A Lente do Desejo / Guinevere


Nota: ★★★☆

Anotação em 2000, com complemento em 2008: O que mais impressiona neste filme é que temos aí uma jovem que tem talento extraordinário, e tudo para ser uma grande estrela. Essa Sarah Polley (que esteve no filme canadense O Doce Amanhã/The Sweet Hereafter, de Atom Egoyan) tem um talento impressionante, é uma grande atriz por volta dos 20 anos – sem falar na beleza. 

Ela tem uma expressividade fantástica, rara para a idade. (A revista Premiere americana parece ter acertado em cheio ao colocá-la, no número de fevereiro de 1999, como as grandes promessas para 2020.)

O filme mostra a polarização vida burguesa x vida “boêmia”, de artista, na San Francisco de hoje. Discute o relacionamento entre pessoas de idades diferentes, roça pelo lolitismo, mas com muita seriedade, competência, honestidade. Stephen Rea está ótimo como sempre como o fotógrafo que passa a vida conquistando jovens recém-saídas da adolescência, adulando-as com a promessa de que viu nelas um grande talento artístico. E Sarah Polley dá um banho de diferentes sensações e emoções como a Guinevere do momento: às vezes tímida, às vezes atirada, sedutora, às vezes insegura, às vezes dona de si.

A se prestar atenção nessa moça – e também na diretora Audrey Wells. Tem sensibilidade, talento, e fala das coisas que importam.

Anotações após breve passeio pela Internet (e o incrível site The Internet Movies DataBase): Audrey Wells nasceu em 1961, em San Francisco. Tinha feito quatro roteiros antes deste filme, que foi sua estréia na direção. Sarah Poley nasceu em 8/1/79; o site IMDB tem 28 filmes dela!

Isso em 2000, quando fiz a anotação acima. Agora, em 2008, eu fã de carteirinha da Sarah Polley já há oito anos, o IMDB – que em 2000 eu estava começando a consultar – dá 53 filmes ou séries de TV em que ela trabalha como atriz, e seis filmes dirigidos por ela. E a moça não tem nem 30 anos. E só tem acertos na vida – até a admiração por Julie Christie, com quem trabalhou em dois ou três filmes e que dirigiu em Longe Dela, de 2006, uma garotinha dirigindo uma veterana, ícone dos anos 60.

A Lente do Desejo/Guinevere

De Audrey Wells, EUA, 1998.

Com Sarah Polley, Stephen Rea, Gina Gershon, Jean Smart

Música Christophe Beck

Argumento e roteiro Audrey Wells

Produção e distribuição Miramax, Milleniun, Warner.

Cor, 104 min.

Um Comentário

  1. Postado em 26 janeiro 2010 às 7:17 am | Permalink

    A Sarah Polley é simplesmente fantástica! Eu adoro todos os trabalhos dela. As interpretações e a fabulosa direção de Away from her!

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*