Nosso Fiel Traidor / Our Kind of Traitor

Nota: ★★★☆

Our Kind of Traitor, no Brasil Nosso Fiel Traidor, co-produção Inglaterra-França de 2016, é um filme inquietante, perturbador – como em geral são todos os baseados em histórias de John le Carré. Traça um retrato pavoroso, podre, da Rússia pós fim do comunismo – mas não deixa barato com o seu próprio país, a Inglaterra, o Reino Unido. Continue lendo “Nosso Fiel Traidor / Our Kind of Traitor”

Secret City: Under the Eagle

Nota: ★★★½

Na primeira temporada, de 2016, Secret City, além de ser um ótimo entretenimento, uma série inteligente, bem realizada em todos os quesitos, defende uma tese séria: a de que a Austrália – o país em que ela foi feita, em que se passa a ação – não deveria ter alinhamento automático com os Estados Unidos. Continue lendo “Secret City: Under the Eagle”

Secret City

Nota: ★★★½

Pobre Austrália, país tão rico, tão grande, tão belo, tão aliado dos Estados Unidos – e no entanto tão perto da China. Creio que essa poderia ser o resumo da moral da história de Secret City, ótima série australiana de 2016 sobre política, relações internacionais, espionagem e jornalismo. Continue lendo “Secret City”

Homeland – As três primeiras temporadas

Nota: ★★★½

Carrie Mathison é uma daquelas personagens absolutamente especiais, uma figura fascinante. Agente da CIA, tem um fantástico faro, uma incrível capacidade de percepção do que as pessoas nesse mundo louco da espionagem, da inteligência, da contra-inteligência – e do terrorismo – são na verdade, e do que elas tentam esconder. Continue lendo “Homeland – As três primeiras temporadas”

O Caso Farewell / L’Affaire Farewell

Nota: ★★★½

Como alguns outros grandes realizadores antes dele – John Huston, Otto Preminger, Erich von Stroheim, para citar só alguns –, o sérvio Emir Kusturica gosta de se aventurar como ator. E, como os três citados, quando faz isso, brilha. A interpretação de Emir Kusturica neste L’Affaire Farewell é magnífica, fantástica, extraordinária. Continue lendo “O Caso Farewell / L’Affaire Farewell”

Os 39 Degraus / The 39 Steps

Nota: ★★☆☆

Lá pelas tantas, a fantasticamente, tresloucadamente fantasiosa trama de Os 39 Degraus tem que mocinho e mocinha – que nutrem a maior antipatia do mundo um pelo outro – ficam ligados por um par de algemas. Consta que, antes de começar a filmar qualquer uma das diversas cenas com os dois daquele jeito, o diretor Alfred Hitchcock prendeu o braço direito de Robert Donat ao esquerdo de Madeleine Carroll com uma algema, e os deixou assim por várias horas, dizendo que não sabia onde tinha posto a chave. Continue lendo “Os 39 Degraus / The 39 Steps”

Aliados / Allied

Nota: ★★★★

Aliados me deixou deslumbrado, boquiaberto, de queixo caído.

Vejo muitos filmes já faz tempo demais, e então, quando um filme novo me pega da maneira com que este Aliados pegou, fico ao mesmo tempo absolutamente contente e bastante surpreso. É uma sensação boa demais, e não é tão comum assim. Continue lendo “Aliados / Allied”

Chamada para um Morto / The Deadly Affair

Nota: ★★★☆

Em 1966, nove anos depois de sua estréia no cinema com 12 Homens e uma Sentença/12 Angry Men, o americaníssimo Sidney Lumet, nascido na Filadélfia e radicado em Nova York, foi a Londres fazer um filme absolutamente britânico, baseado na primeira novela publicada por John le Carré. Continue lendo “Chamada para um Morto / The Deadly Affair”

Ponte dos Espiões / Bridge of Spies

zzponte1

Nota: ★★★★

Workaholic absoluto, superdotado, incansável, Steven Spielberg raramente fica dois anos seguidos sem lançar um filme de sua autoria, desde Louca Escapada, de 1974. Ficou entre Lincoln, de 2012, e este Ponte dos Espiões, de 2015.

Valeu a pena esperar. Bridge os Spies é um filmaço, uma obra-prima. Continue lendo “Ponte dos Espiões / Bridge of Spies”