O Homem Que Copiava


Nota: ★★★☆

Anotação em 2003: Um filme extremamente bem feito, com narrativa inteligente, bela surpresa no final. Os atores estão muito bem, o que é uma proeza no cinema brasileiro dos últimos tempos. O povo ao Sul de São Paulo tem mostrado que sabe fazer cinema. E esse Jorge Furtado, especialmente, demonstra que é muito, mas muito bom de serviço – desde o documentário Ilha das Flores, de 1989. É um dos melhores diretores brasileiros em atuação, sem dúvida alguma.

O Homem Que Copiava

De Jorge Furtado, Brasil, 2003.

Com Lázaro Ramos, Leandra Leal, Pedro Cardoso, Luana Piovani

Argumento e roteiro Jorge Furtado

Cor, 123 min.

Um Comentário