O Solteirão / Solitary Man

Nota: ★★★☆

Anotação em 2011: A pior coisa deste filme é o título imbecil escolhido pelos exibidores brasileiros. O Solteirão sugere uma comedinha romântica. É completamente diferente de Solitary Man, o título original. É um baita drama – a história de um homem que tinha tudo o que se admira na escala de valores da sociedade capitalista e vai descer ao inferno. Continue lendo “O Solteirão / Solitary Man”

O Estudante / El Estudiante

Nota: ★★☆☆

Anotação em 2011: O Estudante, produção mexicana de 2009, é repleto de boas, ótimas, excelentes intenções. Demonstra que foi feito com garra, gana, paixão – e tem alguns bons momentos. Mas tropeça sob o peso de tanta vontade de se fazer uma obra que dê um bom recado, que transmita uma boa mensagem – e na opção de ser de fácil entendimento. Continue lendo “O Estudante / El Estudiante”

Terra de Paixões / The Hi-Lo Country

Nota: ★★★☆

Anotação em 2011: O inglês Stephen Frears é um sujeito que passa por todos os gêneros possíveis e imagináveis, em filmes feitos na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Irlanda – sempre com uma absurda competência. Em 1998, fez um western, Terra de Paixões/The Hi-Lo Country. Não tinha como dar errado: fez uma beleza de filme. Continue lendo “Terra de Paixões / The Hi-Lo Country”

Flor do Deserto / Desert Flower

Nota: ★★★½

Anotação em 2011: É muito bom, este Flor do Deserto. Tem um ou outro pequeno defeitinho, coisa pouca. Mas, sobretudo, é um filme importante, necessário. Conta, e conta muito bem, uma história real – trágica e bela – que todas as pessoas deveriam conhecer. Continue lendo “Flor do Deserto / Desert Flower”

O Solista / The Soloist

Nota: ★★★½

Anotação em 2010: Uma maravilha de filme. Uma bela elegia à solidariedade, à amizade, que é, sim, possível, mesmo em uma megalópole gigantesca, no meio da competição frenética, insana – contra o relógio, contra a saúde, contra o colega de trabalho, contra todos os semelhantes – em que nossa sociedade transformou a vida das pessoas. Continue lendo “O Solista / The Soloist”

Tomates Verdes Fritos / Fried Green Tomatoes


Nota: ★★★½

Anotação em 2010: Continua tão delicioso de se ver quanto na época em que foi feito, quase 20 anos atrás, este Tomates Verdes Fritos. É uma beleza de filme, sensível, caloroso, com um tom melancólico bem temperado por momentos leves, bem humorados. Uma pequena ode à vida e à amizade – suave, não uma sinfonia, mas um quarteto de cordas. Continue lendo “Tomates Verdes Fritos / Fried Green Tomatoes”