Fräulein Doktor


Nota: ★★½☆

Anotação em 2000: O veterano italiano Alberto Lattuada, atuante desde antes do fim da Segunda Guerra e um dos nomes do neo-realismo, fez um filme de espionagem competente, com boas atuações, e um final violentamente antibelicista, com cenas impressionantes sobre uso de gás mortal na Primeira Guerra.

É a história de um espiã alemã (Suzy Kendall), extraordinariamente competente, que é encarregada da morte de um importante general inglês; antes, ela havia sido amante de uma cientista francesa (Capucine) que desenvolvia um gás mortal, para roubar dela a fórmula. As cenas de homossexualismo das duas são seguramente avançadíssimas para a época, 1969.

Fraulein Doktor

De Alberto Lattuada, Itália-Iugoslávia, 1969.

Com Suzy Kendall, Kenneth More, Nigel Green, Giancarlo Giannini, James Booth, Capucine

Música Ennio Morricone

Cor, 104 min.

 

Um Trackback

  1. […] o que está escrito nos créditos iniciais do filme lançado em 1951. Nos créditos, aparece Alberto Lattuada primeiro, Federico Fellini vem depois. Os nomes de Peppino De Filippo (ao centro na foto abaixo) e […]

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*