler Mais »

Paixão / Passion

zzpassion1

Nota: ★★★☆

Um filme não é só um filme, é também todo o contexto em que foi feito, tudo que cercou sua produção e também toda a reação à obra em si. Se este Paixão/Passion, de Brian De Palma, de 2012, pudesse ser visto apenas como um filme, se fosse possível o espectador se abstrair de qualquer outra coisa, acho que seria, sem dúvida, um bom filme, interessante, bem realizado, com uma bela trama. Ler Mais »

Maridos e Esposas / Husbands and Wives

zzmaridos1

Nota: ★★★☆

Lá pela metade de Maridos e Esposas, de 1992, o 13º e último da Era Mia Farrow, Rain, uma garotinha de apenas 20 anos de idade (o papel de Juliette Lewis), diz uma frase que em boa parte define toda a obra de Woody Allen: – “Gosto de como você torna o sofrimento engraçado”. Ler Mais »

Dívida de Honra / The Homesman

zzhome1

Nota: ★★★☆

Não é um filme fácil de se ver, este The Homesman, no Brasil Dívida de Honra, o quarto dirigido pelo ótimo ator Tommy Lee Jones. Não é agradável de se ver. Bem ao contrário. Ler Mais »

Meu Filho é Meu Rival / Come and get it

zzcome1

Nota: ★★★☆

Come and get it, lançado em 1936, tem diversas características para fazer a felicidade dos cinéfilos, em especial os que gostam dos filmes da época de ouro de Hollywood. Os créditos iniciais dizem que o filme é dirigido por Howard Hawks e William Wyler – um caso raríssimo, quase único, de obra dirigida por dois dos grandes realizadores do cinema americano. Ler Mais »