Natal em 3 x 4 / Días de Navidad

Nota: ★★★☆

As personagens centrais de Días de Navidad (no Brasil Natal em 3 x 4), minissérie espanhola de 2019, são quatro mulheres, quatro irmãs. A ação se passa sempre, como deixa claro o título original, nos dias em torno do Natal, na grande casa de fazenda da família, em três épocas diferentes de suas vidas. Continue lendo “Natal em 3 x 4 / Días de Navidad”

Segredos de Natal / Zeit der Geheimnisse

Nota: ★★★☆

Zeit der Geheimnisse, exibido pela Netflix no Brasil como Segredos de Natal, nos países de língua inglesa como Holiday Secrets, é um tanto difícil de definir e tão fascinante quanto a família que apresenta – quatro gerações de mulheres, basicamente de mulheres, em que os homens são apenas e tão somente complementos supérfluos. Muitas vezes pesos desnecessários. Continue lendo “Segredos de Natal / Zeit der Geheimnisse”

A Pele Que Habito / La Piel Que Habito

Nota: ★★★☆

Tudo, tudo, absolutamente tudo em A Pele Que Habito, o Almodóvar de 2011, é doentio. Doentio – enfermiço, insalubre, deletério, malsão. Não há um único personagem que tenha alguma proximidade com, não digo normalidade, porque, como bem alerta Caetano Veloso, de perto ninguém é normal – mas alguma proximidade com qualquer coisa mediana, comum, parecido com a maioria. Continue lendo “A Pele Que Habito / La Piel Que Habito”

Lady Bird: A Hora de Voar / Ladybird

Nota: ★★★☆

Lady Bird (2017), que no Brasil ganhou um complemento e virou Lady Bird: A Hora de Voar – talvez porque quase no fim a personagem título entra em um avião –, tem um lado de novidade, de frescor, e de outro um jeitão tremendo de déjà-vu. É o primeiro filme dirigido pela jovem e simpaticíssima atriz e roteirista Greta Gerwig. Mas é também o décimo bilionésimo filme sobre as desventuras e atribulações de um/uma adolescente em flor. Continue lendo “Lady Bird: A Hora de Voar / Ladybird”

A Número Um / Numéro Une

Nota: ★★★☆

É impressionante como são áridos os temas tratados por A Número Um (2017), da francesa Tonie Marshall. Áridos, duros, secos, sem graça, sem charme. É um filme sobre trabalho – sobre altos executivos, e a luta de um grupo de feministas para colocar uma mulher, pela primeira vez, no cargo de presidente de uma das maiores corporações da França. Continue lendo “A Número Um / Numéro Une”

A Lavanderia / The Laundromat

Nota: ★★★½

A Lavanderia, que o incansável workaholic Steven Soderbergh lançou em 2019, é uma paulada, um panfletaço contra as mazelas do capitalismo, em especial da área das finanças, contra a forma com que funciona boa parte do sistema financeiro mundial. É uma paulada, um panfletaço, e portanto não tem nada a ver com sutileza, elegância, refinamento. Continue lendo “A Lavanderia / The Laundromat”

Berenice Procura

Nota: ★★½☆

Uma família terrivelmente, miseravelmente despedaçada – e, próximo a ela, acontece um crime, um homicídio. O pano de fundo é um dos bairros de maior densidade de habitantes por metro quadrado, um dos mais famosos do mundo – Copacabana, com todas as suas contradições, boates, inferninhos, transgêneros, tráfico de droga, prostituição. Continue lendo “Berenice Procura”

Oito Mulheres e um Segredo / Ocean’s 8

Nota: ★★½☆

Oito Mulheres e um Segredo/Ocean’s 8, produção cara do cinemão americano, tinha bons elementos para fazer sucesso. O título original (assim como o brasileiro) já faz referência clara à trilogia da década passada, que juntava um elenco estelar liderado por George Clooney, Brad Pitt e Matt Damon – e que foi, é claro um sucesso espetacular. Continue lendo “Oito Mulheres e um Segredo / Ocean’s 8”

1945

Nota: ★★★★

1945, produção húngara de 2017, do realizador Ferenc Török, é um filmaço, uma obra-prima, uma maravilha. E a proeza de ser um filme surpreendente, novo, forte, vigoroso, sobre um tema tão exaustivamente examinado ao longo dos 72 anos que separam as duas datas acima é apenas uma de suas qualidades. Continue lendo “1945”

Crônicas de San Francisco / Tales of the City

Nota: ★★★☆

Tales of the City, no Brasil Crônicas de San Francisco, edição 2019, conta as histórias de um grupo de pessoas um tanto excêntricas, um tanto distantes dos padrões tidos como “normais”, que vivem em uma espécie de comunidade – um conjunto de apartamentos numa área central e nobre da maravilhosa cidade. Continue lendo “Crônicas de San Francisco / Tales of the City”

Chacrinha – O Velho Guerreiro

Nota: ★★★½

Chacrinha – O Velho Guerreiro (2018), de Andrucha Waddington, é daqueles filmes que são ao mesmo tempo muito bons e muito importantes. É bom, bem realizado, uma obra bem sucedida – isso que os críticos dos Cahiers du Cinéma e os outros críticos franceses todos, chamam de réussi. Mas é também muito importante: a história de Chacrinha precisava mesmo ser contada pelo cinema. Ainda bem que foi contada, e bem contada. Continue lendo “Chacrinha – O Velho Guerreiro”

Trumbo – Lista Negra / Trumbo

Nota: ★★★★

Trumbo é um filmaço, uma beleza, uma maravilha. É cinema da mais alta qualidade – e é também um documento importantíssimo sobre o período mais negro, mais pavoroso de Hollywood, do cinema e da cultura americana como um todo, um dos períodos mais negros, mais pavorosos da História recente: os anos do macartismo, da caça às bruxas entre os profissionais do showbusiness, a partir do final dos anos 40 e atravessando todos os anos 50. Continue lendo “Trumbo – Lista Negra / Trumbo”

1983

Nota: ★★½☆

A imensa maior parte da série polonesa 1983 se passa em 2003 – mas é um 2003 totalmente diferente daquele que conhecemos. Na história criada por Joshua Long, houve em 1983 uma série de atentados terroristas em Varsóvia, Gdansk e Cracóvia – e a História do mundo passou a ser outra. A História andou em outra direção. Continue lendo “1983”