Sombras do Passado / Red Dust


Nota: ★★½☆

Anotação em 2007, com complemento em 2008: Ainda outro filme sobre o apartheid. Poucas semanas antes de ver este aqui, tínhamos visto o de Phillip Noyce, Em Nome da Honra/Catch a Fire. Repito o que falei: que venham mais filmes sobre o apartheid, quantos vierem. Todos são bem-vindos.

Este Sombras do Passado/Red Dust faz lembrar muito Em Minha Terra/Country of My Skull, com Juliette Binoche como a filha liberal, progressista, de afrikâners racistas e Samuel L. Jackson como um jornalista americano a trabalho na África do Sul.

Os dois filmes foram feitos no mesmo ano, 2004, e os dois mostram o período após o fim do regime, nos anos 1990, com os processos da Comissão de Verdade e Conciliação, os tribunais abertos para se decidir sobre se se concedia anistia ou não aos militares torturadores e às vítimas do regime racista.

areddustAqui, Hilary Swank faz uma advogada nascida na África do Sul que emigrou para os Estados Unidos e lá tem sólida carreira; ela volta à terra natal para acompanhar um processo que envolve um antigo amigo seu, um ativista pelos direitos humanos, Alex Mpondo (Chiwetel Ejiofor), que durante o apartheid foi duramente torturado sob as ordens de um oficial de polícia do regime racista, Dirk Hendricks (Jamie Bartlett).

Como os outros filmes que denunciam os absurdos do regime supremacista na África do Sul (Assassinato sob Custódia/A Dry White Season, Em Nome da Honra/Catch a Fire), este aqui merece ser visto.

Sombras do Passado/Red Dust

De Tom Hooper, Inglaterra-África do Sul, 2004.

Com Hilary Swank, Chiwetel Ejiofor, Jamie Bartlett, Ian Roberts

Roteiro Troy Kennedy Martin

Baseado no livro de Gillian Slovo

Produção BBC Films e Distant Horizon

Cor, 110 min.

**1/2

Um Trackback

  1. […] em futebol inglês – um tanto desconcertado. Mas o roteirista Peter Morgan e o diretor Tom Hooper ajudam o espectador, apresentando letreiros com alguns dos fatos básicos, e colocando locutores […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*