Arquivos da Categoria: EUA e Canadá

Homeland – As três primeiras temporadas

Nota: ★★★½

Carrie Mathison é uma daquelas personagens absolutamente especiais, uma figura fascinante. Agente da CIA, tem um fantástico faro, uma incrível capacidade de percepção do que as pessoas nesse mundo louco da espionagem, da inteligência, da contra-inteligência – e do terrorismo – são na verdade, e do que elas tentam esconder. Ler Mais »

Coração de Caçador / White Hunter Black Heart

Nota: ★★½☆

Depois que rolam todos os créditos finais de White Hunter Black Heart, no Brasil Coração de Caçador, ali nos segundos finais dos 112 minutos de projeção, surge a seguinte afirmação: “Este filme é um trabalho de ficção”. Ler Mais »

Manchester à Beira-Mar / Manchester by the Sea

Nota: ★★★★

Manchester by the Sea é um filmaço, uma beleza, uma maravilha. Drama familiar denso, pesado, tristíssimo, o filme, no entanto, é de encher os cinéfilos de alegria e esperança: sucesso de público e crítica, ele veio comprovar, mais uma vez, que há espaço, sim, para filmes sérios, voltados para platéias maduras. Ler Mais »

Uma Aventura na África / The African Queen

Nota: ★★★★

Acho que dá para afirmar, sem medo de errar, que Uma Aventura na África/The African Queen é um dos mais adorados de todos os filmes do período clássico de Hollywood. Ler Mais »

Tubarão / Jaws

Nota: ★★★★

Tubarão não seria o que é sem a música de John Williams. Aqueles acordes gravíssimos, soturnos, abafados, opressivos, que precedem cada ataque do monstro, definem todo o clima de medo, de pavor que permeia  o filme. Ler Mais »

Assumindo a Direção / Learning to Drive

Nota: ★★★☆

A catalã Isabel Coixet é uma realizadora de filmes sobre pessoas comuns, gente como a gente, e seus relacionamentos com os outros – afetivos, passionais, familiares. Ela fala sobre a imensa maior parte da humanidade, e não sobre os temas da maioria dos filmes de hoje: bandidos, ladrões, assassinos, traficantes, super-heróis ou seres de alguma outra dimensão, diferente desta em que vivemos o eventual leitor e eu. Ler Mais »

A Última Sessão de Cinema / The Last Picture Show

Nota: ★★★★

Nós todos envelhecemos – nós, os das gerações nascidas aí entre 1945 e 1955, que vimos A Última Sessão de Cinema quando éramos jovens e tínhamos desejos fortes e sonhos ambiciosos e nos apaixonamos pelo filme. Peter Bogdanovich e aquela penca de atores envelheceram, é claro, e nós os vimos envelhecer nas telas. Ler Mais »

Meus Vizinhos São um Terror / The ‘Burbs

Nota: ★★½☆

Este The ‘Burbs, no Brasil Meus Vizinhos São um Terror, definitivamente não é um filme para todas as platéias. Boa parte das pessoas com toda certeza achará o filme bobo demais. Ler Mais »

Sombras da Noite / Dark Shadows

Nota: ★★★☆

Fico impressionado, bestificado: como as pessoas conseguem ter essas idéias? Que dom maravilhoso, especial, elas têm para bolar coisas como a trama deste Sombras da Noite/Dark Shadows? Ler Mais »

Ricos, Bonitos e Infiéis / Town & Country

Nota: ★☆☆☆

O elenco é espetacular: Warren Beatty, Diane Keaton, Goldie Hawn, Nastassja Kinski, Andie MacDowell. Uma participação especial do veterano Charlton Heston. E ainda um jovenzinho Josh Hartnett em começo de carreira. Ler Mais »

O Homem do Oeste / Man of the West

Nota: ★☆☆☆

O Homem do Oeste, de 1958, foi o penúltimo western dirigido por Anthony Mann, um dos maiores realizadores de westerns. Depois dele, Mann ainda faria a refilmagem Cimarron (1960), e em seguida lançaria duas grandes superproduções, El Cid (1961) e A Queda do Império Romano (1964), e terminaria a carreira gloriosa com um filme de guerra, Os Heróis de Telemark (1965), e um de espionagem, O Espião de Dois Mundos (1968). Ler Mais »

O Cavaleiro Solitário / The Lone Ranger

Nota: ★★★½

Eis aí algo que milhões e milhões de pessoas já sabiam, e para mim foi uma surpresa: este O Cavaleiro Solitário/The Lone Ranger, de 2013, é uma absoluta maravilha, uma perfeita delícia. Uma das diversões mais gostosas que vi nos últimos muitos anos. Ler Mais »

Um Amor em Chinatown / Eat a Bowl of Tea

Nota: ★★★☆

Wayne Wang, chinês nascido em Hong Kong, em 1949, exatamente como seu contemporâneo Ang Lee, chinês nascido em Taiwan, em 1954, entremeia na carreira filmes absolutamente americanos, sem nada a ver com a China, com outros especificamente sobre a comunidade chinesa nos Estados Unidos, para onde seus pais emigraram. Ler Mais »

Cartas para Julieta / Letters to Juliet

Nota: ★★½☆

Piegas e bonitinho. Ou então – se o espectador deixar de lado seu rígido espírito crítico – extremamente romântico e bem bonitinho. É assim este Cartas para Julieta, mais uma comedinha romântica do cinemão comercial americano passada na Itália. Ler Mais »

Um de Nós Morrerá / The Left-Handed Gun

Nota: ★☆☆☆

Arthur Penn, um dos mais celebrados diretores do cinema americano da segunda metade do século XX, intelectual de esquerda, fascinado e influenciado pelo cinema europeu, estreou no cinema com um western, The Left-Handed Gun, no Brasil Um de Nós Morrerá, de 1958. Ler Mais »