Era Uma Vez Um Sonho / Hillbilly Elegy

Nota: ★★★☆

Era Uma Vez Um Sonho, no original Hillbilly Elegy, produção de 2020 dirigida pelo experiente e respeitado Ron Howard, é um daqueles bons filmes que, no entanto, não são nada agradáveis de se ver. Conta a história de uma família que sofre demais, por causa da mãe completamente instável, inconstante, desajustada, drogada. Continue lendo “Era Uma Vez Um Sonho / Hillbilly Elegy”

O Rei do Show / The Greatest Showman

[rating;3]

O Rei do Show é um filme absolutamente feérico, exuberante. Os números de canto-e-dança são muitos – e maravilhosamente executados. É um show de sons, cores, luzes, com montagem rápida, alucinante como os mais perfeitos clipes musicais dos anos 80 e 90. A história é fantástica, beira o onírico, o improvável – parece uma fantasia dos estúdios Disney. E, no entanto, é verdadeira. Continue lendo “O Rei do Show / The Greatest Showman”

Colette

[rating:3}

Colette, de 2018, uma co-produção de quatro países europeus e mais os Estados Unidos, é um relato ao que tudo indica bastante fiel à realidade de um período de 18 anos da vida de Sidonie-Gabrielle Colette (1873-1954), uma das mais importantes figuras femininas da literatura francesa e uma das principais escritoras da primeira metade do século XX. Continue lendo “Colette”

A Escavação / The Dig

Nota: ★★★☆

Ao resgatar o caso de como foi descoberta a relíquia arqueológica que passaria a ser chamada de Tesouro de Sutton Hoo, o jovem, extremamente jovem realizador Simon Stone não apenas criou um pequeno grande filme, como deu uma bela contribuição à honrosa luta para atribuir o devido valor às pessoas humildes que fazem avançar a História mas permanecem anônimas, sem o devido reconhecimento. Continue lendo “A Escavação / The Dig”

Quatro Estações em Havana – Máscaras

Nota: ★★★☆

Casos complexos, e além disso politicamente delicados, por acabar envolvendo figurões do regime, insistem em cair nas mãos do tenente Mario Conde, detetive da polícia de Havana. Um dos mais difíceis – e fascinantes – é o que ele enfrenta em Máscaras, o terceiro dos livros que compõem a tetralogia Quatro Estações em Havana, e Máscaras – terceiro episódio da minissérie do mesmo título, lançada em 2016. Continue lendo “Quatro Estações em Havana – Máscaras”

Dorothy Dandridge – O Brilho de uma Estrela / Introducing Dorothy Dandrige

Nota: ★★★☆

Em 1999, quando se completavam 34 anos da morte extremamente prematura de Dorothy Dandridge, a diretora Martha Coolidge realizou para a HBO uma cinebiografia da bela atriz e cantora, Introducing Dorothy Dandrige, que no Brasil ganhou o título de Dorothy Dandridge – O Brilho de uma Estrela. Continue lendo “Dorothy Dandridge – O Brilho de uma Estrela / Introducing Dorothy Dandrige”

A Importância de Ser Honesto / The Importance of Being Earnest

Nota: ★★★☆

Há quem diga que The Importance of Being Earnest é a peça mais inteligente de Oscar Wilde – e o filme que o ótimo diretor inglês Anthony Asquith dirigiu em 1952, com o grande Michael Redgrave no papel de John Worthing, que se diz Ernest Worthing, é o melhor de todos os vários baseados na peça. Continue lendo “A Importância de Ser Honesto / The Importance of Being Earnest”

Rosa e Momo / La Vita Devanti a Sé

[rating;3]

O cinema e os cinéfilos devem agradecer a Edoardo Ponti pela oportunidade de ver Sophia Loren em um novo filme. La Vita Devanti a Sé, no Brasil Rosa e Momo, de 2020, vem após dez anos de seu longa-metragem anterior, La mia casa è piena di specchi, feito para a TV italiana. Durante estes dez anos, a atriz – essa lenda, uma das maiores estrelas destes 125 anos de História do cinema – apareceu apenas em um curta-metragem, Voce umana, de 2014 – também dirigido por Edoardo Conti. Continue lendo “Rosa e Momo / La Vita Devanti a Sé”

A Mulher Que Vendeu Sua Alma / En Kvinnas Ansikte

Nota: ★★★☆

Em 1938, um ano de ser importada para Hollywood pelo produtor David O. Selznick, Ingrid Bergman, o mais belo rosto que já passou diante de uma câmara de cinema, interpretou uma jovem mulher que teve a face desfigurada por uma horrível, gigantesca queimadura. Continue lendo “A Mulher Que Vendeu Sua Alma / En Kvinnas Ansikte”

O Assassino de Valhalla / The Valhalla Murders / Brot

Nota: ★★★☆

Na Islândia, aquela ilha gelada no Atlântico não muito longe do Pólo Norte, com 330 mil habitantes, a média de assassinatos é menor que dois por ano. O número exato é 1,8 homicídios em média a cada ano, desde 2002. O ano mais violento, de lá para cá, foi 2002, quando aconteceram quatro assassinatos. Continue lendo “O Assassino de Valhalla / The Valhalla Murders / Brot”