Arquivos do Rótulo: Comédia

Romance e Cigarros / Romance & Cigarettes

Nota: ★★★☆

Romance e Cigarros, de 2005, foi o terceiro dos até agora cinco longa-metragens dirigidos pelo sempre ótimo ator John Turturro. Ele foi também o autor da história e do roteiro. Ler Mais »

MIB: Homens de Preto / Men in Black

Nota: ★★★½

Men in Black, de 1997, assim como suas duas continuações, é uma absoluta delícia, uma diversão maravilhosa, inventiva, inteligente, fascinante. Ler Mais »

Sete Dias Sem Fim / This is Where I Leave You

Nota: ★★★☆

Ô saco: mais um filme americano sobre família disfuncional.

Os mal-humorados poderiam perfeitamente dizer a frase acima. Prefiro dizer “ô delícia: mais um filme americano sobre família disfuncional”.

Ler Mais »

Sobre Café e Cigarros / Coffee and Cigarettes

Nota: ★★★☆

Só mesmo Jim Jarmusch, o diretor mais minimalisticamente cool, o cara que fez Estranhos no Paraíso (1984) e Down By Law (1986), poderia cometer este Coffee and Cigarettes, lançado como longa metragem de 95 minutos em 2003. Ler Mais »

Noite de Verão em Barcelona / Barcelona, Nit d’estiu

Nota: ★★½☆

São seis histórias de amor e uma única cidade. Ou, como se diz no site oficial do filme, “Sis històries d’amor i una única ciutat”. Sim – como a cidade é Barcelona, a imensa maior parte dos diálogos não é em espanhol, e sim em catalão. Ler Mais »

Lolo, o Filho da Minha Namorada / Lolo

Nota: ★★½☆

Aquela velha história: ela é refinada, sofisticada, ele é meio grosso, meio bronco. Já vimos este filme bem antes de Julie Delpy lançar este Lolo, de 2015, que no Brasil ganhou o complemento de O Filho da Minha Namorada. Ler Mais »

Negócio das Arábias / A Hologram for the King

Nota: ★★★☆

Negócio das Arábias, no original A Hologram for the King, do diretor alemão Tom Tykwer, é o que se pode chamar – com alguma dose de frescura, de coisa pernóstica – de um filme que permite várias leituras. Se o espectador quiser entendê-lo como uma gostosa comédia, tudo bem – é, sim, uma gostosa comédia. Ler Mais »

Meu Amante é do Outro Mundo / Earth Girls are Easy

Nota: ★★☆☆

Se no futuro estudiosos – terráqueos ou alienígenas – quiserem pesquisar sobre as obras do cinemão comercial americano mais despudoradamente bobas, besteróicas, mais desavergonhadamente distantes de qualquer lógica ou seriedade durante os anos 1980, este filme aqui é um prato cheio. Ler Mais »

O Que os Homens Falam / Una Pistola en Cada Mano

Nota: ★★★★

Depois de tantas conquistas das mulheres, ao longo dos últimos 100 anos ou mais, na luta pela igualdade de direitos, oportunidades, empregos, salários, tudo, como ficaram os homens? Pós-feminismo, pós os feminismos todos, como anda o Planeta Homem? Ler Mais »

O Dobro ou Nada / Lay the Favorite

Nota: ★★½☆

Boa parte da ação de O Dobro ou Nada/Lay de Favorite (2012), se passa em Las Vegas, a capital mundial do jogo. O tema central são os jogos, as apostas, a sorte – ou a falta dela. Assim, nada é mais apropriado do que este aviso dado ao espectador bem no início da narrativa: “Por pura sorte, esta história é verdadeira”. Ler Mais »

Melinda e Melinda / Melinda and Melinda

Nota: ★★★☆

O que Woody Allen diz em seu filme de 2004, Melinda e Melinda, não é complicado, complexo. É o que ele vem dizendo em muitos de seus filmes. A rigor, a rigor, coisas muito simples, quase um conjunto de truísmos: a vida é curta, aproveite bem cada momento; tente, se possível, não fazer muito drama, não complicar, não desperdiçar tempo e energia. Ler Mais »

Casanova ’70

Nota: ½☆☆☆

No curto período entre 1963 e 1965, os gigantes Mario Monicelli e Marcello Mastroianni fizeram dois dos mais comentados filmes do total de sete em que juntaram seus talentos. Monicelli sempre foi mais ligado à comédia; Mastroianni fazia de tudo, alternava as gargalhadas de Divórcio à Italiana (1962) com a dureza da incomunicabilidade de A Noite (1961) com o féerico, onírico de Oito e Meio (1963). Ler Mais »

Pantaleão e as Visitadoras / Pantaleón y las Visitadoras

Nota: ★★★☆

O segundo Pantaleão e as Visitadoras, co-produção Peru-Espanha de 2000, é um bom filme. Claro: o ponto de partida, a história criada por Mario Vargas Llosa, é uma absoluta delícia. Mas o filme tem outros méritos além da história fascinante. Entre eles, uma atriz de beleza estonteante, um vulcão de sensualidade, a colombiana Angie Cepeda.  Ler Mais »

O Tesouro / Comoara

Nota: ★★★☆

Desconcertante. Desconcertante. O adjetivo ficou pipocando na minha cabeça, quando terminamos de ver O Tesouro, o filme de 2015 do romeno Corneliu Porumboiu. Ler Mais »

Ave, César! / Hail, Caesar!

zzave1

Nota: ★★★½

Ave, César!, o filme dos irmãos Joel e Ethan Coen de 2016, é uma absoluta delícia, uma comédia hilariante, uma diversão fantástica para quase todo tipo de audiência. Só poderá desagradar a turma de narizinho empinado que diz amar “cinema de arte” e detestar “filme americano” – como se só houvesse um tipo de filmes americanos. Ler Mais »