Paris, Te Amo / Paris, Je t’Aime


Nota: ★½☆☆

Anotação em 2007, com complemento em 2008: Com 20 pequeníssimos episódios, esta louvação a Paris (que às vezes mais parece um hino de ódio e desprezo pela cidade) é necessariamente irregular. Alguns episódios são simplesmente incompreensíveis e/ou cretinos.

O melhor de todos é dessa catalã talentosíssima, Isabel Coixet, sobre um casal de meia idade que se separa pouco antes de se descobrir que a mulher está com câncer.

O do Walter Salles, sobre uma imigrante latino-americana (Catalina Sandino Moreno, a colombiana do filme sobre tráfico de drogas Maria Cheia de Graça, na foto) que deixa seu filhinho na creche para cuidar do filho de uma burguesa, é bom. O de Gérard Depardieu, com a deusa Gena Rowlands e baseado em um argumento dela, sobre a reencontro de um casal idoso para tratar do divórcio, também é bom.

O episódio dos irmãos Coen, sobre um americano (Steve Buscemi) perdido numa estação de metrô, é uma brincadeira boba.

De qualquer forma, como são duas dezenas de diretores, alguns entre os mais importantes e os mais badalados em atividade, e o elenco reúne uma constelação de atores bons de diversas nacionalidades, é um filme para se ver de novo.

O iMDB informa que a intenção original do filme era que cada esquete representasse um dos 20 arrondissements de Paris, mas a idéia acabou sendo abandonada. Uma pena. O site-enciclopédia lembra também que a canção que Miranda Richardson cantarola, num dos segmentos, é Le Tourbillon, cantada por Jeanne Moreau em Uma Mulher para Dois/Jules et Jim, de Truffaut, de 1962 – o filme que ilustra o alto deste site, e sobre o qual ainda não escrevi aqui. (Anteriormente, por erro bobo, falta de atenção, eu havia escrito Miranda Jackson, em vez de Miranda Richardson. Um leitor atento mandou mensagem chamando a atenção para o erro.)

 

Paris, Te amo/Paris, Je t’Aime

De Isabel Coixet, Walter Salles, Joel & Ethan Coen, Gérard Dépardieu e mais uma dezena de diretores, França-Liechtenstein-Suíça, 2006

Com Gérard Dépardieu, Fanny Ardant, Ben Gazarra, Gena Rowlands, Marianne Faithfull, Catalina Sandino Moreno, Steve Buscemi, Juliette Binoche, Miranda Richardson

Produção Victoires International. Estreou em São Paulo 6/7/2007.

Cor, 126 min.

*1/2

Um Comentário