Arquivos do Rótulo: Comédia

O Novíssimo Testamento / Le Tout Noveau Testament

zzdeus1

Nota: ★★★★

Deus existe. Vive em Bruxelas, trancado num apartamento; não sai nunca à rua. Passa a maior parte do tempo em seu escritório, onde ninguém – nem sua mulher, nem sua filha de uns 12 anos – pode entrar. Fica ali trabalhando no computador, e seu trabalho consiste basicamente em fazer a humanidade infeliz. Ler Mais »

De Repente, num Domingo / Vivement Dimanche!

zzvive1

Nota: ★★★½

Rever Vivement Dimanche! – o 21º e último longa-metragem de François Truffaut – me deu uma imensidão de prazer, alegria, contentamento. Que absoluta maravilha de filme! Ler Mais »

Vida de Solteiro / Singles

zzsingles1

Nota: ★★★☆

Cada geração merece ter pelo menos um filme que fale sobre ela, seus sonhos, ideais, valores, encontros, desencontros, temores, frustrações, alegrias. Singles, no Brasil Vida de Solteiro, é o filme sobre a geração que, na época do lançamento, 1993, estava aí entre os 25 e os 30 anos. Gente nascida entre 1961 e 1965 – exatamente como os atores principais. Ler Mais »

Reinado do Crime / Borderline

zzborder1

Nota: ★★★☆

Uma deliciosa surpresa este Borderline, de 1950, de que eu jamais tinha ouvido falar, não tinha qualquer tipo de referência. Como é gostoso descobrir um filme sobre o qual não sabemos absolutamente nada. Ler Mais »

Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão / A Midsummer Night’s Sex Comedy

zzsonhos1

Nota: ★★★½

A Midsummer Night’s Sex Comedy, no Brasil Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão, o primeiro dos 13 filmes de Woody Allen da Era Mia Farrow, é uma absoluta delícia, um encanto, uma comédia alegre, safada, hilariante. Ler Mais »

Rolou uma Química / Better Living Through Chemestry

zzquimica1

Nota: ★☆☆☆

Bons atores: Sam Rockwell, as belas Olivia Wilde e Michelle Monagham, e até Jane Fonda. E então resolvi experimentar este Better Living Through Chemestry, vivendo melhor com a química, no Brasil. Ler Mais »

O Negócio – A Primeira Temporada

zznegocio1

Nota: ★★★☆

Lá pela metade da primeira temporada de O Negócio, Magali (o papel de Michelle Batista, na foto abaixo), uma das três sócias da empresa Oceano Azul, que estava naquele momento enfrentando um revés, sai-se com o seguinte: – “Nossa profissão é assim mesmo: às vezes a gente tá por cima, às vezes tá por baixo”. Ler Mais »

E aí, Meu Irmão, Cadê Você? / O Brother, Where Art Thou?

zzbrother1

Nota: ★★★★

O Brother, Where Art Thou?, no Brasil E aí, Meu Irmão, Cadê Você?, é um filme genial, uma maravilha, uma obra-prima. Tem qualidades a dar com o pau, e espero poder demonstrar um pouco delas nesta anotação – mas a principal é simples de se explicar. É uma comédia danada de engraçada. É uma das comédias mais absolutamente hilariantes que já vi. Ler Mais »

A Rosa Púrpura do Cairo / A Rosa Púrpura do Cairo

 

zzcairo1

Nota: ★★★★

A Rosa Púrpura do Cairo é um filme genial. Dos mais geniais que já foram feitos.

Algumas palavras e expressões vão perdendo um tanto de seu significado, de sua importância, vão se desgastando, por conta do uso indiscriminado, e “genial” é uma delas. Mas é o adjetivo o mais adequado para A Rosa Púrpura: o filme é o resultado de um lampejo de gênio, uma idéia preciosa, única, especial, genial. Ler Mais »

Atire a Primeira Pedra / Destry Rides Again

zzdestry1

Nota: ½☆☆☆

Destry Rides Again, no Brasil Atire a Primeira Pedra, de 1939, é unanimemente incensado. E, além de elogiado, é reconhecido como de importância histórica por ter reacendido o brilho da carreira de Marlene Dietrich, num período em que ela era considerada “veneno de bilheteria” e justamente no momento em que começava a Segunda Guerra Mundial, durante a qual ela trabalharia com os soldados aliados contra as tropas de seu país natal, a Alemanha. Ler Mais »

Anjo / Angel

zzangel1

Nota: ★★★★

Anjo/Angel foi, para mim, uma fantástica, maravilhosa descoberta. Este filme que Ernst Lubitsch fez em 1937 tem muito menos fama, muito menos reconhecimento do que deveria. Pelo que dá para perceber, simplesmente não foi compreendido em sua época. Ler Mais »

Ela Queria Riquezas / Rings on Her Fingers

zzrings1

Nota: ★½☆☆

O diretor, Rouben Mamoulian, é respeitável. No elenco estão o impecável Henry Fonda, a fantástica, apaixonantemente bela Gene Tierney, aos 22 aninhos de idade, mais a simpatia de Spring Byington, num papel diferente do que era o seu padrão. Produção da Fox em 1942, Hollywood da época dourada. Ler Mais »

O Marido da Cabeleireira / Le Mari de la Coiffeuse

zzmari1

Nota: ★★★½

Há uma lista grande de adjetivos que se aplicam com perfeição a O Marido da Cabeleireira, que Patrice Leconte lançou em 1990. Engraçado, divertido, gostoso – e triste. Doce. Doçamargo. Nostálgico, melancólico. Fantasioso, fantástico. Surpreendente. Lírico – e irônico. Terno – e sensual. Ler Mais »

Um Amor a Cada Esquina / She’s Funny That Way

zzfunny1

Nota: ★★★½

She’s Funny That Way, no Brasil Um Amor a Cada Esquina, é uma comédia absolutamente deliciosa, inteligente, com roteiro espetacular, e toda feita com absoluta paixão pelos filmes da Era Dourada de Hollywood. Ler Mais »

Cantinflas – A Magia da Comédia / Cantinflas

zzcanti1

Nota: ★★½☆

O cinema mexicano homenageou o mais popular de seus atores com uma superprodução cara, luxuosa, com um jeitão hollywoodiano – e que dá uma imensa importância a Hollywood. Ler Mais »