A Trapaça / The Spanish Prisoner


Nota: ★★★☆

Anotação em 1999, com acréscimo em 2006 e 2008: A trama é envolvente, interessantíssima. Ao longo de praticamente dois terços do filme, no mínimo metade, não sabemos exatamente o que vai acontecer, de onde virá o golpe, de que maneira, para quem, para quê.

O ritmo é lento, propositadamente lento. O espectador desconfia de tudo e de todos. De repente vem o golpe, o herói está totalmente perdido, vítima de gente profissional, muito acima da capacidade dele de entender e reagir.

O dramaturgo, roteirista e diretor David Mamet dá um show de roteiro. As tramas dos seus thrillers são complexas, cheias de reviravoltas – e sempre muito inteligentes. A Trapaça é uma das mais complexas delas; nada, absolutamente nada é o que parece ser.   

Rebecca Pidgeon, sempre maravilhosa, faz uma moça aparentemente boazinha, inocente, na verdade um disfarce para uma femme fatale como as dos anos 40. E Campbell Scott, no papel de Joe Ross, faz o perfeito pato que cai na armadilha.

A princípio, esse Joe Ross não parece um pato, um bobo. Muito ao contrário. É um sujeito de inteligência brilhante, que acaba de criar um processo a ser usado por empresas de alta tecnologia que dará a seu patrão (o veteraníssimo Ben Gazzara) milhões de dólares. Joe Ross viaja para uma ilha paradisíaca no Caribe, onde discute detalhes de sua invenção com executivos. Lá ele encontra por acaso (é o que ele acha) um milionário bon vivant (Steve Martin), de quem fica amigo. O milionário tentará convencê-lo de que sua invenção é importante demais e que a empresa não pagará a ele o preço justo por seu trabalho. É o início de uma armadilha em que ele cairá de quatro.

 Numa época de filmes policiais e/ou de ação com violência demais, mortes demais, explosões demais, perseguições de carro demais, os filmes de Mamet são um oásis de inteligência, sagacidade, brilho.

 E ainda tem o brilho de Rebecca Pidgeon, mulher do diretor na vida real, atriz de presença sempre forte. Como se não bastasse, ela ainda tem um lado de cantora-compositora, num estilo folk às vezes chegado no pop – bela voz, bela escolha de repertório, belas composições, algumas em parceria com Mamet. Um talento.

A Trapaça/The Spanish Prisoner

De David Mamet, EUA, 1998.

Com Campbell Scott, Steve Martin, Rebecca Pidgeon, Ben Gazzara, Felicity Huffman

Roteiro David Mamet

Música Carter Burwell

Produção Sweetland Films, distribuição Sony Pictures Classics

Cor, 110 min.

 

Um Trackback

  1. […] exatos 15 minutos de filme, Paul vai à cadeia para sua primeira conversa com o tenente Manion (Ben Gazzara). Assim como sua mulher, Manion se mostra muito rapidamente ao espectador. É uma figura em tudo […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*