A Estrela Imaginária / La Stella Che Non c’é


Nota: ★☆☆☆

Anotação em 2008: Eis aí um daqueles filmes que eu não consigo entender, daqueles filmes que encantam os críticos e o pessoalzinho cabeça, mas eu simplesmente não consigo entender. Ele termina, e eu digo: sim, mas… o que foi mesmo que ele quis dizer?

A história – um empregado de uma metalúrgica italiana vendida à China sabe que uma importante máquina tem um defeito, e viaja, por sua conta e risco, até lá, até uma província perdida nos cafundós, para contar aos novos proprietários sobre o problema e assim evitar que uma tragédia possa acontecer com os operários chineses – não tem qualquer lógica, mas nem a menor, mais longínqua lógica, nem aqui nem na China.

OK, a história não interessa, é uma parábola… mas querendo dizer o quê? Que o comunismo chinês às vezes é parecido com o capitalismo ocidental? Que os trabalhadores italianos têm um senso de ética e solidariedade que está faltando ao comunismo chinês?

 Ah, pode ser.

E a coisa de o italiano se encontrar, e por diversas vezes, nos mais diferentes lugares, com a jovem chinesa tradutora, no meio daquele oceano, daquela Via Láctea de 1 bilhão e 300 milhões de pessoas? Hein? Hein? Licença poética? Estou sendo um idiota da objetividade e exigindo um realismo, um naturalismo onde não cabe?

Ah, pode ser. Tá bom, então.  

Acho que realmente eu tô ficando velho.

A Estrela Imaginária/La Stella Che Non c’é

De Gianni Amelio, Itália-França-Suíça-Cingapura, 2006.

Com Sergio Castellitto, Ling Tai

Roteiro Gianni Amelio e Umberto Contarello

Baseado no livro de Ermano Rea

Música Franco Piersanti

Produção Cattleya

Cor, 103 min.

*

13 Comentários para “A Estrela Imaginária / La Stella Che Non c’é”

  1. Vi ontem e tive a mesma sensação:…e dai? Além disso, o filme é monótono e repetitivo e a atriz é ruim. Custa crer que é o mesmo diretor do belo “As Chaves de Casa”. Talvez a culpa maior seja do roteiro.

  2. Me desculpem os críticos, mas eu achei o filme muito bom e atriz, Ling Tai, foi perfeita em seu papel, além de ser muito bonita. Tô arriscando a comprar o DVD pela Net porque acho que vale a pena. O filme é um clássico!

  3. Rsrsrs… eu comprei o filme pela net… custou uma nota preta!!! Mas valeu a pena, pois este será um daqueles filmes que eu gostaria de assistir de novo… sonhando com a possibilidade de participar em alguma parte deste filme clássico, que deixou um gostinho de quero mais em minha mente…

  4. Acho que eu estou ficando velho ou sou burro e o critico muito inteligente porque assisto filmes há 6o anos e gostei deste e entendi.
    O filme é muito bom!

  5. Peguei o filme do meio pra frente pela SKY.
    Do ponto que ví, achei legal.
    Me deu pena dos chineses.
    Que condição sub-humana eles vivem.
    Quanto a peça defeituosa … vai entender !!
    Faltou o final feliz, onde ele (engenheiro italiano) se apaixona e assume mulher e filho, levando-os para casa.

  6. Vi apenas uma parte do filme porque estava morrendo de sono, mas, no dia seguinte corri na internet antes que me esquecesse do seu nome porque achei muito interessante pelo que vi. Simplesmente um filme que mostra um idealismo raro no mundo consumista em que vivemos. No mais, coisas reais, pessoas reais. Muito diferente dos efeitos especiais, dos heróis de papel e dos roteiros estandardizados do cinema americano.

  7. Crítica muito porca, não entende absolutamente nada de Dramas. Filme excelente e extremamente cativante onde mostra a verdadeira realidade da china e sua super população.

  8. Entendo de algo que você parece absolutamente não entender, Oswaldo:
    educação.
    Já ouviu falar que as pessoas têm direito a ter suas próprias opiniões?

  9. É um dos filmes que eu mais gosto,ja vi varias vezes.O personagem principal é muito engraçado quando se invoca com aqueles policiais chineses,e a moça é otima atriz é bem realista,simples, gostei,apesar de nao ter tido final feliz, que é um cliche nos filmes.

  10. É um filme excelente para se entender a China atual, e de como esse país está se tornando a maior economia mundial e de como se dá esse processo com a exploração atroz dos trabalhadores, desrespeito ao meio ambiente e autoritarismo.

  11. Excelente filme. Já assisti varias vezes e de tempos em tempos assisto novamente. As trilhas sonoras são demais. Mostra particularidades da China, mostrando o lado humano de seu povo. O final poderia ser melhor, ou haver uma continuação.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *