Kolya – Uma Lição de Amor / Kolja


Nota: ★★★★

Anotação em 1997: Uma beleza grande, imensa, uma puta sensibilidade. Conta-se uma bela história de uma criança despertando emoções e generosidade insuspeitadas em um homem maduro de 55 anos; mas conta-se, com ela, junto com ela, atrás dela, ou sobretudo, a história política do subjugado diante do representante do imperialismo. Continue lendo “Kolya – Uma Lição de Amor / Kolja”

A Isca / L’Appat


Nota: ★★☆☆

Anotação em 1997: A caixinha do filme diz que o filme ganhou o Urso de Ouro em Berlim, 1995. No Festival de Gramado, ganhou melhor atriz e melhor montagem. Acho muito incenso, desproporcional ao que o filme é – mais um filme francês mostrando as barreiras sociais e como os jovens da classe média e média-alta são amorais, ambiciosos, egoístas, sem qualquer tipo de valor moral. Continue lendo “A Isca / L’Appat”

Filhos da Natureza / Börn Náttúrunnar


Nota: ★★½☆

Anotação em 1997: A maior surpresa é ver um filme da Islândia. Seguramente foi a primeira vez – e não sei se haverá muitas oportunidades. Coisa maluca, um país gelado de 250 mil habitantes, menos que Jundiaí, menos que o meu bairro – e sem miséria, com educação e saúde pra todo mundo. Continue lendo “Filhos da Natureza / Börn Náttúrunnar”

Entre o Inferno e o Profundo Mar Azul / Between the Devil and the Deep Blue Sea


Nota: ★★½☆

Anotação em 1997: O filme é sensível, sobre o encontro de um homem infeliz, inteiramente perdido na vida, com uma garotinha pobre, mendiga, criada no lumpen, e no entanto cheia de força, fé e esperança. Ele é um marinheiro, num navio que chega a Hong Kong; ela se oferece para trabalhar em navios em troca de dinheiro e comida. Continue lendo “Entre o Inferno e o Profundo Mar Azul / Between the Devil and the Deep Blue Sea”

Caro Diário / Caro Diario


Nota: ★½☆☆

Anotação em 1997: Nanni Moretti ganhou o prêmio de melhor direção em Cannes 1994 por este filme. Bem, o filme, que me tinha sido tão especialmente recomendado, bem o filme, não sei, não. É uma coisa minimalista. Mínimo de história, mínimo de situações, mínimo de piadas, mínimo de gente envolvida – Moretti escreveu, atuou, dirigiu. Em minimalismo, prefiro o Jarmusch de Downbylaw. Continue lendo “Caro Diário / Caro Diario”

Caindo no Ridículo / Ridicule


Nota: ★★★★

Anotação em 1997: Uma bela e total surpresa. É um drama, e denso, bastante denso, sério, inteligente, sensível. Acho que a melhor forma de fazer uma resenha seria dizer que é um filme sobre como manter os princípios morais em uma sociedade em que é difícil manter os princípios morais, e em que para se conseguir realizar o bem que se pretende é preciso fingir que se está abrindo mão dos próprios princípios que se quer manter. Continue lendo “Caindo no Ridículo / Ridicule”

Um Amor na Alemanha / Eine Liebe in Deutschland


Nota: ★★★★

Anotação em 1997: Um grande, magnífico filme. O espectador sente que Andrzej Wajda quer dissecar as reações das pessoas na Alemanha durante o nazismo; quer entender por que os alemães permitiram o nazismo. Não sei o romance no qual ele se baseou, mas o filme é um estudo da fragilidade do caráter das pessoas comuns de uma cidade pequena, um microcosmo do que para o diretor é a Alemanha toda. Continue lendo “Um Amor na Alemanha / Eine Liebe in Deutschland”

A Noite de São Lourenço / La Notte di San Lorenzo


Nota: ★★★½

Anotação em 1997: Brilhante, sim. Brilhante, fortíssimo, emocionante, com uma puta simpatia pelo bicho homem, esse ser infeliz que cria maravilhas e guerras. O filme tem aquela coisa em que os italianos são especialistas – o painel, o afresco, o retrato de uma realidade grande, vasta. Continue lendo “A Noite de São Lourenço / La Notte di San Lorenzo”

Os Visitantes da Noite / Les Visiteurs du Soir


Nota: ★★½☆

Anotação em 1996, com complemento em 2008: O filme famosíssimo de Marcel Carné, feito em 1942, é pesadão, teatral, com diálogos artificiais. Tudo só funciona mesmo como documento histórico de uma parábola feita para enfrentar a censura dos invasores nazistas e do governo de Vichy. Os críticos chamaram o filme de “irrealismo poético”. Continue lendo “Os Visitantes da Noite / Les Visiteurs du Soir”

Aconteceu na Primavera / Fiorile


Nota: ★★★☆

Anotação em 1996: Um filme impressionante. Até mesmo pelo fato de que não parte de um texto literário, mas é uma criação dos irmãos Taviani diretamente para o cinema, com uma complexidade que seria de se esperar de um grande escritor. Um painel com a história de uma família da Toscana ao longo de 200 anos. Continue lendo “Aconteceu na Primavera / Fiorile”

Tão Longe, Tão Perto / In Weiter Ferne, So Nah!


Nota: ★★★☆

Anotação em 1996: Esta continuação de Asas do Desejo, seis anos depois, é belíssimo, extraordinariamente belo, no visual e no suco. Mas é pesado, lento, as relações dos personagens não são fáceis, são enroladas, as referências são muito circulares, e na verdade é preciso rever o filme, acho, para entender e gostar mais da trama – que é a mais confusa e tortuosa dos poucos do Wim Wenders que eu vi até agora. Continue lendo “Tão Longe, Tão Perto / In Weiter Ferne, So Nah!”