Clube dos Pervertidos / A Dirty Shame

zzshame1

Nota: ★★★☆

Que John Waters é um profissional da arte de provocar, chocar, escandalizar os conservadores, reacionários, religiosos fundamentalistas, pudicos, envergonhados, os caretas, enfim, de todas as matizes, disso eu já sabia. Mas não podia imaginar que chegaria tão longe quanto chegou em A Dirty Shame, uma vergonha suja, no Brasil Clube dos Pervertidos. Continue lendo “Clube dos Pervertidos / A Dirty Shame”

Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal / Midnight in the Garden of Good and Evil

zzmidnight1

Nota: ★★★½

Ver pela terceira vez Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal confirma: é uma maravilha de filme. Na verdade, faz mais que isso. Surpreende. É ainda melhor do que tinha achado das outras vezes. Dá vontade de ver de novo. Continue lendo “Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal / Midnight in the Garden of Good and Evil”

O Grupo / The Group

Nota: ★★★½

O Grupo é assim uma espécie de precursor de filmes sobre uma geração, seu universo, seus valores, seus sonhos, seus temores – Sobre Ontem à Noite…/About Last Night…, O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas/St. Elmo’s Fire, O Reencontro/The Big Chill, Para o Resto de Nossas Novas/Peter’s Friends, Nós Que nos Amávamos Tanto/C’eravamo Tanto Amati. Continue lendo “O Grupo / The Group”

O Primeiro Que Disse / Mine Vaganti

Nota: ★★★☆

Anotação em 2011: Mais um belo filme do diretor Ferzan Ozpetek, o terceiro que vejo dele. Uma sensível mistura de comédia e drama, uma história de vida em família, homossexualismo, as escolhas que se fazem, os segredos que se escondem, a eterna lição de que é preciso lutar pelas coisas que se quer. Continue lendo “O Primeiro Que Disse / Mine Vaganti”

Violência e Paixão / Gruppo di famiglia in un interno

Nota: ★★★☆

Anotação em 2011: Importante, cultuado, reverenciado, premiado, penúltima obra do mestre Luchino Visconti, Violência e Paixão não me pareceu, na revisão hoje, um filme agradável de se ver. Ao contrário. Ao apresentar aquela galeria de tipos abjetos, na sua recorrente exposição da decadência da burguesia, Visconti provoca engulhos no espectador. Continue lendo “Violência e Paixão / Gruppo di famiglia in un interno”