Sabotagem / Saboteur


Nota: ★★★☆

Anotação em 1998: Tio Hitch no esforço de guerra, denunciando os quinta-colunas e exercitando seu gosto pelo tema do homem errado. A figura do velho cego que acolhe o perseguido pela polícia é uma maravilha, assim como as pessoas da troupe de circo, a mulher barbada sobretudo, que igualmente apóiam o personagem central, apesar de ele ser um foragido.

Sim, o final de fato é abrupto demais, como já se disse algumas vezes. Mas as cenas na Estátua da Liberdade são antológicas; o tio Hitch voltaria a isso – vertigem no alto de cenário patriota, símbolos da nação americana – em Intriga Internacional.

Sabotagem/Saboteur

De Alfred Hitchcock, EUA, 1942.

Com Robert Cummings, Priscilla Lane, Norman Lloyd, Otto Kruger, Alan Baxter

Roteiro Peter Viertel, Joan Harrison e Dorothy Parker

Produção David O. Selzick

P&B, 108 min.

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *