Ventos da Liberdade / The Wind that Shakes the Barley


Nota: ★★½☆

Anotação em 2008: Um filme de Ken Loach sempre merece respeito. Neste aqui, que levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2006, o grande, veterano cineasta inglês põe em discussão a eterna questão política: é melhor radicalizar nas reivindicações ou transigir diante de um avanço já obtido?

No caso, ele põe na mesa o que teria sido mais certo, na Irlanda dos anos 20: aceitar a trégua com os ingleses e um grande avanço rumo à liberdade, em troca de concessões como dividir o país e perder o Ulster, ou continuar lutando contra o Exército de Sua Majestade até a liberdade total?

Para ilustrar essa questão, Loach nos conta a história de dois irmãos que lutam em lados diferentes. Damien (Cillian Murphy) acabou de se formar na Faculdade de Medicina, e pretende exercer a profissão em Londres. Seu irmão Teddy (Padraic Delaney) está engajado na luta armada do IRA, o Exército Republicano Irlandês, contra os ingleses. Ao testemunhar um crime cometido por soldados ingleses que ocupam a Irlanda, Damien abandona os planos de ser médico em Londres e se une ao IRA.

Em 1921, quando o governo britânico oferece um acordo que dará mais autonomia à Irlanda, Teddy fica com a parcela que aceita a oferta; Damien, ao contrário, toma partido com os mais radicais que querem a liberdade total do jugo inglês. Os irmãos vão virar inimigos em fronts opostos.

Socialista desde sempre, com crenças que não foram afetadas pelos crimes do stalinismo nem pelo desabamento do império soviético, Ken Loach não defende claramente a radicalização – mostra que os defensores dos dois lados cometeram barbaridades.

Além da Palma de Ouro, o filme – financiado com dinheiro de seis países – recebeu outros quatro prêmios e teve 18 indicações.

Outros filmes de Ken Loach no site:

Terra e Liberdade/Land and Freedom;

Uma Canção para Carla/Carla’s Song;

Chuva de Pedras/Raining Stones;

Apenas um Beijo/Just a Kiss ou Ae Fond Kiss.

Ventos da Liberdade/The Wind that Shakes the Barley

De Ken Loach, Irlanda-Inglaterra-Alemanha-Itália-Espanha-França, 2006.

Com Cillian Murphy, Orla Fitzgerald, Pedraic Delaney, Liam Cunningham, Mary Riordan

Roteiro Paul Laverty

Produção EMC, UK Film Council, TV3. Estreou em SP 13/4/2007.

Cor, 127 min.

**1/2

2 Comentários

  1. José Luís
    Postado em 31 Março 2012 às 12:52 pm | Permalink

    Gosto muito deste filme e já comprei o DVD há uns tempos.
    Este actor é mesmo bom e já fez filmes de que gosto muito: Breakfast on Pluto, Girl with a Pearl Earring (com fotografia excelente de um Português – Eduardo Serra) e outros.
    Aliás o tema “Irlanda” atrai-me muito.

  2. Ivan
    Postado em 8 julho 2013 às 7:00 pm | Permalink

    Assim como o José Luiz, também gostei muito deste filme.
    É um filme bonito e triste ao mesmo tempo e, mais que tudo,revoltante tbm,com tudo o que se passa na história. Mas , todo filme de guerra ou de conflitos armados sejam quais forem sempre são e têm cenas revoltantes.
    As cenas finais emocionam muito.
    É muito triste, Irlandes matando Irlandes e, pior, irmão matando irmão.
    É um filme por demais, envolvente e tocante.
    S P O I L E R
    E a cena que ficou na minha mente :quando Damien pergunta ao seu irmão antes de ser fuzilado: ” Não é tarde para quem ? ” .
    Gosto muito do Cillian Murphy.
    ” Amor Extremo ” , ” Vôo Noturno ” , ” Poder Paranormal “, ” Môça com Brinco de Pérola ” que o amigo José Luiz também cita e principalmente ” Face Oculta ” onde ele está soberbo, são alguns filmes que vi com ele.
    Curioso que – independente de datas – o primeiro filme que vi com ele foi “Batman Begins”, onde ele aparece numa cena com uma mascara ridicula. Este eu não considero.
    Belo filme.
    Um abraço !!

6 Trackbacks

  1. […] Ventos da Liberdade/The Wind that Shakes the Barley, 2006; […]

  2. Por 50 Anos de Filmes » Face Oculta / Peacock em 30 Março 2012 às 8:57 pm

    […] antológica, das melhores interpretações dos últimos tempos, a desse garoto irlandês Cillian Murphy. É espetacular, estrondosa, a atuação do rapaz. Não dá para entender que ele não tenha sido […]

  3. Por 50 Anos de Filmes » Rota Irlandesa / Route Irish em 30 Abril 2013 às 7:14 pm

    […] de Nuneaton, lugarejo de Warwickshire, Loach já havia feito filmes sobre a Irlanda: Ventos da Liberdade/The Wind that Shakes the Barley, de 2006, mostra a luta dos republicanos irlandeses no início do século XX; Agenda Secreta/Hidden […]

  4. […] Ken Loach desde Uma Canção para Carla, de 1996. São dele os roteiros de Apenas um Beijo (2004), Ventos da Liberdade (2006, Mundo Livre (2007), À Procura de Eric (2009) e Rota Irlandesa […]

  5. […] oito anos após Ventos da Liberdade/The Wind that Shakes the Barley (2006), Palma de Ouro em Cannes e mais um monte de prêmios e indicações, o grande Ken Loach […]

  6. […] pelo direito de votar, nas duas primeiras décadas do século XX. Assim como diversos filmes – Ventos de Liberdade (2006) e O Salão de Jimmy (2014), ambos de Ken Loach, para dar só dois exemplos – escancararam […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*