No Campo das Paixões / The Land Girls


Nota: ★★★☆

Anotação em 2000: Um filme de narrativa extremamente convencional – e muito competente em todos os aspectos, aquela coisa irrepreensivelmente bem feita do cinema inglês. Começa com toques humorísticos, engraçados. No final, aperta a dureza, vai fundo nela. Baseia-se em fato real – na Inglaterra de 1941, em plena guerra, com a falta de braços masculinos para a lavoura, mulheres inscreviam-se para trabalhar em fazendas, para que não faltasse comida. O filme é a história de três delas, que chegam a uma fazenda onde vive um homem severo, sua esposa suave e compreensiva, e o jovem filho, Joe, que demora para se alistar, e, quando afinal tenta, é recusado por ter sopro no coração.

Das três moças, uma, Prudence, Prue (Anna Friel), só pensa em trepar; a outra, Ag (a maravilhosa Rachel Weisz), tem 26 anos, é virgem; a terceira, Stella (Catherine McCormack, de beleza extraordinária, que esteve em Dança das Paixões e Dangerous Beauty), é séria, conseqüente, responsável. Joe transa de cara com Prue, depois com Ag, mas apaixona-se por Stella, e ela por ele. Ela, porém, é noiva de um rapaz que está na guerra. O final é amargo, duro, inglês a não mais poder –  antes a obrigação que a devoção.

No Campo das Paixões/The Land Girls

De David Leland, Inglaterra-França, 1999

Com Catherine McCormack, Rachel Weisz, Anna Friel

Música Brian Lock

Roteiro Keith Dewhurst e David Leland

Baseado novela de Angela Huth

Produção e distribuição Buena Vista, Miramax, Intermedia Films, The Greenlight Fund e Channel Four Films

Cor, 110 min.

2 Comentários para “No Campo das Paixões / The Land Girls”

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *