Arquivos do Rótulo: Drama

O Congresso Futurista / The Congress

Nota: ★★★☆

É forçoso admitir: O Congresso Futurista, no original só The Congress, é um filme peculiar. Original, sem paralelo. E profundamente inquietante, perturbador. Ler Mais »

O Mestre dos Gênios / Genius

Nota: ★★★★

Várias, muitas, numerosas vezes o cinema, a arte das imagens em movimento, prestou homenagens à literatura, a arte das palavras. Eu diria que Genius, a co-produção EUA-Inglaterra de 2016, no Brasil O Mestre dos Gênios, é uma das mais belas de todas. Ler Mais »

Florence: Quem é Esta Mulher? / Florence Foster Jenkins

Nota: ★★★☆

A história é tão incrível, inacreditável, assombrosa, surpreendente, que parece ter sido criada por um roteirista especialmente imaginativo em uma viagem com alucinógeno poderoso. E, no entanto, aconteceu de fato. Por mais estranha que seja sua história, Florence Foster Jenkins não é uma personagem fictícia: viveu 76 anos, de 1868 a 1944. Ler Mais »

Cortina Rasgada / Torn Curtain

Nota: ★★½☆

Cortina Rasgada, o filme número 50 de Alfred Hitchcock, foi muitíssimo mal recebido pela crítica ao ser lançado em 1966. Depois de rever o filme agora, me ocorreu que pode haver diversas explicações para isso. Vários motivos, não excludentes – ao contrário. Ler Mais »

Creepy / Kurîpî: Itsuwari no rinjin

Nota: ★★☆☆

Creepy, policial de 2016 dirigido por Kiyoshi Kurosawa, começa muito bem, com uma belíssima abertura. Segue bem, com um clima denso de mistério bem realçado pela trilha sonora impressionante. Mas, depois da metade de seus longos 130 minutos, se perde feio numa trama inexplicável e inexplicavelmente cheia de furos. Ler Mais »

A Hospedeira / The Host

Nota: ★★★☆

Convivem dentro do mesmo corpo da personagem interpretada por Saoirse Ronan dois seres – um humano e um de outro planeta muito mais desenvolvido que o nosso. Ler Mais »

Loucas de Alegria / La Pazza Gioia

Nota: ★★★☆

Beatrice é podre de rica, teve um monte de boas oportunidades na vida. Está em geral alegre, até demais; fala pelos cotovelos, sem parar. Donatella é de família pobre, teve uma vida cheia de perdas e tragédias; é frágil, calada, fechada em si mesma. Ler Mais »

Tudo Vai Ficar Bem / Every Thing Will Be Fine

Nota: ★★½☆

Tudo Vai Ficar Bem, de 2015, é o primeiro longa-metragem de ficção de Wim Wenders desde 2008, quando fez Palermo Shooting. Entre os dois, o grande realizador fez vários documentários, entre eles o belo Pina (2011), homenagem à coreógrafa Pina Bausch. Ler Mais »

Um Preço para Cada Crime / The Enforcer

Nota: ★★½☆

Em 1951, o mesmo ano do excelente, maravilhoso Uma Aventura na África/The African Queen, Humphrey Bogart interpretou um tipo raro em sua carreira cheia de papéis de vilão, bandido, aventureiro, solitário: em The Enforcer, no Brasil Um Preço para Cada Crime, ele faz um dedicado homem da lei, o enforcer do título original, um promotor público. Ler Mais »

Downton Abbey – A Sexta Temporada

Nota: ★★★★

Em O Leopardo, seu único livro, o príncipe Giuseppe Tomasi Lampedusa colocou na boca de Tancredi Falconeri, o sobrinho predileto do protagonista, o príncipe de Salina, don Fabrizio Corbera, a frase que se tornou histórica: “Se quisermos que tudo permaneça como está, é preciso que tudo mude”.  Ler Mais »

Santa Joana / Saint Joan

Nota: ★★★☆

A vida de Joana D’Arc inspirou diversos filmes, e não é de se espantar, já que é uma vida em tudo por tudo absolutamente fascinante, das mais fascinantes histórias da História. Cecil B. DeMille fez Joana D’Arc – A Donzela de Orleans em 1916 – quatro anos antes de o papa Benedito XV a canonizar. Ler Mais »

Belas Famílias / Belles Familles

Nota: ★★★☆

O veterano Jean-Paul Rappeneau passou 12 anos sem lançar um filme, depois do maravilhoso Viagens do Coração/Bon Voyage, de 2003, uma obra excitante, feérica, um tour-de-force cheio de estilo, sobre a fuga de milhares e milhares de pessoas de Paris antes da chegada dos invasores nazistas, em 1940. Ler Mais »

O Fundo do Coração / One From the Heart

Nota: ★★★½

O Fundo do Coração/One From the Heart, de Francis Ford Coppola, é com certeza um dos filmes visualmente mais belos que já foram feitos. É também um dos filmes mais pessoais já realizados por um grande diretor americano – e impressiona demais o fato de ter sido feito logo depois de duas produções grandiosas, épicas, painéis, afrescos gigantescos, The Godfather: Part II (1974) e Apocalypse Now (1979). Ler Mais »

Noite de Verão em Barcelona / Barcelona, Nit d’estiu

Nota: ★★½☆

São seis histórias de amor e uma única cidade. Ou, como se diz no site oficial do filme, “Sis històries d’amor i una única ciutat”. Sim – como a cidade é Barcelona, a imensa maior parte dos diálogos não é em espanhol, e sim em catalão. Ler Mais »

Um Dia no Campo / Une Partie de Campagne

Nota: ★★★½

Em 1936, três anos antes de estourar a Segunda Guerra Mundial e logo antes de fazer as obras-primas A Grande Ilusão (1936) e A Regra do Jogo (1939), Jean Renoir fez este pequeno Une Partie de Campagne. Uma pequenina pérola. Ler Mais »