Valente / The Brave One


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2008: Este thriller é extremamente bem feito e muito bem interpretado. O duro é que não dá para acreditar no que dizem Neil Jordan e Jodie Foster – dois artistas com belíssimos currículos – quando negam que o filme seja uma defesa pura e simples da justiça com as próprias mãos.

Jodie Foster faz o papel de Erica, que tem um programa de rádio em Nova York e é uma pessoa pacata – até que ela e o namorado são brutalmente espancados por bandidos no Central Park, e ele morre. Aí então Erica vira uma vigilante, uma vingadora; sai matando pelas ruas, até encontrar os assassinos do namorado e assassiná-los, com o apoio e beneplácito do correto policial (Terrence Howard).

OK: durante o tempo todo, o personagem de Jodie Foster se mostra enojada com o monstro em que se transformou. Mas o final, com o policial sério encobrindo os crimes dela, não pode ser interpretado de outra forma a não ser como uma defesa da vingança, do olho por olho, dente por dente.

Valente/The Brave One

De Neil Jordan, EUA-Austrália, 2007

Com Jodie Foster, Terrence Howard, Mary Steenburgen

Roteiro Roderick Taylor, Bruce A. Taylor e Cynthia Mort

Baseado em história de Roderick Taylor e Bruce A. Taylor

Fotografia Philippe Rousselot

Música Dario Marianelli

Produção Redemption Pictures

Cor, 122 min.

*

Um Comentário

  1. José Luís
    Postado em 24 julho 2013 às 10:28 pm | Permalink

    Concordo inteiramente com o seu comentário, achei o filme muito desagradável.

3 Trackbacks

  1. […] filmes em que alguém vai em busca de vingança contra os assassinos de um ente querido, como Valente, de Neil Jordan, para dar só um exemplo; cheguei a pensar em desistir de ver o que parecia ser […]

  2. Por 50 Anos de Filmes » Harry Brown em 15 Abril 2011 às 2:26 pm

    […] ou com atores importantes já fizeram – tipo, para dar apenas dois exemplos entre tantos,Valente/The Brave One, do irlandês Neil Jordan, com Jodie Foster no papel da radialista que perde o namorado durante um […]

  3. Por 50 Anos de Filmes » Um Novo Despertar / The Beaver em 3 Janeiro 2012 às 12:52 pm

    […] mais ainda do que enfrentar temas complexos, Jodie Foster escolheu construir uma narrativa propositadamente na corda bamba, no fio da navalha entre o drama […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*