Raposa de Fogo / Firefox


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2008: Este deve ser, muito provavelmente, o pior filme que Clint Eastwood dirigiu na vida. É longo demais, exagerado demais, inverossímil demais – e é idiota.

Clint interpreta um piloto que já foi muito bom mas agora está um tanto velho, e tem momentos de pânico, de perda de controle, por causa de experiências traumáticas do passado. Apesar disso, ele é encarregado pelo governo americano de entrar na União Soviética e simplesmente roubar um superavião que os comunistas acabaram de criar, o Raposa de Fogo do título. E ele consegue realizar a façanha, porque os americanos são extraordinariamente competentes e os russos são uns basbaques imbecis.

Roger Ebert conseguiu se divertir com o filme. Diz ele: “Há uma sensacional seqüência de perseguição que é uma homenagem a Star Wars. Lembram-se da cena de Star Wars em que duas naves caçam uma a outra entre os altíssimos muros da cidade no espaço? Estwood e seu perseguidor russo passam num vale entre duas montanhas de gelo, e a cena é legal, mesmo quando a gente compreende que aquilo é logicamente impossível. Acho que isso vale para todo o filme”.

Raposa de Fogo/Firefox

De Clint Eastwood, EUA, 1982.

Com Clint Eastwood, David Huffman, Freddie Jones,

Roteiro Wendell Wellman e Alex Lasker

Baseado em livro de Craig Thomas

Cor, 137 min (há uma versão com 124).

*

2 Comentários para “Raposa de Fogo / Firefox”

  1. Eu já vi esse filme, e ao contrário da opinião postada anteriormente. Achei o filme muito bom, tendo em vista os recursos cinematográficos na época em que foi criado. A própria tecnologia do avião do filme que na época era mera ficção hoje é uma realidade. Com relação ao roteiro da história…por favor…filme é diversão…tem que ter ação e coisas impossíveis mesmo…senão não tem graça.
    Eu gostei.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *