Arquivos da Categoria: América Latina

Truman

Nota: ★★★★

Truman, do diretor catalão Cesc Gay, co-produção Espanha-Argentina de 2015, tem sido elogiado por onde passa. Ganhou 28 prêmios, fora outras 29 indicações. Foi o grande vencedor do Goya, o troféu da Academia Espanhola, e do Gaudí, o corresponde catalão. Merece todos os elogios, todos os prêmios. É uma obra-prima. Um filmaço. Ler Mais »

A Reconstrução / La Reconstrucción

Nota: ★★★☆

O jovem diretor argentino Juan Taratuto vinha de duas gostosas, simpáticas, agradáveis, despretensiosas comedinhas românticas. Em 2013, lançou este A Reconstrução, um drama sério, pesado. Em vez de em Buenos Aires, a bela cidade em que nasceu em 1971, foi filmar na paisagem também bela, porém gélida, dura, inóspita, do extremo Sul argentino, na região de Ushuaia, a cidade importante mais próxima do Pólo Sul. Ler Mais »

Pantaleão e as Visitadoras / Pantaleón y las Visitadoras

Nota: ★★★☆

O segundo Pantaleão e as Visitadoras, co-produção Peru-Espanha de 2000, é um bom filme. Claro: o ponto de partida, a história criada por Mario Vargas Llosa, é uma absoluta delícia. Mas o filme tem outros méritos além da história fascinante. Entre eles, uma atriz de beleza estonteante, um vulcão de sensualidade, a colombiana Angie Cepeda.  Ler Mais »

Paulina / La Patota

zzpaulina1

Nota: ★★½☆

Paulina (2015), do argentino Santiago Mitre, começa de maneira arrasadora, impressionante, soltando talento pelo ladrão: é um plano-sequência de pouquinho menos de 10 minutos, um diálogo de um homem e uma mulher, pai e filha. Quase 10 minutos de um diálogo intenso, uma discussão em muitos momentos acalorada. Dois atores excelentes, em uma única tomada sem corte. Ler Mais »

Todos se van

zztodos1

Nota: ★★★★

A garotinha Nieve (Rachel Mojena), que vemos com 8 anos de idade, foi abençoada com uma inteligência fora de série e, de quebra, um fantástico talento para escrever. No entanto, foi também vítima de duas maldições terríveis, tenebrosas, das piores que pode haver. Ler Mais »

Cantinflas – A Magia da Comédia / Cantinflas

zzcanti1

Nota: ★★½☆

O cinema mexicano homenageou o mais popular de seus atores com uma superprodução cara, luxuosa, com um jeitão hollywoodiano – e que dá uma imensa importância a Hollywood. Ler Mais »

Relatos Selvagens / Relatos Salvajes

zzrelatos1

Nota: ★★★★

Em um verso extremamente feliz, Caetano Veloso falou “da força da grana que ergue e destrói coisas belas”. Mais que apenas a força da grana, é impressionante como é grande a força da humanidade, de forma ampla, geral e irrestrita, para erguer e destruir coisas belas. Ler Mais »

A Sorte em Suas Mãos / La Suerte en Tus Manos

zzsorte1

Nota: ★★★☆

Divertida, gostosa comedinha romântica de Daniel Burman, o jovem argentino realizador de filmes muito bons – O Abraço Partido (2004), As Leis de Família (2006) – e outros nem tanto assim – Ninho Vazio (2008), Dois Irmãos (2010). Ler Mais »

Inevitável / Inevitable

zzinevitável1

Nota: ★★★½

Um drama pesado, sério, denso, sobre o amor a vida a morte, uma trama extraordinariamente bem urdida, trançada, encenada com absoluto brilho, com talento saindo pelo ladrão. Inevitável, co-produção Argentina-Espanha de 2013, é um filmaço. Ler Mais »

Gloria

zzgloria1

Nota: ★★★☆

Sensível, forte, bem realizado filme do novo cinema chileno: um retrato realista, cru, despojado de qualquer glamour, da vida de uma mulher madura e solitária numa grande metrópole. Ler Mais »

Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho / Corazón de León

zzcoração1

Nota: ★★★½

Uma maravilha, uma delícia, um encanto, este Corazón de León, que no Brasil teve acrescentada no título a obviedade de O Amor Não Tem Tamanho. Ler Mais »

Tese sobre um Homicídio / Tesis sobre um Homicidio

zztese1

Nota: ★★★½

Uma beleza de thriller, este Tese sobre um Homicídio, segundo longa-metragem do jovem diretor argentino Hernán Golfrid, mais um dos tantos e tantos bons filmes protagonizados pelo incansável e sempre bom Ricardo Darín. Ler Mais »

Viúvas / Viudas

zzviuvas1

Nota: ★★½☆

Viúvas, do diretor argentino Marcos Carnevalle,  parte de uma idéia interessantíssima, uma situação estranha, esquisita, estapafúrdia, mas ao mesmo tempo absolutamente plausível: um único homem deixa duas viúvas, a oficial, a esposa, e a amante. Ler Mais »

No

zzno1

Nota: ★★★½

O Chile é um país fascinante. Foi o primeiro país do mundo a eleger, em eleições livres, diretas, um presidente socialista. E foi também o primeiro – e talvez tenha sido o único – a derrubar uma ditadura nas urnas. Ler Mais »

Depois de Lúcia / Después de Lucía

zzdepois1

Nota: ★★★☆

Depois de Lúcia é um filme em tudo e por tudo impressionante. O diretor e roteirista mexicano Michel Franco, em seu segundo longa-metragem, fez uma obra seca, de uma secura estranha, forte, brutal. Seca, crua – e que corta o espectador como lâmina afiada. Ler Mais »