Arquivos do Rótulo: Comédia

O Maior Amor do Mundo / Mother’s Day

zzmother1

Nota: ★★½☆

Garry Marshall morreu menos de três meses após a estréia deste Mother’s Day, no Brasil O Maior Amor do Mundo. O filme, o 30º título dirigido por ele, incluindo aí episódios de séries de TV, estreou nos Estados Unidos em 29 de abril de 2016. O diretor morreu no dia 19 de julho. Ler Mais »

Uma Aventura no Deserto / Desert Blue

zzdeserto1

Nota: ★★★☆

Duas palavras ficaram passando pela minha cabeça quando, já bem de madrugada, terminei de ver este Desert Blue, no Brasil Uma Aventura no Deserto, um filme bem pouco conhecido, creio, feito em 1998 por um sujeito chamado Morgan J. Freeman: simpático e Americana. Ler Mais »

Uma Caminhada na Floresta / A Walk in the Woods

zzwalk1

Nota: ★★★☆

Há duas trilhas que cortam os Estados Unidos de Sul a Norte, uma situada bem a Oeste, outra bem a Leste do país-continente. Uma jovem mulher percorreu a Pacific Crest Trail em meados dos anos 1990, relatou sua experiência em livro e o livro virou filme de 2014. Dois velhinhos percorreram boa parte da Appalachian Trail em meados dos anos 1990, e um deles, um escritor renomado, relatou sua experiência em livro e o livro virou filme de 2015.  Ler Mais »

Igual a Tudo na Vida / Anything Else

zztudo1

Nota: ★★★☆

O Woody Allen de 2003 fala sobre a amizade entre um homem maduro, na faixa dos 60 anos, e um rapaz bem jovem, aí de uns 24. O rapaz, Jerry Falk, está começando a carreira como escritor de piadas, esquetes cômicos, falas para gente da stand-by comedy – e leva jeito. O velho, David Dobel, também é um iniciante nesse ofício, embora seja vivido, experiente, e culto; é um professor em uma escola pública.  Ler Mais »

Minha Querida Dama / My Old Lady

zzlady1

Nota: ★★½☆

Kevin Kline, que andava meio sumido. Maggie Smith e Kristin Scott Thomas, que, felizmente, não andavam. Três excelentes, maravilhosos atores. Muita tomada de Paris, coisa de encher os olhos, o coração, a alma. Ler Mais »

O Novíssimo Testamento / Le Tout Noveau Testament

zzdeus1

Nota: ★★★★

Deus existe. Vive em Bruxelas, trancado num apartamento; não sai nunca à rua. Passa a maior parte do tempo em seu escritório, onde ninguém – nem sua mulher, nem sua filha de uns 12 anos – pode entrar. Fica ali trabalhando no computador, e seu trabalho consiste basicamente em fazer a humanidade infeliz. Ler Mais »

De Repente, num Domingo / Vivement Dimanche!

zzvive1

Nota: ★★★½

Rever Vivement Dimanche! – o 21º e último longa-metragem de François Truffaut – me deu uma imensidão de prazer, alegria, contentamento. Que absoluta maravilha de filme! Ler Mais »

Vida de Solteiro / Singles

zzsingles1

Nota: ★★★☆

Cada geração merece ter pelo menos um filme que fale sobre ela, seus sonhos, ideais, valores, encontros, desencontros, temores, frustrações, alegrias. Singles, no Brasil Vida de Solteiro, é o filme sobre a geração que, na época do lançamento, 1993, estava aí entre os 25 e os 30 anos. Gente nascida entre 1961 e 1965 – exatamente como os atores principais. Ler Mais »

Reinado do Crime / Borderline

zzborder1

Nota: ★★★☆

Uma deliciosa surpresa este Borderline, de 1950, de que eu jamais tinha ouvido falar, não tinha qualquer tipo de referência. Como é gostoso descobrir um filme sobre o qual não sabemos absolutamente nada. Ler Mais »

Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão / A Midsummer Night’s Sex Comedy

zzsonhos1

Nota: ★★★½

A Midsummer Night’s Sex Comedy, no Brasil Sonhos Eróticos de uma Noite de Verão, o primeiro dos 13 filmes de Woody Allen da Era Mia Farrow, é uma absoluta delícia, um encanto, uma comédia alegre, safada, hilariante. Ler Mais »

Rolou uma Química / Better Living Through Chemestry

zzquimica1

Nota: ★☆☆☆

Bons atores: Sam Rockwell, as belas Olivia Wilde e Michelle Monagham, e até Jane Fonda. E então resolvi experimentar este Better Living Through Chemestry, vivendo melhor com a química, no Brasil. Ler Mais »

O Negócio – A Primeira Temporada

zznegocio1

Nota: ★★★☆

Lá pela metade da primeira temporada de O Negócio, Magali (o papel de Michelle Batista, na foto abaixo), uma das três sócias da empresa Oceano Azul, que estava naquele momento enfrentando um revés, sai-se com o seguinte: – “Nossa profissão é assim mesmo: às vezes a gente tá por cima, às vezes tá por baixo”. Ler Mais »

E aí, Meu Irmão, Cadê Você? / O Brother, Where Art Thou?

zzbrother1

Nota: ★★★★

O Brother, Where Art Thou?, no Brasil E aí, Meu Irmão, Cadê Você?, é um filme genial, uma maravilha, uma obra-prima. Tem qualidades a dar com o pau, e espero poder demonstrar um pouco delas nesta anotação – mas a principal é simples de se explicar. É uma comédia danada de engraçada. É uma das comédias mais absolutamente hilariantes que já vi. Ler Mais »

A Rosa Púrpura do Cairo / A Rosa Púrpura do Cairo

 

zzcairo1

Nota: ★★★★

A Rosa Púrpura do Cairo é um filme genial. Dos mais geniais que já foram feitos.

Algumas palavras e expressões vão perdendo um tanto de seu significado, de sua importância, vão se desgastando, por conta do uso indiscriminado, e “genial” é uma delas. Mas é o adjetivo o mais adequado para A Rosa Púrpura: o filme é o resultado de um lampejo de gênio, uma idéia preciosa, única, especial, genial. Ler Mais »

Atire a Primeira Pedra / Destry Rides Again

zzdestry1

Nota: ½☆☆☆

Destry Rides Again, no Brasil Atire a Primeira Pedra, de 1939, é unanimemente incensado. E, além de elogiado, é reconhecido como de importância histórica por ter reacendido o brilho da carreira de Marlene Dietrich, num período em que ela era considerada “veneno de bilheteria” e justamente no momento em que começava a Segunda Guerra Mundial, durante a qual ela trabalharia com os soldados aliados contra as tropas de seu país natal, a Alemanha. Ler Mais »