Meu Melhor Amigo / Mon Meilleur Ami


Nota: ★★½☆

Anotação em 2008: Um filme bem razoável – simples, despretensioso -sobre a solidão e a necessidade da solidariedade na doida sociedade moderna. O diretor Patrice Leconte tem aqui seu dia de Frank Capra

Daniel Auteil faz François, um marchand de antiguidades rico e absolutamente frio, insensível, egocêntrico, umbigo do mundo. Nem a única filha o suporta. Catherine (Julie Gayet), sua sócia, o desafia a provar, num prazo de dez dias, que tem pelo menos um amigo na vida. Fazem uma aposta: quem vencer ficará com um vaso antigo e valiosíssimo que ele encontrou para vender.

François começa a procurar nomes de amigos na memória, na agenda – não acha nenhum. Todas as pessoas que conhece são através do trabalho, as relações entre eles são superficiais.

O amigo que ele nunca teve e não tem aparece na figura de Bruno (Dany Boon), um motorista de táxi simpático, cativante, cujo sonho na vida é participar de um desses programas de TV tipo O Céu é o Limite. Primeiro, François vai tentar aprender com Bruno a arte de ser simpático, de ouvir os outros, de cativar as pessoas. Depois vai concluir que o único amigo que ele poderia ter é o próprio Bruno.   

Auteil, o diretor Patrice Leconte e o fotógrafo Jean-Marie Dreujou haviam trabalhado juntos no belo e sensível A Mulher e o Atirador de Facas/La Fille sur le Pont, de 1999.

Outros filmes do diretor no site:

Confidências Muito Íntimas/Confidences Trop Intimes;

Uma Passagem para a Vida/L’Homme du Train;

Caindo no Ridículo/Ridicule

 Meu Melhor Amigo/Mon Meilleur Ami

De Patrice Leconte, França, 2006.

Com Daniel Auteil, Dany Boon, Julie Gayet, Julie Durand

Roteiro Patrice Leconte e Jerôme Tonnerre

Argumento Olivier Dazat

Fotografia Jean-Marie Dreujou

Produção Fidélité. Estreou em São Paulo 2/11/2007.

Cor, 90 min.

**1/2

Um comentário para “Meu Melhor Amigo / Mon Meilleur Ami”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *