Elisa & Marcela / Elisa y Marcela

Nota: ★★★☆

Elisa & Marcela (2019) é um filme que se dedica com imenso empenho a demonstrar como é extremamente belo o amor de duas pessoas – e como pode ser estupidamente forte, violento, virulento, agressivo o preconceito de parte da sociedade contra aquilo que não entende, não admite, não aprova. Continue lendo “Elisa & Marcela / Elisa y Marcela”

Crônicas de San Francisco / Mais Crônicas de San Francisco / Outras Crônicas de San Francisco

Nota: ★★★☆

Nota: ★★☆☆

Nota: ★★★☆

Pode não ser a mais longa saga mostrada em filme. Afinal, os três filmes The Godfather, de Francis Ford Coppola, também têm personagens que vão evoluindo ao longo de muitos anos, de décadas. A série Star Wars está sempre lançando uma novidade, e então não dá para comparar. Continue lendo “Crônicas de San Francisco / Mais Crônicas de San Francisco / Outras Crônicas de San Francisco”

Lost Girls – Os Crimes de Long Island / Lost Girls

Nota: ★★★☆

Lost Girls, produção do cinema independente americano de 2020, deixa um travo duro, amargo, ruim, na garganta do espectador. Conta uma recente e triste, tristíssima história real, escancarando que, em pleno século XXI , em região privilegiada do país mais rico do mundo, a polícia falha – e falha brutalmente, pavorosamente. Continue lendo “Lost Girls – Os Crimes de Long Island / Lost Girls”

Dor e Glória / Dolor y Gloria

Nota: ★★★☆

Dor e Glória, o filme que Pedro Almodóvar fez no ano em que completou 70 de vida, reflete bem a passagem do tempo, a idade. O grande realizador está ficando velho – o que é um truísmo, uma obviedade, uma consequência da lei da natureza. Um tanto surpreendente é que o filme mostra um Almodóvar suave, doce, cheio de carinho com seus personagens, e até mesmo positivo, esperançoso, believer. Continue lendo “Dor e Glória / Dolor y Gloria”

O Beco das Almas Perdidas / Nightmare Alley

Nota: ★★★☆

Eis aí um filme estranho, esquisito, fora do padrão, fora da curva. Os títulos, tanto o original quanto o escolhido pelos exibidores brasileiros, fortes, dramáticos, na verdade melodramáticos, indicam bem o clima: Nightmare Alley, o beco do pesadelo. O Beco das Almas Perdidas. Continue lendo “O Beco das Almas Perdidas / Nightmare Alley”

Natal em 3 x 4 / Días de Navidad

Nota: ★★★☆

As personagens centrais de Días de Navidad (no Brasil Natal em 3 x 4), minissérie espanhola de 2019, são quatro mulheres, quatro irmãs. A ação se passa sempre, como deixa claro o título original, nos dias em torno do Natal, na grande casa de fazenda da família, em três épocas diferentes de suas vidas. Continue lendo “Natal em 3 x 4 / Días de Navidad”

Segredos de Natal / Zeit der Geheimnisse

Nota: ★★★☆

Zeit der Geheimnisse, exibido pela Netflix no Brasil como Segredos de Natal, nos países de língua inglesa como Holiday Secrets, é um tanto difícil de definir e tão fascinante quanto a família que apresenta – quatro gerações de mulheres, basicamente de mulheres, em que os homens são apenas e tão somente complementos supérfluos. Muitas vezes pesos desnecessários. Continue lendo “Segredos de Natal / Zeit der Geheimnisse”

A Pele Que Habito / La Piel Que Habito

Nota: ★★★☆

Tudo, tudo, absolutamente tudo em A Pele Que Habito, o Almodóvar de 2011, é doentio. Doentio – enfermiço, insalubre, deletério, malsão. Não há um único personagem que tenha alguma proximidade com, não digo normalidade, porque, como bem alerta Caetano Veloso, de perto ninguém é normal – mas alguma proximidade com qualquer coisa mediana, comum, parecido com a maioria. Continue lendo “A Pele Que Habito / La Piel Que Habito”

Lady Bird: A Hora de Voar / Ladybird

Nota: ★★★☆

Lady Bird (2017), que no Brasil ganhou um complemento e virou Lady Bird: A Hora de Voar – talvez porque quase no fim a personagem título entra em um avião –, tem um lado de novidade, de frescor, e de outro um jeitão tremendo de déjà-vu. É o primeiro filme dirigido pela jovem e simpaticíssima atriz e roteirista Greta Gerwig. Mas é também o décimo bilionésimo filme sobre as desventuras e atribulações de um/uma adolescente em flor. Continue lendo “Lady Bird: A Hora de Voar / Ladybird”

A Número Um / Numéro Une

Nota: ★★★☆

É impressionante como são áridos os temas tratados por A Número Um (2017), da francesa Tonie Marshall. Áridos, duros, secos, sem graça, sem charme. É um filme sobre trabalho – sobre altos executivos, e a luta de um grupo de feministas para colocar uma mulher, pela primeira vez, no cargo de presidente de uma das maiores corporações da França. Continue lendo “A Número Um / Numéro Une”

Vive-se uma Só Uma Vez/You Only Live Once

Nota: ★★★☆

Fazia apenas três anos que Clyde Barrow e Bonnie Parker haviam morrido quando Fritz Lang fez e lançou seu segundo filme americano, You Only Live Once, no Brasil Vive-se Só Uma Vez, em 1937. Ao longo das várias décadas seguintes, historiadores, estudiosos, críticos diriam que o filme se baseia – embora muito vagamente – na história de Bonnie & Clyde, o casal de assaltantes de bancos mais famoso dos tempos da Grande Depressão.

Continue lendo “Vive-se uma Só Uma Vez/You Only Live Once”